AMOR PATOLÓGICO

SAÚDE MENTAL

sendo essa conduta prioritária para o indivíduo em detrimento de outros interesses antes valorizados .DEFINIÇÃO  Amor Patológico = comportamento de prestar atenção e cuidar do parceiro de maneira repetitiva e desprovida de controle em uma relação amorosa.

TRANSTORNOS ASSOCIADOS        Maior parte dos em pacientes apresenta outros transtornos psiquiátricos associados como: Ansiedade Depressão Transtornos do pânico Personalidades vulneráveis Baixa autoestima Sentimentos de rejeição (Abandono e Raiva) .

nada mais é do que um TOC . como:  Pais usuários de álcool ou drogas  Histórico de negligência física e/ou emocional durante a infância. Fatores familiares também podem estar associados ao seu desenvolvimento.  Últimas pesquisas realizadas revelam que o AP.

tornando mais difícil ocorrerem os desconfortos relativos aos sintomas depressivos.O PORQUÊ DO AP    Autores propõem que. da mesma forma como ocorre com o usuário experimental de cocaína ou qualquer outro estimulante. esse padrão de relacionamento proporciona alívio da angústia. o relacionamento protegeria o indivíduo contra a ansiedade. nos estágios iniciais da doença. Segundo essa hipótese. O estado de exaltação e de estresse constante acarretaria liberação adrenérgica. .

para se dedicar exclusivamente ao parceiro . não consigo fazer nada sem pensar em você”  O individuo deixa de realizar as suas atividades que antes julgava de grande importância . O portador de amor patológico acredita que o parceiro trará significado a sua vida.  Frases típicas dos pacientes “ Sem você a minha vida não faz sentido.

ESSÊNCIA DA PATOLOGIA      Parece não ser amor. e sim medo: De estar só De não ter valor De não merecer amor De vir a ser abandonado .

O amor patológico precisa de atenção!!! Falta de liberdade com relação as próprias condutas desconforto e prejuízo ao indivíduo alívio de seus temores .

tensão muscular.quando o parceiro está distante (física ou emocionalmente) ou perante ameaça de abandono. podem ocorrer: insônia. sendo 3 deles obrigatórios (para fechar esse diagnóstico) 1) Sinais e sintomas de abstinência .SINAIS E SINTOMAS  Segundo o DSM . taquicardia. alternando .IV (sistema de diagnóstico da Associação Psiquiátrica Americana) são 6 os critérios para a classificação desse transtorno.

3) Atitudes para reduzir ou controlar o comportamento patológico são malsucedidas .em geral.o indivíduo costuma se queixar de manifestar atenção ao parceiro com maior frequência ou período mais longo do que pretendia de início. já ocorreram tentativas frustradas de diminuir ou interromper a atenção despendida ao companheiro.2) O ato de cuidar do parceiro ocorre em maior quantidade do que o indivíduo gostaria . .

como cuidado com filhos. entre outras.mesmo consciente dos danos advindos desse comportamento para sua qualidade de vida. convívio com colegas. 6) O amor patológico é mantido. atividades profissionais.4) É despendido muito tempo para controlar as atividades do parceiro . apesar dos problemas pessoais e familiares . . 5) Abandono de interesses e atividades antes valorizadas como o indivíduo passa a viver em função dos interesses do parceiro. as atividades propiciadoras da realização pessoal e profissional são deixadas. persiste a queixa de não conseguir controlar tal conduta.a maior parte da energia e do tempo do indivíduo são gastos com atitudes e pensamentos para manter o parceiro sob controle.

PESQUISA DO NEW YORK STATE PSYCHIATRIC INSTITUTE   Constaram que o amor excessivo pode provocar no Sistema Nervoso Central um estado de euforia similar ao que costuma ser induzido por grande quantidade de anfetamina. Desde modo o individuo poderia se tornar um “ viciado em amor” .

que foram criados em lares desestruturados têm maior propensão em desenvolver o problema .PADRÃO FAMILIAR  Pesquisas revelam que os indivíduos .

tais como: Atividade mútua Ocasiões especiais Presentes Abnegação Sacrifícios pelo relacionamento . é mais prevalente na população feminina Mulheres ainda dão maior ênfase aos comportamentos amorosos.INCIDÊNCIA QUANTO AO GÊNERO         Pode acometer homens e mulheres Devido a características culturais facilitadoras.

esportes ou hobbies do que com amor. trabalho. mais interno e pessoal . Os homens são pouco representados nos grupos de auto ajuda para AP. cuja própria denominação parece que os exclui: Mulheres que Amam Demais Anônimas  Existe maior vinculação patológica com atividades mais externas e impessoais. como jogo.

QP: “ o que eu devo fazer ou mudar para te-lo (a) novamente ?”  .TRATAMENTO Geralmente estes pacientes costumam procurar ajuda somente quando são abandonados por seu respectivo companheiro (a).

.  Não foram encontrados na literatura fármacos específicos para AP . A psicoterapia nestes casos é fundamental para o sucesso do tratamento nestes casos . até porque o paciente precisa se conscientizar do seu próprio problema. portanto a avaliação psiquiátrica torna-se fundamental . pois o tratamento farmacológico varia de acordo com a sintomatologia da paciente.

FIM!!!! Bianca Queiroz Prado Melina Mandelli Lucas Dias .

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful