Câmaras e Pilares

Disciplina: Lavra de Mina Subterrânea Bruna Lima Hyrck Raphael Paulo Misael Richardson Freire Rilnan Sepúlveda

 Minério horizontalizados (estratiforme ou lenticulares). ouro.Utilização  Método de realces autoportantes. calcário. sal. etc. manganês. .  Empregado em Minas de carvão. cassiterita.

.

Disposição dos pilares .

Disposição dos pilares .

Disposição dos pilares .

Influência da Área .

Condição dos Pilares .

desde que a espessura da camada permita a operação de equipamentos no seu interior .Câmaras e Pilares  Método que se presta bem a mecanização.

Pilares de pedra são deixados para suportar o telhado da câmara. . ou quarto e pilar sl).  Os organismos utilizados na horizontal ou suavemente mergulhando (capas). Estes podem ser organizados em uma base regular (quarto e ss pilar) ou irregular (pilares casuais . O método de câmaras e pilares (quarto e pilar ).

 Essa irregularidade na geometria do método impede a normalização do sistema de explotação e com isso sobe o custo deste. etc.  É um método antiquado e só é aplicável em condições muito favoráveis .Câmaras com pilares ocasionais  A principal característica é deixar pilares em zonas estéreis ou de menor teor no depósito ou em zonas com problemas de estabilidade de teto. fenômenos de “estalo” de rochas. com distribuição aleatória e ocasional.  Em minas profundas os pilares ocasionais são causa de forte concentração de tensões dando lugar a transtornos como caimentos súbitos.

A função básica do pilar é suportar o teto da câmara. circular ou retangular. .Câmaras com pilares sistemáticos  É um método com pilares dispostos segundo um esquema geométrico regular.  Os mesmos podem ser de seção quadrada.

. com inclinação entre 0 e 30º.Aplicação indicada em jazimentos fechados.

descendente ou .Perfuração  Perfuração mecanizada ascendente): • Minerador contínuo substitui perfuração e detonação. (frontal.

quando em rochas duras.  Em rochas brandas. normalmente utilizase a perfuração rotativa. como o carvão. Em geral são utilizados furos com diâmetros entre 40 mm (marteletes) ou 45 a 51 mm (jumbos). A perfuração. pode ser feita através de carretas de perfuração tipo jumbo ou marteletes pneumáticos. .

devido ao menor atrito entre o ar e as paredes das galerias. pilares nas explotações (maior  Melhora a ventilação.  Menor risco de danos a perfuração prévia.  Pilares limitam os vãos das aberturas e promovem a sustentação do teto. de dimensões e formas adequadas. .Desmonte  Desmonte com o avanço de aberturas paralelas.  Deixam-se porções do minério para formar pilares.  Algumas vantagens:  Menores dimensões dos recuperação do jazimento).

 .  Os caminhões são rebaixados e articulados e variam em capacidade.Carregamento e Tranporte Vias de transporte abertas na lapa para esse fim através de caminhões ou trens que podem receber o material desmontado. normalmente de 15t a 50t.

O transporte pode ser feito a partir dos próprios realces (chute). LHD a diesel ou elétricas de 0.75 a 11 m³. .    Descarregando em correias transportadoras.

 Boa ventilação iluminação. Alta seletividade.    Possibilidade de lavrar níveis simultâneos. caso haja pilares mal alinhados. Mecanização facilitada.Vantagens  X  Desvantagens Problemas de instabilidade com encaixante incompetente. e .  Acúmulo de tensões. Perda de minério.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful