Aula 01 Estruturas Lógicas

que pode ser verdadeira ou falsa.   As estruturas lógicas são formadas por proposições. ou seja. Proposição é uma sentença. é algo que se declara. que é o valor lógico. As estruturas lógicas podem ser:  Simples (Joana é Auditora Fiscal da Receita Federal)  Compostas (Pedro é analista e Carla e auditora) conectivo .

. e uma  Só será verdadeira se as duas proposições forem verdadeiras. Conjunção „e‟ símbolo „^‟  Ex: Filho vou lhe dar uma bicicleta bola.

Se as duas proposições forem falsas.   Basta que apenas umas das proposições seja verdadeira. então a estrutura será falsa. Disjunção „ou‟ símbolo „v‟  Filho vou lhe dar uma bicicleta ou uma bola. .

 Para ser verdadeira. apenas uma deve ser verdadeira. . Disjunção Exclusiva „ou…ou‟ „⊻‟  Ou João é culpado  ou é inocente. Uma proposição exclui a outra.

Só há uma forma de ser falso. Condicional „se…então‟ „p q‟   Se nasci em Curitiba. V F (inadmissível)  . então sou paranaense. se a primeira for verdadeira e a segunda falsa.

a segunda também deve ser verdadeira para ser verdade. Se a primeira é falsa.   . Bicondicional „…se e somente se…‟ p q Se a primeira é verdadeira. a segunda também deve ser falsa para ser verdade.

então sou paranaense. será sempre necessária para o que está no início.    . A primeira será condição suficiente para o complemento. Aquilo que ocupa a segunda posição da estrutura condicional. Se nasci em Curitiba. Basta que eu tenha nascido em Curitiba para eu ser paranaense.

para B. Se a questão citar suficiente e necessária ao mesmo tempo. então B. nec. suf.I suficiente  II necessária    Nascer em Curitiba é condição suficiente para ser paranaense. então será BICONDICIONAL . Se A. Para A. I II B é cond. A é cond. Ser paranaense é condição necessária para nascer em Curitiba.

. O enunciado apresenta uma frase e pede que encontre entre as alternativas uma outra frase que seja do ponto de vista lógico. equivalente à do enunciado.

inverte e conserva o conectivo  Equivalência da Disjunção A ou B = B ou A .inverte e conserva o conectivo . Equivalência da Conjunção A e B = B e A .

transforma em uma conjunção . Equivalência da Bicondicional A A B=B B = (A A A) .inverte e conserva o conectivo B) e (B .

 Equivalência da Condicional (+ importante) A B = ~B ~A .inverte e troca o “sinal” REGRA DO: INVERTE E TROCA a posição o sinal .transforma em outra condicional .

mantém as posições e troca o sinal da primeira. A ou B = ~ A B .transforma em promessa do “ou”. mantém as posições e troca o sinal da primeira. . Ainda na condicional: A B = ~ A ou B .transforma em promessa de condicional.

OBS: Leis de De Morgan . .negam-se as duas partes e troca-se o conectivo pelo “e”.OBS: não confundir equivalência com negação. ~ (A e B) = ~ A ou ~ B ~ (A ou B) = ~ A e ~ B . 2. 1.negam-se as duas partes e troca-se o conectivo pelo “ou”.

3.nega-se a segunda e troca-se o conectivo pelo “e”. . + importante ~ (A B) = A e ~ B .

. • algum…não = ao menos um = pelo menos um… ~ (Algum poeta é rico). Nenhum poeta é rico. Algum poeta não é rico.~ ( Todo poeta é rico).

~ (nenhum) = algum III.I . ~ (todo) = algum…não . ~ (algum) = nenhum II.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful