Igreja Evangélica Assembleia de Deus Rio Branco - Acre

Curso de Aperfeiçoamento para Obreiros

Disciplina: Teologia do Obreiro
Pr. Valério Oliveira

Teologia do obreiro seguintes aspectos:
A chamada ministerial; A vida pessoal; A vida social; A família; A igreja; O púlpito; E a ética do obreiro.

envolve

os

14).Particularidades do ministério cristão: O ministério é dado pelo Senhor e não pelo homem (Nm 18.  Ministério é o instrumento dado pelo Senhor para aperfeiçoar a Igreja (Ef 4. Ef 4.  Ministério não é profissão secular.7.11).24).  .  Ministério é o exercício de se oferecer em favor da igreja (At 20.11.  Ministério não é hereditário.

17. convidar. declarar formalmente”. significa “chamar alguém. Lc 6. A chamada é uma iniciativa divina e não humana (Rm 1.1). convocar”.Aspectos da chamada divina:     A palavra hebraica qara. . 1 Co 1. 13).1. convocar.12. A palavra grega kaleo. Cristo chama primeiramente para uma comunhão com Ele (Mc 1. invocar. significa “chamar.

Jeremias. A chamada é marcada por experiências espirituais (Moisés.1-8). At 9. Isaias. Is 6. Jr cap. Ex cap. 10.10) e a Isaias (Is 6.1. Às vezes o homem não entende a chamada divina (Ex 4. 3. Ez cap. 2. Jr 1.1-8.1-3). A chamada é um apelo de Deus para uma missão específica. 1.1-3.    A chamada é um convite de Deus para influenciar positivamente. como fez a Moisés (Ex 3. como fez Abraão (Gn 12. .1-31).1-6). Paulo. Ezequiel. 1.

Por si só (Jz 9. 17) .16.1-6) Três maneiras de o obreiro entrar no ministério: Posto por amigos ou parentes Posto por Deus 1 Co 9.

 Profeta (gr.  . apo “de” e stello “enviar”).8). Não há indícios de que dependiam de forma consagratória. Mensageiro de boas novas. euangelistes. At 21.Os dons ministeriais (Ef 4. Cristo fez dos discípulos apóstolos e chamou-os para estarem com Ele. Continua em evidência hoje.13-15).  Evangelista (gr. depois os enviou a pregar. curar e expulsar demônios (Mc 3. Homens de aptidão elevada que se distinguiam dos pregadores normais. prophetes).11) Apóstolo (gr.

presbuteros). No Novo Testamento. “por cima de” e skopeo. “sustentador”. servo” (At 6. “Um ensinador”. servidor. Líder da igreja no Novo Testamento. “o mais velho”. “Aquele que conduz um rebanho ao pasto”. didáskalos). “doutor”. . epi. literalmente “supervisor”).Pastor (gr.1-4). “alguém apto para ensinar”  Outros ministérios:   Diácono (gr. poimen). “servente.  Presbítero ou ancião (gr. o mesmo que presbítero e pastor.  Mestre (gr. diakonos). Literalmente.  Bispo (gr. “olhar. vigiar”.

anuncia os feitos de Jesus (At 1. 1 Co 4. “escravo.  Testemunha (gr.1-23).1). alguém que. 19).  Semeador (Sl 126. marturia).20. submisso).  .5.Designações dadas aos obreiros: Ministro (gr.  Pescador de homens (Mt 4.18. “mordomo.8).  Servo (gr.1). huperetes). Mt 13. doulos). com ousadia.  Despenseiro (gr. 6. alguém que presta serviço a outra pessoa” (Lc 4. “auxiliar. um escravo de confiança encarregado de todos os negócios do lar” (1 Co 4. oikonomos).

Fp 2.1). 2. presbeuo). mas um defensor do evangelho e do rebanho (At 20. Isto indica que o obreiro precisa brilhar nesse mundo tenebroso (Mt 5.7.15).14.Anjo da igreja (Ap 1. 16.  . “ categoria hierarquicamente mais importante de representante diplomático de um estado junto a outro”.20.  Defensor da fé (Fp 1.28). 17). Não é um explorador.  Embaixador (gr.  Estrela (Ap 1.20). Aquele que transmite a mensagem de Deus ao rebanho sob sua responsabilidade.

anepilemptos). ordenado. sophron). “um homem que ninguém possa culpar de nada” (2 Tm 3.6). metódico. Marido de uma só mulher (1 Tm 3. “mente pura e equilibrada” (2 Tm 3. “decente. Vigilante (gr. nefálios).2).2. “comedido no comer e no beber” (1 Tm 3. sistemático” (1 Tm 3.2). Tt 1.1). a Bíblia diz que o obreiro deve ser:      Irrepreensível (gr. .Quanto à vida moral. “autocontrolado”.2). kosmios). Sóbrio (gr. Modesto (gr.

Ter o coração aberto para receber as pessoas em sua casa (Tt 1. para ira). Não violento (gr. “soco.3.17). Tt. açoite.8). “cortar uma estrada reta”. orgilon. Apto para ensinar (1 Tm 3. . ferida”.    Hospitaleiro. O obreiro não pode perder facilmente o controle sobre si mesmo” (1 Tm 3. Não irascível (gr.2). “cortar uma linha reta”. orthotomeo. “intenção de tomar vingança” (Tt 1. plektes).15) – gr.7). Ter amor ao estudo das Escrituras e a dedicação para ensinar (2 Tm 2.

.  O perfeccionista. o que não é difícil.  Melindrado. Muda de igreja facilmente.4-8). quando na verdade ele mesmo não possui esta virtude (1 Co 13. Para ele tudo está errado. Não leva em conta nenhum aspecto de amor pela igreja que o recebeu. Sua maior alegação é a falta de amor.  Migrante. Quer ser bênção na igreja dos outros. Qualquer coisa o fere.Características obreiro:  negativas de um Turista.

É demonstrada em saber suportar os outros e administrar as provas.2. O sorriso é remédio tanto para quem o exprime como para quem o recebe. Tato e diplomacia (1 Pe 5. Habilidade para lidar com as pessoas. Amizade.Habilidades obreiro:  que engrandecem o    Humor (Pv 15. levando em conta o temperamento e a personalidade de cada.13). . O número de amigos revela o tipo de relacionamento que cultivamos. Paciência. 3).

Deus Prioridades na vida do obreiro Ministério Família .

Atitude de quem se contenta com todas as coisas. Conformismo. O desânimo priva o obreiro de crescer ministerialmente e desenvolver um trabalho de qualidade. Tentação do sexo oposto.Perigos no ministério:    Acomodação. As principais causas são: Relaxamento na autodisciplina. O pecado de adultério e fornicação tem derrubado muitos homens e mulheres que desenvolvem a obra de Cristo. .

As principais causas: Inveja daqueles que não são obreiros e prosperam. Conversação prolongada e confidências conjugais com pessoas do sexo oposto. Achar que o obreiro não precisa contribuir.Mal relacionamento com a esposa. O dinheiro tem derrubado mais obreiros do que qualquer outra coisa. Administrar mal os recursos da igreja. .  Tentação do dinheiro.

Autossuficiência. O púlpito tem sido o lugar da ruína de muitos. Pensar que os seus dotes e sua sabedoria sobrepujam aos demais. . Tentação de púlpito. Desabafo. Acha que não depende dos outros. As causas mais comuns: Autoexaltação. Usar o púlpito para descarregar a ira. inclusive de Cristo.

Dicionário da língua portuguesa houaiss. 3. 1982. 1995.  HOUAISS.  LIMA. Chave lingüística do novo testamento grego. 2007. ROGERS.  OLIVEIRA. 2001. São Paulo: Vida Nova. Rio de Janeiro: CPAD. João de. Rio de Janeiro: CPAD. 1995. Cleon.ed. Português. Luiz Gonzaga de.Referências Bibliográficas BÍBLIA. Rio de Janeiro: Objetiva. Edição revista e corrigida.  RIENECKER. Rio Branco: GRAF-SET. Fritz.  . Sê tu uma bênção. Antonio. O perfil do homem chamado por deus.

Obrigado!!! .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful