O Adjetivo

O Adjetivo
 O adjetivo pertence a uma classe aberta de palavras que, em geral, varia em género, número e grau. O adjetivo é o núcleo de um grupo adjetival (1) e pode ser precedido por advérbios de quantidade e grau (2) e selecionar grupos preposicionais (3) e orações como seus complementos (4).
1. Os alunos estudiosos obtêm boas notas. 2. É uma pessoa excessivamente zelosa. 3. Ele é amigo dos pais. 4. Ele está cansado de trabalhar.

Subclasses do adjetivo:

 Adjetivos numerais  Adjetivos qualificativos  Adjetivos relacionais

Subclasses do adjetivo:

Tradicionalmente chamado numeral ordinal. Este adjetivo estabelece uma ordem

numeral

(primeiro mês, segundo mês, terceiro mês) e
surge antes do nome, habitualmente

acompanhado por um determinante (o primeiro mês).

Subclasses do adjetivo:
Expressa ordem e sucessão.
Fiquei em primeiro lugar no concurso.

Aparece normalmente antes do nome e pode ser antecedido de determinantes (artigos, demonstrativos e possessivos). Ela foi a terceira atleta a chegar à meta. O seu terceiro lugar foi excelente. Normalmente não varia em grau. Fiquei em primeiríssimo lugar no concurso. Ela foi a terceiríssima atleta a chegar à meta.

Subclasses do adjetivo:

 O adjetivo qualificativo atribui uma qualidade ou característica ao nome. Pode variar em grau e surgir

qualificativo

antes ou depois do nome, ainda que com alteração de sentido: amigo rico/rico amigo.

Nota: Geralmente, a posição dos adjetivos qualificativos é pós-nominal.
Este é um livro interessante. Levo uma vida saudável. Os olhos verdes são raros.

Subclasses do adjetivo:

 O adjetivo relacional - adjetivo que deriva de um nome, aparece sempre depois do nome e não varia em grau: os

relacional

jornais diários; as aves aquáticas; a crosta terrestre.

O adjetivo espanhol deriva do nome Espanha
Tenho um amigo alentejano [= do Alentejo].  Em "a invasão americana" ou "amor maternal", os adjetivos "americana" e "maternal" são relacionais.

Flexão dos adjetivos
género e número

Os adjetivos flexionam em género, número e grau.
belo bela belos
belas belíssimo/a/s

A maioria dos adjetivos é , biforme quer em género quer em número.
Corajoso [a] Corajosos [as]

Europeu[eia]

Europeus[eias]

Muitos adjetivos são, no entanto, uniformes em género e em número. Homem/ mulher saudável Mulher(es) / homem(ns) simples

Flexão dos adjetivos
Grau
Especificando:

São graus dos adjetivos os seguintes:
Normal

Expressa a qualificação ou características do nome
O João é um aluno

estudioso.

Comparativo

A caraterística ou qualidade expressa pelo adjetivo é objeto de comparação, através do uso de advérbios de quantidade mais, tão e menos em relação com as conjunções que/do que/ como.
O Pedro é mais

estudioso do que o João.

Superlativo

A característica ou qualidade expressa pelo adjetivo é intensificada sem se estabelecer relação com outros seres (superlativo absoluto) ou estabelecendo uma relação com os elementos do mesmo conjunto (superlativo relativo).
O Francisco é

o mais estudioso

dos alunos da turma.

Flexão dos adjetivos
Grau
Normal

Exemplo

Tenho uma casa velha.

de superioridade Comparativo de igualdade de inferioridade Absoluto Superlativo Relativo

Aquela casa é mais velha do que essa. Esta casa é tão velha como aquela. A minha casa é menos velha do que a tua.

sintético A minha casa é velhíssima. analítico A minha casa é muito velha. de superioridade todas. de inferioridade todas.
A minha casa é a mais velha de

A tua casa é a menos velha de

Casos particulares de comparativo e superlativo

Grau superlativo Grau normal Grau comparativo de superioridade Absoluto sintético

Relativo de superioridade O melhor
O pior O maior O menor O superior O inferior

Bom
Mau Grande Pequeno Alto baixo

Melhor
Pior Maior Menor Superior Inferior

Ótimo
Péssimo Máximo Mínimo Supremo, sumo Ínfimo