You are on page 1of 31

ABERTURA DE EMPRESAS

Exemplos de Sociedade
Sociedade Simples  Sociedade Limitada

Empresário Individual  Micro empreendedor individual (MEI)

Sociedade Simples
A sociedade simples é um tipo de sociedade constituída sobretudo para a exploração de atividade de prestação de serviços decorrentes de atividade intelectual. Assim, a sociedade simples é formada por pessoas que exercem profissão do gênero intelectual, tendo como espécie a natureza científica, literária ou artística, mesmo se contar com auxiliares ou colaboradores.

.Sociedade Simples Para adquirir personalidade jurídica deve arquivar seus atos constitutivos no cartório de Registro Civil das Pessoas Jurídicas. nos 30 dias subseqüentes a sua constituição. Além do registro inicial. devem ser registradas quaisquer alterações no ato constitutivo.

2.Sociedade Simples  1. 6. 4. Documentos Necessários: CPF dos Sócios RG dos Sócios Título Eleitoral dos Sócios Comprovante de Residência dos Sócios Comprovante IPTU(Endereço da Empresa) Carteira de Registro Profissional de Classe . 3. 5.

CRO.Sociedade Simples O próximo passo é montar o contrato social de acordo com as exigências do Cartório de Registros e levar ao Conselho de Classe cujo profissional esteja vinculado. CRM.) Este procedimento se dá por motivo de averiguação da idoneidade e veracidade da documentação entregue para abertura da Sociedade Simples. ..(CREA. CRC.

Sociedade Simples Após liberação do Conselho. . o Contrato é registrado no cartório e é preenchido o DBE no site da Receita Federal para pedido de CNPJ.

. isto é.Sociedade Limitada É a sociedade onde os Sócios participam na formação do Capital Social. quando não integralizadas. são responsáveis pelas quotas subscritas pelos outros. respondendo solidariamente pela integralização do Capital.

. 6.53 Subscrever o valor do Capital e como será integralizado 4. 5. Documentos Necessários: CPF dos Sócios RG dos Sócios Título Eleitoral dos Sócios Comprovante de Residência dos Sócios Comprovante IPTU(Endereço da Empresa) Taxa de Expediente (DAE) 165. 3.Sociedade Limitada  1. 2. 7.

No Site da Junta Comercial (JUCEMG) está disponível o modelo de Contrato Social para eventuais modificações. .Sociedade Limitada Com a documentação em mãos montar o Contrato Social de acordo com o Código Civil.

somente poderão abrir a empresa se casados em comunhão parcial de bens segundo exigência do código civil.Sociedade Limitada Se os sócios forem casados entre si. .

DBE (Documento Básico de Entradas)  Documento a ser preenchido e emitido pela Receita Federal para inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).gov.fazenda.  Site : receita.br Cadastro Sincronizado  . DBE – Toda solicitação de serviços à Receita Federal deverá ter o DBE preenchido.

Enquadramento : (ME. Dados do Requerente (dados do empresário) 7. Informar três opções para Razão Social.mg. Ato ( Exemplo : Inscrição ) 3. Tipo de Órgão de Registro : Junta 4. EPP) 6. Natureza Jurídica : Sociedade Limitada 5.jucemg.br Acessar e Preencher Consulta de Viabilidade 1.  .gov. Município : Pouso Alegre 2.Consulta de Viabilidade Preencher no Site: www.

serão disponibilizados e a empresa está criada. Após este processo serão disponibilizados o Contrato Social.jucemg. Após os processos já explicados protocolar os documentos na Junta e aguardar a aprovação. a Capa do Processo. Inscrição Estadual se houver necessidade. Pequena. . Porém Média e Grande empresa não será mencionado no nome.  O módulo integrador vai buscar os dados oferecidos a Receita no momento do preenchimento do DBE e oferecidos a Junta no preenchimento da Consulta de Viabilidade. o CNPJ. Enquadramento de Micro. Média ou Grande Empresa com sua respectiva capa. Colocar o número do protocolo da Consulta de Viabilidade (JUCEMG) e o número do recibo e identificador do DBE. após a liberação.br Acessar o Módulo Integrador.mg.Requerimento de Sociedade Ltda Preencher no Site: www. No caso do município que existir o processo Minas Fácil a Inscrição Municipal já é liberada juntamente com o CNPJ e IE.gov.

3.Empresário Individual  1.11 Subscrever o capital e como será integralizado . 7. Documentos Necessários: CPF RG (Autenticado) Título Eleitoral Comprovante de Residência Comprovante IPTU(Endereço da Empresa) Taxa de Expediente (DAE) 82. 5. 6. 2. 4.

fazenda.gov. Site : receita.DBE (Documento Básico de Entradas)  Documento a ser preenchido e emitido pela Receita Federal para inscrição no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).br Cadastro Sincronizado  .  DBE – Toda solicitação de serviços à Receita Federal deverá ter o DBE preenchido.

br Acessar e Preencher Consulta de Viabilidade 1. Dados do Requerente (dados do empresário) 7.  .mg. Natureza Jurídica : Empresário Individual 5. Ato ( Exemplo : Inscrição ) 3. Informar três opções para Nome Empresarial que equivale a Razão Social.jucemg.gov. Município : Pouso Alegre 2. EPP) 6. Tipo de Órgão de Registro : Junta 4. Enquadramento : (ME.Consulta de Viabilidade Preencher no Site www.

protocolar os documentos na Junta e aguardar a aprovação. após a liberação.jucemg. a Capa do Processo.Requerimento de Empresário Preencher no Site www. Após os processos já explicados. Após este processo serão disponibilizados o Requerimento de Empresário.gov. Enquadramento de Micro ou Pequena Empresa com sua respectiva capa. .  O módulo integrador vai buscar os dados oferecidos a Receita no momento do preenchimento do DBE e oferecidos a Junta no preenchimento da Consulta de Viabilidade. Inscrição Estadual se houver necessidade. o CNPJ. No caso do município que existir o processo Minas Fácil a Inscrição Municipal já é liberada juntamente com o CNPJ e IE.br Acessar o Módulo Integrador. serão disponibilizados e a empresa está criada.mg. Colocar o número do protocolo da Consulta de Viabilidade (JUCEMG) e o número do recibo e identificador do DBE.

Não é necessário encaminhar nenhum documento à Junta Comercial. O Empreendedor Individual também poderá fazer a sua formalização com a ajuda de empresas de contabilidade que são optantes pelo Simples Nacional e estão espalhadas pelo Brasil.portaldoempreendedor.br de forma gratuita. o CNPJ e o número de inscrição na Junta Comercial são obtidos imediatamente. Nenhuma cópia de documento precisa ser anexada.gov. Essas empresas irão realizar a formalização e a primeira declaração anual sem cobrar nada. Após o cadastramento. .Micro empreendedor Individual    A formalização do Empreendedor Individual será feita pela Internet no endereço www.

10 por mês (representa 11% do salário mínimo que é reajustado no início de cada ano).00 fixos por mês se a atividade for prestação de serviços.Para o Estado: R$ 1.Para a Previdência: R$ 56.Micro empreendedor Individual Custos após a formalização Após a formalização. . . . o empreendedor terá o seguinte custo: .00 fixo por mês se a atividade for comércio ou indústria.Para o Município: R$ 5.

Documento de Arrecadação do Simples Nacional.Micro empreendedor Individual   Pagamento O pagamento desses valores será feito por meio de um documento chamado DAS . O pagamento será feito na rede bancária e casas lotéricas. Esse documento pode ser gerado por qualquer pessoa em qualquer computador ligado à Internet. que é gerado pela Internet. . até o dia 20 de cada mês.

que nesse caso será gratuita.Micro empreendedor Individual  Importante Lembre-se de que toda atividade a ser exercida. . O SEBRAE é outro parceiro que oferecerá orientação de graça sobre a formalização. mesmo na residência. necessita de autorização prévia da Prefeitura.

11% do salário mínimo. Com essa cobertura o empreendedor estará protegido em casos de doença. salário-maternidade. hoje R$ 56. aposentadoria por idade após carência. pensão e auxilio reclusão).  . acidentes.Micro empreendedor Individual Cobertura previdenciária Cobertura Previdenciária para o Empreendedor e sua família (auxílio-doença.10. além dos afastamentos para dar a luz no caso das mulheres e após 15 anos a aposentadoria por idade. com contribuição mensal reduzida . A família do empreendedor terá direito à pensão por morte e auxílio-reclusão.

valor total de R$ 56. O empregado contribui com 8% do seu salário para a Previdência.10. Esse benefício permite ao Empreendedor admitir até um empregado a baixo custo.Micro empreendedor Individual Contratação de um funcionário com menor custo Poder registrar até 1 empregado.3% Previdência e 8% FGTS do salário mínimo por mês.  . com baixo custo . possibilitando desenvolver melhor o seu negócio e crescer.

ou seja.Micro empreendedor Individual Isenção de taxas para a registro da empresa  Isenção de taxa do registro da empresa e concessão de alvará para funcionamento.  .  Todo o processo de formalização é gratuito. o Empreendedor se formaliza sem gastar um centavo.

 . fazendo uma única declaração por ano sobre o seu faturamento que deve ser controlado mês a mês para ao final do ano estar devidamente organizado.  Ausência de burocracia para se manter formal.Micro empreendedor Individual Ausência de burocracia  Obrigação única por ano com declaração do faturamento.

Micro empreendedor Individual   Acesso a serviços bancários. Caixa Econômica Federal. Esses Bancos estão estudando formas de atender as necessidades dos Empreendedores com redução de tarifas e taxas de juros adequadas. inclusive crédito Com a formalização o Empreendedor terá condições de obter crédito junto aos Bancos. . principalmente Bancos Públicos como Banco do Brasil.

ISS.Micro empreendedor Individual    Redução da carga tributária Baixo custo para se formalizar.00 atividade de serviços . sem surpresas.00 atividade de comércio .ICMS e R$ 5. O custo da formalização é de fato muito baixo. pois o seu negócio contará com apoio creditício e gerencial. . sendo valor fixo por mês de R$ 1.10 por mês. lhe dará condições de crescer. além da tranqüilidade para trabalhar em razão da cobertura Previdenciária própria e da família. No máximo R$ 62. O valor pago ao INSS tem o objetivo de oferecer cobertura Previdenciária ao Empreendedor e sua família a baixo custo. Além de permitir ao Empreendedor saber quanto gastará por mês. fixo.

sem burocracia. uma única Declaração de faturamento. a formalização é rápida e simples. Após a formalização o empreendedor terá de fazer. também de forma fácil e simples através da Intenet. anualmente.Micro empreendedor Individual Controles muito simplificados  Controles simplificados (não há necessidade de contabilidade formal).  Além do custo reduzido.  .

Para o empreendedor Individual essa autorização (licença ou alvará) será concedida de graça. industrial ou de serviço precisa de autorização da Prefeitura para ser exercida. o mesmo acontecendo para o registro na Junta Comercial. .Micro empreendedor Individual    Emissão de alvará pela internet Alvará de localização da prefeitura. Toda atividade comercial. sem o pagamento de qualquer taxa. evitando que seu empreendimento seja embargado (assunto a ser tratado na Prefeitura do Município).

.Micro empreendedor Individual    Assessoria gratuita Assessoria gratuita para o registro da empresa e a primeira declaração anual simplificada pelas empresas de Contabilidade optantes do SIMPLES. haverá uma rede de empresas contábeis que irão prestar assessoria de graça. Na formalização e durante o primeiro ano como Empreendedor Individual. como forma de incentivar e melhorar as condições de negócio do País e até como forma de quebrar o tabu de que contador custa caro.