Membrana Plasmática

A Membrana Plasmática (Modelos)
 Davison-Danielli: dupla camada lipídica com extremidades hidrofóbicas voltadas para dentro e extremidades hidrofílicas voltadas para proteínas globulares.  Unitária de Robertson: idêntico ao anterior, com diferença que as proteínas estariam estendidas sobre a membrana e que haviam proteínas que ocupavam espaços vazios entre lipídios.  Mosaico Fluído (Singer e Nicholson): dupla camada lipídica com extremidades hidrofóbicas voltadas para o interior e as hidrofílicas voltadas para o exterior. Participam da composição, proteínas (integrais e periféricas) e glicídios ligados às proteínas (glicoproteínas) ou lipídios (glicolípidos).

Anatureza da Membrana Plasmática
• As membranas possuem de 6 a 9 nm de espessura. • São flexíveis e fluídas. • É formada de fosfolípidios, proteínas (que podem ser integrais ou periféricos), glícidios/ glicoproteínas (GLICOCÁLIX) e colesterol.

A Membrana Plasmática Constituição
• As moléculas lipídicas constituem 50% da massa da maioria das membranas de células animais, sendo o restante, constituído de proteínas. As moléculas lipídicas são ANFIPÁTICAS, pois possuem uma extremidade hidrofílica ou polar (solúvel em meio aquoso) e uma extremidade hidrofóbica ou não-polar (insolúvel em água). Os três principais grupos de lipídios da membrana são os fosfolipídeos, o colesterol e os glicolipídeos.

 A membrana apresenta duas regiões distintas:
 uma polar (carregada eletricamente)  uma apolar (não apresenta nenhuma carga elétrica)

A Membrana Plasmática FUNÇÕES
A membrana plasmática contém e delimita o espaço da célula,  Mantém condições adequadas para que

ocorram as reações metabólicas,
 Selecciona o que entra e sai da célula,

 Ajuda a manter o formato celular,
 Ajuda a locomoção

A Membrana Plasmática Propriedades
A membrana apresenta, devido à sua constituição:  Semi-permeabilidade seletiva:  Baixa tensão superficial
 São permeáveis à água

 Resistência elétrica (potencial eléctrico)  Capacidade de regeneração  Elasticidade

 Impermeáveis a íons (Na, K, H,...) e à moléculas polares não carregadas (glicídios)  São permeáveis à substâncias lipossolúveis

Membrana Plasmática: Propriedades

Baixa tensão Superficial
Decorre das fracas forças de coesão entre as moléculas de proteínas;

Membrana Plasmática: Propriedades

Resistência Eléctrica
Apresenta dificuldade para a entrada e ou saída de certos íons

Membrana Plasmática: Propriedades

Elasticidade
Capacidade de distender-se e retrair

As membranas celulares são elásticas e resistentes graças às fortes interações hidrofóbicas entre os grupos apolares dos fosfolipídios.

Membrana Plasmática: Propriedades

Regeneração
Até certo limite, sendo lesada, pode se reestruturar

Semi-permeabilidade Seletiva:
Capacidade de a membrana dificultar a entrada e ou saída de certas substância e possibilitar a de outras. Em geral, permite a entrada de

substâncias líquidas e dificulta a entrada das substâncias sólidas.

Semi-permeabilidade Seletiva

Especializações da Membrana
• Na membrana celular existem estruturas especializadas em aumentar a absorção de substância e a aderência entre as células ou para melhorar movimentos celulares. Algumas especializações são:
Microvilosidades Desmossomos Interdigitações Glicocálix

Microvilosidades
• São dobras da membrana plasmática na superfície da célula. Calcula-se que cada célula possua em média 3.000 microvilosidades. • Como conseqüência, há um aumento apreciável da superfície da membrana em contato com o alimento. Isso permite, por exemplo, uma absorção muito mais eficiente do alimento ingerido. • São encontradas nas células que revestem o intestino, nas tubas de falópio e nas células dos túbulos renais.

Microvilosidades

Desmossomas
• Regiões de espessamento entre membranas que atuam como presilhas, aumentando a aderência entre células vizinhas – são comuns nos tecidos de revestimento. • São áreas circulares escuras que ocorrem em determinados locais das membranas de duas células adjacentes. Têm a finalidade de aumentar a aderência, mantendo as células firmemente unidas.

Interdigitações
• São conjuntos de saliências e reentrâncias das membranas de células vizinhas, que se encaixam e facilitam as trocas de substâncias entre elas. São observadas nas células dos túbulos renais.

O Glicocálix
Camada de carboidratos ligada às proteínas e ou lipídios do folheto externo da membrana celular formando glicoproteínas ou lipoproteínas, respectivamente. Sua composição varia de uma célula para outra, fato que confere às células individualidades químicas. Formam os antígenos celulares, confere aderência e promove o reconhecimento de mensagens químicas

• Protege a célula das agessões físicas e químicas do meio externo. • Mas também mantem um microambiente adequado ao redor de cada célula, pois retem nutrientes e enzimas importantes para a célula. • Funções: proteção, reconhecimento celular, estimula formação de anticorpos e aumenta adesão entre as células.

TRANSPORTES ATRAVÉS DA MEMBRANA