You are on page 1of 14

"O que eu pinto é triste? É cru? Acho que não. Pinto a verdade.

” "Pinto para dar uma face ao medo“ :(Paula Rego) Frases Emblemáticas

Trabalho realizado por:

Benedita Leal 7º 1º nº4

PAULA REGO

INTRODUÇÃO 2. EXPOSIÇÕES E PRÉMIOS 6.ÍNDICE • • • • • • • 1. CONCLUSÃO 7. ESTILO . BIBLIOGRAFIA . TEMAS E OBRAS 5. PAULA REGO 3. INFLUÊNCIAS 4.

INTRODUÇÃO • Realizei este trabalho por ter visto quadros da autora no CCB. e para conhecer mais acerca desta artista que é muito importante a nível nacional e conhecida a nível internacional. . Museu Berardo.

na II Exposição da Gulbenkian. • Formou-se na Slade Scholl of Art A sua primeira aparição perante o público lisboeta deuse em 1961. em Lisboa. .PAULA REGO • Paula Figueroa Rego nasceu a 26 de Janeiro de 1935.

INFLUÊNCIAS • O surrealismo e o expressionismo influenciaram os seus primeiros desenhos e colagens. conservando. A leitura dos romances de Henry Mill er marcou igualmente o seu percurso. uma temática muito pessoal. . ao abordar temas do imaginário er ótico feminino. contudo. • Passou pelo movimento da pop art inglesa.

O QUARTO DOS CASTIGOS POP ART HENRY MILLER .

do íntimo alcançar o quadro geral da sociedade. mas tratadas de forma irónica e por vezes cruel Retrata o insólito. Nada é convencional. sempre em espaços diversos onde não há distinção entre o bem e o mal. O mais original que Paula Rego tem para nos oferecer é conseguir a partir de situações do quotidiano lançar um conjunto de mensagens para a sociedade. um bode ou bonecas de trapos. Aborda vários temas conseguindo realizar obras perturbantemente doces a ao mesmo tempo assustadoramente agressivas A alma das personagens dos seus quadros está retratada nas suas faces. A sua obra é influenciada pelo surrealismo e pelo expressionismo Pinta também figuras várias. como um cão. nos seus rostos num realismo quase grotesco. frequentemente extraídas de contos de fadas. a subserviência (com os corpos desproporcionados). às vezes até mais frágil). figuras grotescas. o realismo da intimidade já que a dor. Outros quadros destacam ainda o Estado Novo. a alegria. devido ao facto de ser uma pintora contemporânea. o papel da mulher (notese que é a mulher que aparece com o rosto marcado por uma vida de trabalho e o homem tem um corpo menos musculado. a decadência humana.ESTILO . . TEMAS E OBRAS Não se pode identificar uma corrente artística especifica no trabalho de Paula Rego. o sofrimento e o prazer geralmente abafados pelas quatro paredes duma casa são completamente expostos.

Manifesto por uma causa perdida. temática já anunciada em 1961 com Salazar a vomitar a Pátria. 1992). Retrato de Grimau.• Em 1965 produziu vários trabalhos relacionados com acontecimentos chocantes da vida p olítica ibérica .Gorgon. Faz uma leitura pessoal de outras obras de arte e das suas memórias. Esta "narratividad e"acentuase nos anos 80. assume a orientação figurativa de raiz temática portuguesa ou atinge ainda uma dimensão universal abordan do a condição feminina (Série de mulher-cão Marborough Gallery. . Cães de Barcelona. integradas em processos narrativos em que o mundo da infância apare ce como um lugar lúdico de perversidade e algum humorismo. Nos anos 90.

GORGON CÃES DE BARCELONA SALAZAR A VOMITAR A PÁTRIA RETRATO DE GRIMAU MANIFESTO POR UMA CAUSA PERDIDA .

amor desvairado.” (Paula Rego) Paula Rego. e conta a história como ela é: submissão. Pastel de óleo. “Mulher Cão”.“A mulher-cão é sobre o amor. Tate Gallery Pinturas . 1994. vingança. castigo.

Prémio AICA'97. Newlyn Arts Centre. uma obra conjunta da artista e de Agustina Bessa-Luís. Ao longo da sua carreira tem sido distinguida com vário prémios. Prémio Benetton/Amadeo de Souza-cardoso. Lima e Bruxelas Em 2001. Penzance (1984).Paula Rego expôs nas cidades de Amesterdão. Londres (1989). Casa de Serralves. Paris. Porto (1987).Lisboa (1998). . Prémio Bordalo da Casa da Imprensa 1997. foi publicado. como: • • • • • • • • Prémio Soquil (1971). Prémio de ConsagraçãoCelpa/Vieira da Silva (2001). TWSA Touring Exhibition. Prémio Turner 89. o livro As meninas. Lisboa (1998).

CAPUCHINHO VERMELHO O CRIME DO PADRE AMARO MÁRTIRES WAR .

• Conheço agora algumas das suas obras . que considero deveras inquietantes . sei qual os temas que Paula Rego aborda nos seus quadros e qual o estilo desta pintora.CONCLUSÃO • Com a realização deste trabalho . . fiquei a conhecer um pouca do percurso enquanto artista da pintora portuguesa Paula Rego.

BIBLIOGRAFIA • INFOPEDIA : doc.Paula Rego • BLOG : Filhos do 25 Abril .