You are on page 1of 30

JALECO

TODO O MATERIAL E EPI COMPLETO

VACINA

3ª AVALIAÇÃO

* Avaliação dos atendimentos dos dias 25/10, 01/11, 08/11 e 22/11 (somados e divididos por 4) *Avaliação dos prontuários

* Média será a somatória das duas atividades dividida por 2

Pontualidade/ duração das aulas/ Frequência
(4 faltas por dia) Faltas no período de avaliações Roupa branca COMPLETA Duplas Orientadores Preenchimento dos prontuários Atenção ao cronograma

     

Kit de caneta de alta e baixa rotação  Material de exame clínico (caixa perfurada, espelho, pinça, explorador, sonda OMS)  Bandeja de inox  Escova de Robson e taça de borracha  Tensiômetro e estetoscópio

  

Papel filme (Rolopac)
Detergente enzimático

Canetas coloridas (lápis de cor ou
hidrocor) Sacos de dindim Sacos de sanduíche Prancheta de madeira Canudos Luvas de borracha

    

Escova para lavagem de material  Depósito plástico perfurado  Escovas de dentes para dar ao paciente  Creme dental comum  Fio dental  Recipiente para detergente enzimático  Recipiente para álcool  Avental descartável  Equipamento de proteção individual

  

Mudanças no currículo e projeto pedagógico Interdisciplinaridade Integração curricular/ currículo interdisciplinar

Formação generalista, humanista, crítica,
reflexiva

Aptidão: prevenção, promoção, proteção e
reabilitação da saúde

Diálogo e troca de conhecimentos, de análises
e métodos entre duas ou mais disciplinas Transferência de métodos de uma disciplina para outra

Qual tratamento é necessário? Quais são as especialidades?

CD- promoção a saúde Controlar fatores etiológicos e determinantes das doenças

Equilíbrio do processo saúdedoença

Mudança na percepção e no entendimento das reais necessidades clínicas e das prioridades do tratamento dos pacientes Paciente com atividade de cárie: visão cirúrgico-curadora: restaurar as lesões cavitadas – ttt sequelas (sem interferência na atividade de doença em si)

Paciente continua doente

Paciente com atividade de cárie: Promoção de saúde controle de atividade de cárie/ controle dos fatores etiológicos e determinantes/ instrução e aconselhamento de dieta c
Paciente tratado da doença cárie

Equilíbrio do processo saúdedoença

Objetivos e metas

Reconhecimento e identificação das condições de saúde do paciente (anamnese, exames clínicos e complementares) Diagnóstico das alterações de saúde do paciente em relação a atividade de doença Planejamento terapêutico – elaboração e organização de um plano de tratamento integrado

Objetivos e metas
 

Realização da fase inicial do tratamento Tratamento das necessidades odontológicas e sequelas presentes Monitoramento e avaliação da capacidade e qualidade da mudança comportamental do paciente em relação a sua saúde Manutenção das condições de saúde obtidas com o tratamento ao longo do tempo

Fase inicial do tratamento
   

Controle da atividade de doença – estabilidade Odontologia tradicional x odontologia integral Orientação e educação para saúde Sucesso do tratamento – participação do paciente

Execução do tratamento
   

IPV e ISG – realizados periodicamente Questionamentos sobre a dieta Resolução de sequelas Devolução morfológica, funcional e estética

Término do tratamento
 

Avaliação do estado de saúde Aprendizado em relação á mudança de hábitos Avaliar a inativação de lesões Equilíbrio do processo saúde-doença

 

Conferir o suprimento de todas as
necessidades de tratamento

CLÍNICA INTEGRADA NÍVEL I

ESTOMATOLOGIA

CARIOLOGIA

PATOLOGIA ORAL

IMAGENOLOGIA

A integração curricular e interdisciplinaridade permitem que se consiga pôr em prática a integralidade e humanização

“A EDUCAÇÃO EM SAÚDE É A BASE DA MUDANÇA”
Coelho de Souza (2009)