Teorias e Sistemas em Psicologia: Gestalt

que garantisse a consistência teórica. por não corresponder exatamente ao seu real significado em Psicologia. que não é utilizado. O termo mais próximo em português seria forma ou configuração.A Psicologia da Gestalt é uma das tendências teóricas em psicologia na qual seus articuladores preocuparamse em construir não só uma teoria consistente. mas também uma base metodológica forte. . Gestalt é um termo alemão de difícil tradução.

que não é utilizado. . Seus articuladores preocuparam-se em construir não só uma teoria consistente. O termo mais próximo em português seria forma ou configuração.A Psicologia da Gestalt é uma das tendências teóricas mais coerentes e coesas da história da Psicologia. por não corresponder exatamente ao seu real significado em Psicologia. que garantisse a consistência teórica. Gestalt é um termo alemão de difícil tradução. mas também uma base metodológica forte.

. para os gestaltistas. Os experimentos com a percepção levaram os teóricos da Gestalt ao questionamento de um princípio implícito na teoria behaviorista — que há relação de causa e efeito entre o estímulo e a resposta — porque. entre o estímulo que o meio fornece e a resposta do indivíduo. encontra-se o processo de percepção. O que o indivíduo percebe e como percebe são dados importantes para a compreensão do comportamento humano.A percepção é o ponto de partida e também um dos temas centrais dessa teoria.

ocorre uma tendência à restauração do equilíbrio da forma. . Para justificar essa postura. simetria e regularidade dos pontos que compõem uma figura (objeto). onde a parte está sempre relacionada ao todo. levando em consideração as condições que alteram a percepção do estímulo. Esse fenômeno da percepção é norteado pela busca de fechamento.Na visão dos gestaltistas. que supunha uma unidade no universo. eles se baseavam na teoria do isomorfismo. Quando eu vejo uma parte de um objeto. garantindo o entendimento do que estou percebendo. o comportamento deveria ser estudado nos seus aspectos mais globais.

embora não quisesse revisálas ou adaptá-las. mas dar uma nova contribuição à psicologia.Psicologia Humanista A psicologia humanista surgiu na década de 50.o behaviorismo e a psicanálise . como uma reação às idéias psicológicas pré-existentes . ganhando força nos anos 60 e 70. .

nas questões biológicas e eventos passados. no estudo de pessoas neuróticas e psicóticas e na compartimentalização do indivíduo. artificial e estéril da natureza humana. . As críticas ao comportamentalismo giravam em torno de sua abordagem estreita. que reduzia o homem à máquinas e animais propensos ao condicionamento. A divergência à psicanálise se mostrava no questionamento à ênfase no inconsciente.

no livre-arbítrio. . espontaneidade e poder de criação do indivíduo. e no estudo de tudo que tenha relevância para a condição humana.A grande contribuição desta nova escola pode ser vista na ênfase da experiência consciente. na crença na integralidade entre natureza e a conduta do ser humano.

Esta. deve ser submetida à temporalidade. Somente mediante a perspectiva da totalidade. Seu valor reside na relação que estabelece entre as realidades. por sua vez. . impedindo-a de ficar estática e desmistificando a existência de uma realidade pura. que a consciência é entendida. Experienciar o tempo presente como uma totalidade que sinaliza a integração eumundo é fundamental para a libertação das exigências compulsivas do passado e futuro.

. os maiores responsáveis pela projeção dos seus postulados no mundo.A teoria humanista tem como principais teóricos Abraham Maslow (1908-1970) e Carl Rogers (1902-1987).

por passar a acreditar na tendência inata que cada pessoa traz em si para se tornar auto-realizadora. . Maslow abandona o comportamentalismo. abraçado no início de sua carreira.

onde a realização do potencial de cada indivíduo seria conquistada. Este seria o nível mais alto da existência humana. . A existência de níveis a serem satisfeitos foi proposta por ele através da hierarquia das necessidades.

foi os estudo de pessoas. . consideradas por ele. através dos quais formulou suas teorias. para a psicologia. De acordo com Maslow. A grande novidade trazida por Maslow. saudáveis. estas necessidades seriam inatas e deveriam obedecer a uma ordem de saciação.

 Rogers trabalhou com um conceito semelhante ao da auto-realização de Maslow: a existência de uma única motivação avassaladora que se configura na tendência inata que cada pessoa tem de atualizar as capacidades e potenciais do eu. a tendência atualizante. .

Rogers defendia que o cliente deveria determinar o conteúdo e a direção do tratamento. os indivíduos bem ajustados psicologicamente têm autoconceitos realistas. Por isso. sendo a angústia psicológica advinda do impasse ou desarmonia entre o autoconceito real (o que se é de fato) e o ideal para si (o que se deseja ser). uma vez que este tem dentro de si vastos recursos para o auto-entendimento e para alterar o autoconceito. . Para ele. O termo terapia centrada no cliente deriva desta idéia e esta é encarada apenas como um facilitador.

ainda assim. fazendo menção apenas à hierarquia das necessidades de Maslow e à terapia centrada na pessoa de Rogers. Tal fato é notado na pouca porcentagem (1%) destinada à psicologia humanista nos livros da área e. As principais críticas ao movimento são atribuídas ao seu escopo vago e à sua falta de cientificidade. . embora 15 % dos psicólogos atuantes no mundo tenham adotado tal linha. tendo seus próprios expoentes reconhecido a sua não aceitação na filosofia da ciência.

e a confiança na formulação do autoconceito do cliente durante o seu tratamento. . Outros pontos questionáveis desta teoria são a crença de que sua prática não daria suporte necessário às pessoas com distúrbios mais graves.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful