You are on page 1of 18

Acidente Vascular cerebral (AVC

)

.

que pode provocar lesão celular e alterações nas funções neurológicas. embora o quadro neurológico destas alterações . mental. As manifestações clínicas subjacentes a esta condição incluem alterações das funções motora. perceptiva.Acidente Vascular Cerebral é um derrame resultante da falta ou restrição de irrigação sanguínea ao cérebro. sensitiva. da linguagem.

.possa variar muito em função do local e extensão exacta da lesão (Sullivan. 1993). Apresenta-se como a 2ª causa de morte no mundo. O AVC é a principal causa de incapacidade neurológica dependente de cuidados de reabilitação e a sua incidência está relacionada com a idade.

.O AVC é uma ameaça à qualidade de vida na velhice não só pela sua elevada incidência e mortalidade. mas também pela alta morbilidade que causa. implantando-se frequentemente em pessoas já com problemas físicos e/ou mentais.

É uma patologia que atinge mais a raça negra. especialmente a faixa etária mais jovem .Também afecta na sua maioria aos idosos mas existe uma percentagem de 20% dos AVC’s que ocorre em indivíduos abaixo dos 65 anos. .

interferindo com as funções neurológicas dependentes daquela região afetada. produzindo uma .Podemos dividir o acidente vascular cerebral em duas categorias: O acidente vascular isquêmico consiste na oclusão de um vaso sangüíneo que interrompe o fluxo de sangue a uma região específica do cérebro.

sintomatologia ou deficits característicos. Em torno de 80% dos acidentes vasculares cerebrais são isquêmicos. com outros fatores complicadores tais como aumento da pressão intracraniana. entre outros. edema (inchaço) cerebral. levando a sinais . No acidente vascular hemorrágico existe hemorragia (sangramento) local.

tabagismo. fibrilação atrial. hiperlipidemia. diabete. doença cardíaca. Em torno de 20% dos acidentes vasculares cerebrais são hemorrágicos. .nem sempre focais. Causas: a hipertensão arterial.

Outros fatores que podemos citar são: o uso de pílulas anticoncepcionais.. Sintomas : Vão depender de cada paciente e do tipo De AVC e idade. álcool ou outras doenças que acarretem aumento no estado de coagulabilidade (coagulação do sangue) do indivíduo. .

Podemos citar alguns: -Fraqueza – em pernas. alarma os pacientes e geralmente os leva a procurar avaliação médica. braços e face. -Distúrbios Visuais: A perda da visão em um dos olhos. principalmente aguda. O paciente pode ter uma sensação de "sombra'' ou "cortina" ao enxergar ou ainda pode apresentar cegueira .

-Linguagem e fala (afasia): .transitória (amaurose fugaz). a sensibilidade é subjetiva. -Perda sensitiva: A dormência ocorre mais comumente junto com a diminuição de força (fraqueza). confundindo o paciente.

-Convulsões: Nos casos da hemorragia intracerebral. do acidente vascular dito hemorrágico. levando a pessoa ao coma. O hematoma pode crescer. . causar edema (inchaço). atingindo outras estruturas adjacentes. Pode acontecer uma hemiparesia (diminuição de força do lado oposto ao sangramento) . além de desvio do olhar.

Os sintomas podem desenvolver-se rapidamente em questão de minutos.Tratamento preventivo. Tratamento: Existem 3 tipos de tratameto: 1.Tratamento do acidente vascular cerebral agudo. 2. 3.Tratamento de reabilitação pós AVC. .

como uma Hemiparesia ( fraqueza de um lado do corpo) ou uma Hemiplegia(Paralisia completa de um lado do corpo). Muitos pacientes tem problemas emocionais como a Depressão. . A repetição do AVC é frequente.Sequelas são acometimentos de um paciente após um AVC. pode Ocorrer dentro de 5 anos.

A. Medicação (sequelas neurológicas)  Cabamazepina  Gardenal  Alem de medicações especificas para controle P. onde evitará possíveis novos avc’s .

9% .Cuidados de enfermagem  Administrar medicações conforme PM  controlar os ssvv  Controle hidroelétrolitico  Aplicação da escala de Glascow pelo enfermeiro  Suporte nutricional por sonda e via oral  Mudança de decúbito (prevenindo úlceras de pressão)  Manter vias aéreas pérvias  Elevar as grades da cama  Nos paciente inconscientes fazer limpeza ocular com SF0.

a ética profissional vem acima de tudo”. e quando esse paciente acordar vai saber o que falamos perto dele. . portanto. E lembre-se sempre: “ A audição é o ultimo sentido que perdemos em questão de morte ou coma. As palavras tem poder cuidado com seu dizer.