You are on page 1of 26

MICHELÂNGELO CARAVAGGIO – ITÁLIA, 1571 - 1610

"A INCREDULIDADE DE SÃO TOMÉ" (1599) .

1599-1660 .DIEGO VELASQUEZ – ESPANHA.

1632 .Cristo crucificado.

Frederico Ludovice .

.

.

.

Igreja de São Francisco. Salvador .

.

o Aleijadinho .Antônio Francisco Lisboa.

.

.

.

.

.

.

.

Literatura barroca .

.

" [Fugindo da Bahia] "(.. porque o tempo fugitivo.(.. pára em meio do caminho.cerimoniosos vadios.)" .Gregório de Matos 1636-1696 Eu-lírico profano: desmoraliza o clero e a sociedade em tom irônico e humorístico.)Ausentei-me da Cidade Porque esse Povo maldito me pôs em guerra com todos e aqui vivo em paz comigo.políticos enfadonhos. que não vejo neste tão doce retiro hipócritas embusteiros velhacos entremetidos... Não me entram nesta palhoça visitadores prolixos. Graças a Deus. por ver minha solidão. Aqui os dias não me passam... "Esse povo maldito.

.. vos tenho a perdoar mais empenhado. Se uma orelha perdida e já cobrada. que vos há ofendido. de vossa alta clemência me despido. Se basta a vos irar tanto um pecado. a abrandar-vos sobeja um só gemido: que a mesma culpa. perder na vossa ovelha a vossa glória .Eu-lírico religioso dirige-se a Jesus. Senhor.. a ovelha desgarrada. cobrai-a. vos tem para o perdão lisonjeado. como afirmais na sacra história. pastor divino. e não queirais. Senhor. eu sou. humilde e arrependido PEQUEI. porque quanto mais tenho delinqüido. glória tal e prazer tão repentino vos deu. SENHOR. Pequei. mas não porque hei pecado.

Eu-lírico amoroso lamenta a efemeridade da vida e do amor À Dona Ângela Anjo no nome. da rama florescente? E quem um anjo vira tão luzente. Posto que os anjos nunca dão pesares. Ser Angélica flor. senão em vós. Isso é ser flor e anjo juntamente. se uniformara? Quem veria uma flor. . e a minha guarda. Sois Anjo que me tenta. e Anjo florente Em quem. Angélica na cara. e não me guarda. Mas vejo que tão bela e tão galharda. que não a cortara Do verde pé. Livrara eu de diabólicos azares. Que por seu deus não idolatrara? Se como Anjo sois dos meus altares Fôreis o meu custódio.

falte a firmeza. Porém se acaba o Sol. Na formosura não se dê constância. e não dura mais que um dia. por que nascia? Se formosa a Luz é. Começa o mundo enfim pela ignorância. Depois da Luz se segue a noite escura.Nasce o Sol. Em tristes sombras morre a formosura. e na Luz. por que não dura? Como a beleza assim se transfigura? Como o gosto da pena assim se fia? Mas no Sol. E na alegria sinta-se tristeza. E tem qualquer dos bens por natureza A firmeza somente na inconstância . Em contínuas tristezas a alegria.

Certas Coisas Lulu Santos Não existiria som Se não houvesse o silêncio Não haveria luz Se não fosse a escuridão A vida é mesmo assim. Tem certas coisas que eu não sei dizer. Como quem ouve uma sinfonia De silêncios e de luz. Tudo o que cala fala Mais alto ao coração. Somos feitos de silêncio e som. Silenciosamente eu te falo com paixão. Eu te amo calado. Dia e noite. ... não e sim..... Nós somos medo e desejo. Cada voz que canta o amor não diz Tudo o que quer dizer.