You are on page 1of 73

XVIII Curso de Inverno de Atualização em Dependência Química

Hospital Mãe de Deus

Irani de Lima Argimon
1

Irani de Lima Argimon
2

A

Neuropsicologia é um campo da ciência que estuda as relações entre as funções psíquicas e comportamentais e o encéfalo, visando estabelecer correlações de base funcional e topográfica (Lesak, 1995; Barbizet & Duizabo, 1985).

3

 “Ciência aplicada que se ocupa da expressão comportamental das disfunções cerebrais de causa orgânica” (MATTOS. 1993) 4 .

estabelecer inter-relações entre estes déficits. determinar como eles afetam o funcionamento geral do indivíduo. correlacionar déficits específicos e neuropatologia. sua gravidade e extensão.É utilizada atualmente para identificar déficits. 5 .

proporcionando uma análise quantitativa e qualitativa do funcionamento cerebral e possibilitando a comparação com indivíduos da mesma idade.Permite estabelecer a existência e avaliar a magnitude de alterações cognitivas secundárias à lesão cerebral. sexo. escolaridade 6 .

visual. de destreza visuo-motora. de cálculo. 7 . de abstração. expressão oral e escrita)  Capacidade de planejamento. remota)  Linguagem (compreensão oral e leitura.O conjunto de testes pretende cobrir os diferentes domínios cognitivos como:  Atenção (verba e visual)  Memória (verbal.entre outros. de raciocínio lógico. recente. percepção visual.

adquiridas (TCE). temporárias e diminutas (seqüelas resultantes do abuso de drogas e álcool). que podem ser congênitas. permanentes. difusas (Doença de Alzheimer). localizadas (tumores e epilepsia). Atualmente é freqüente a prática de solicitação de exame neuropsicológico para avaliar as lesões e disfunções cerebrais. 8 .

É possível utilizar a Avaliação Neuropsicológica:  Formulação de diagnóstico  Reabilitação cognitiva  Pesquisa clínica  Acompanhamento e documentação do estado do paciente em tratamento  Confecção de documentos legais ( laudos periciais) 9 .

 Consiste na utilização de técnicas especiais de avaliação das funções cognitivas do indivíduo. na tentativa de correlacionar suas alterações à possíveis disfunções da atividade cerebral   Avalia prejuízos Cognitivos Avaliação Neuropsicológica: instrumento 10 eficaz na detecção de alterações mentais .

Fala Nutrição Avaliação de Medicamentos História Pessoal Atual e Pregressa Avaliação Sócio Familiar Indicadores de Violência Avaliação Ambiental DIAGNÓSTICO FUNCIONAL GLOBAL E ETIOLÓGICO PLANO DE CUIDADOS (Ações Preventivas/Promocionais.Gnosia – Função Visuoespacial .Acuidade auditiva .Quedas COGNIÇÃO / HUMOR Memória – Linguagem – Função Executiva – Praxia . Curativas/Paliativas e Reabilitadoras) 11 .AVALIAÇÃO MULTIDIMENSIONAL Identificação Revisão dos Sistemas Fisiológicos Principais ATIVIDADES DE VIDA DIÁRIA Básicas (Auto-Cuidado) Instrumentais MOBILIDADE Equilíbrio – Marcha – Postura .Humor COMUNICAÇÃO Acuidade visual .

SUPORTE FAMILIAR Sistema músculoesquelético Sistema Nervoso Central LAZER Continência esfincteriana Sistema endócrino metabólico COGNIÇÃO Sistema gastrointestinal HUMOR Sono MOBILIDADE Nutrição Sistema gênitourinário COMUNICAÇÃO Sistema respiratório Pele e anexos Saúde bucal SUPORTE SOCIAL Sistema cardiovascular SEGURANÇA AMBIENTAL 12 .

tratamento psicoterápico e acompanhamento medicamentoso)  Avaliar a evolução do paciente no tratamento 13 . diagnóstico diferencial Indicação de estratégias para tratamento  Indicação para Tratamento (reabilitação cognitiva.Auxílio Diagnóstico Ex.

  Entrevista Observação } Informações  Hipóteses  Instrumentos específicos Fonte: Lezak (1995) 14 .

 Ferramentas de observação padronizada   Dados   Interpretação das observações clínicas 15 .

O desempenho nos testes cognitivos estão correlacionados com fatores idade educação inteligência 16 .

falta de registros adequados Interpretação dos testes ..dificuldades pré-morbidas .diferentes metodologias .características da droga utilizada 17 .

Estudos clínicos Diagnóstico Alterações cognitivas Plano de reabilitação 18 .

Estudos clínicos 19 .

Interesses .Conflitos 20 .Problemas .Entrevista Clínica .

será possível perceber. Em uma próxima etapa. por exemplo. quais desses danos se alteram com o aumento do período de suspensão do uso das drogas 21 . o profissional planeja analisar a influência do tempo de abstinência nos resultados encontrados. Os testes são capazes de indicar o grau de comprometimento cognitivo e permitem planejar ações de reabilitação mais eficazes. Assim.

Por isso. sem levar em consideração prejuízos muito maiores 22 . os usuários de drogas podem apresentar tendência a estarem mais ansiosos em relação aos que não usavam drogas  A ansiedade como traço de personalidade é uma característica  A cocaína tem a capacidade de deixar as pessoas ativadas e faz com que executem facilmente tarefas rápidas. muitos usuários sentem-se bem e têm vontade de continuar a consumi-la. No momento da realização dos testes.

nesta parte do teste. Análise do teste dos dígitos. quando se pede que a mesma seqüência seja pronunciada na ordem inversa. Mas. Isso ocorre em função da complexidade. no qual o participante precisa repetir uma seqüência de até oito números determinada pelo avaliador. 23 . os usuários de cocaína inalada costumam se sair muito bem. não conseguem repetir o bom desempenho.

traumas. Mudanças de qualidade de comportamento. uso de álcool ou drogas. Tipo de drogas que usa e o seus efeitos terapêuticos e secundários. Mudanças dos interesses. Mudanças de motivação. 24 .       Historia de doenças. Mudanças de respostas devido a stresses ou frustrações. Anotação de dados da entrevista e observações comportamentais.

 Se tem noção das suas dificuldades ou que o seu desempenho tem erros 25 demasiados. .  Ansiedade.  Se tem dificuldade em pensar palavras durante a aplicação dos instrumentos.  Se as instruções dadas são suficientes ou precisam de ser repetidas várias vezes.Durante a entrevista avaliar:  Depressão.  Interesse em fazer os testes.

Informação Geral
Atenção

Orientação Temporal-Espacial

Screening cognitivo breve

Linguagem

Memória de fixação
Recordação

Abstração
Cálculo

Construção
26

COGNIÇÃO

Funções Receptivas

Capacidade para selecionar, adquirir,
classificar e integrar a informação.

Permite a transformação de
impressões sensoriais sensoriais em

dados psicologicamente significativos.

27

Avaliação da Atenção e Memória

O exame da memória deve ser realizado após o exame da atenção, pois sabemos que esta é a função básica para sustentação das outras funções.  A avaliação da memória por sua vez deve possibilitar uma melhor delimitação da reserva de memória de cada um dos hemisférios cerebrais, isto é, da capacidade do hemisfério cerebral contralateral à lesão e/ou disfunção em suprir as funções do outro hemisfério
28

29 .COGNIÇÃO Atenção químicos costumam  Dependentes apresentar prejuízo da atenção quando o tempo de manutenção da atenção é prolongado.

armazenada e está acessível à evocação  APRENDIZADO: processo de aquisição de novas informações.COGNIÇÃO Memória e Aprendizagem  MEMÓRIA: quantidade total de informações que é registrada. 30 .

Comprometimento da aprendizagem de novas palavras.AUDITIVA   Déficit das memórias de curta e longa duração. Prejuízo na tentativa de lembrar-se de narrativas.  VISUAL  Há uma piora significativa na memorização dos estímulos visuais. 31 .

Hipótese Para o Déficit Cognitivo na Dependência Química  O comprometimento dos circuitos neuronais entre os centros subcorticais e o lobo frontal. teriam como conseqüência uma baixa ativação do lobo frontal (responsável pela tomada de decisões e processos de categorização e estruturação de estímulos ambientais) 32 .

33 . 1995). entre outras.COGNIÇÃO  Qualquer Pensamento operação mental que relacione dois ou mais bits de informação de forma explícita ou implícita (Lezak. solução de problemas e organização. abstração.  Envolve funções como juízo e raciocínio. formação de conceitos. planejamento.

34 .COGNIÇÃO  Meios Funções Expressivas pelos quais as informações são utilizadas para a comunicação ou transmissão.  Constituem o conteúdo total do comportamento observável. permitindo que a atividade mental seja inferida a partir dessas manifestações.

Declínio Cognitivo Infância e adolescência Adultez Velhice :  REDUÇÃO DA RESERVA HOMEOSTÁTICA  VULNERABILIDADE HEREDITARIEDADE FATORES AMBIENTAIS: Declínio Cognitivo Hábitos de vida – Fatores de risco Limiar de Incapacidade Idade 35 .

Maconha e principais áreas do funcionamento mental prejudicadas Cannabis and Cognitive Functioning (Solowij. 1998) Prejuízos em memória. atenção e funções executivas 36 .

2001) Prejuízos em memória e aprendizagem Persistência dos déficits até o 7o.Maconha e principais áreas do funcionamento mental prejudicadas Neuropsychological Performance in Long-term Cannabis Users (Pope et al. dia de abstinência Sem alterações no 28o. dia* 37 ..

Maconha e principais áreas do funcionamento mental prejudicadas  Prejuízos em memória e atenção  Quanto maior o uso. velocidade psicomotora e funções executivas  Persistência das alterações cognitivas após 1 mês de abstinência (Dose-related neurocognitive effects of marijuana us. Bolla et al... Solowij et al. piores as alterações cognitivas (Cognitive Functioning of Longterm Heavy Cannabis Users Seeking Treatment. memória (visual e verbal). destreza manual. 2002) 38 . 2002)  Alterações em atenção.

Declínio Cognitivo Infância e adolescência Adultez Velhice Transtorno Cognitivo Leve Uso de Substâncias Psicoativas Incapacidade Cognitiva Idade 39 .

Memória 40 .

TAREFAS MOTORAS:  Lentificação no tempo de reação a estímulos. Dificuldades no planejamento e na resolução de problemas. Comprometimento da análise visuo-espacial. 41  . PENSAMENTO ABSTRATO:   Decréscimos da flexibilidade cognitiva.

Definição de Funções Executivas  “Entende-se o conjunto de capacidades que possibilitam ao indivíduo engajar-se de maneira independente e autônoma em atividades dirigidas a metas”  Lezak propõe classificação do comportamento humano em três dimensões:  1) Intelecto = tratamento da informação  2) Emoção = sentimentos e motivação  3) Controle = atua como gerenciador dos demais sistemas funcionais  Agindo sobre a emoção e o intelecto. ou FE. permitem ao organismo gerar comportamentos eficazes e adaptativos 42 . as funções de controle.

Funções Cognitivas         Atenção Funções Motoras Funções Visuais Memória Funções Executivas Praxia Construtiva Linguagem Nível Intelectual 43 .

Cérebro e Funções Cognitivas Decision Making ou Tomada de Decisões Fonte: NIDA (adaptado) 44 .

Achados neuropsicológicos relacionados com Disfunção Executiva        Instrumentos neuropsicológicos. comprometendo a memorização Baixa flexibilidade conceitual Ineficácia na memória de trabalho Dificuldade de planejamento Reduzida capacidade de abstração 45 .relatos incluem:  atenção voluntária ( seletiva e sustentada) Falta de estratégias de aprendizado.

O usuário corre risco de morte súbita ou por overdose. 46 . Entre os sintomas físicos estão aumento de temperatura. hipertensão. O uso da droga pode produzir sintomas mentais como irritabilidade. taquicardia e até convulsões. delírios e alucinações.Aprendizagem Comprometida  Sabe-se que as regiões cerebrais mais comprometidas com o uso da cocaína são os lobos frontal e temporal. agressividade.

Cognição “Lapsos de memória” Ausência de déficit cognitivo Percepção mais aguçada Baixo potencial cognitivo Transtorno Cognitivo Leve INCAPACIDADE COGNITIVA Declínio Cognitivo: LENTIFICAÇÃO DOS PROCESSOS COGNITIVOS Redução da Atenção Comprometimento da Memória de Trabalho Maior dificuldade no resgaste das informações aprendidas Redução da memória prospectiva Uso de Substâncias 47 .

Como se faz uma avaliação Neuropsicológica  Anamnese  Bateria de testes psicométricos padronizados e normatizados  Avaliação funcional .tarefas  Interpretação dos resultados  Perfil neuropsicológico  Hipótese etiológica 48 .

comportamental e de personalidade do paciente Estabelecer o diagnóstico Levantar hipóteses sobre o prognóstico Distinguir e classificar os resultados obtidos em funcionais ou estruturais Definir o hemisfério dominante para linguagem Estabelecer o nível intelectual do paciente.Passos da Avaliação Neuropsicológica       Estabelecer o nível de base do funcionamento cognitivo. 49 .

Parte A e B: Atenção  URICA: University of Rhode Island Change Assessment Scale  Escalas de Avaliação uso de Drogas (diversas) 50 .2 : Teste de Atenção Concentrada  AC : Teste de Atenção Concentrada  Stroop: Atenção. Funções Executivas  Trail Making Test . WAIS III : Escala Wechsler de Inteligência  WMS R : Escala de Memória de Wechsler  d .

BSI 51 . BPR- 5 Bateria de Provas de Raciocínio  Figuras Complexas de Rey  Lista de Palavras de Rey  Teste de Winsconsin (WCST)  MEEM ( Screening Inicial)  Teste Gestáltico Visomotor de Bender  Escalas Beck – BDI – BAI – BHS .

da capacidade de concentração e análise da flutuação da atenção.d – 2 Teste de Atenção Concentrada Teste de cancelamento que tem como objetivo a medida de atenção concentrada.  52 .

Teste de Atenção Concentrada numa seqüência de 12 símbolos diferentes. num tempo prédeterminado. solicitando-se ao analisado. escolhidos previamente ao acaso ( Cambraia).AC. que marque todas as ocorrências (147 ao todo) de 3 dos 12 símbolos.  Consiste 53 .

Figuras Complexas de Rey  Teste de cópia e reprodução de memória de figuras geométricas complexas que visa avaliar a atividade perceptiva e a memória visual. verificar o modo como as pessoas aprendem os dados perceptivos que lhe são apresentados 54 .

Atenção STROOP TEST . sempre que o indivíduo apresentar uma dificuldade para inibir respostas previamente aprendidas. 55 .Parte I Tem como objetivo avaliar a presença de comprometimentos pré-frontais. A tarefa proposta pelo teste indica que o sujeito nomeie as cores e não as palavras.

Atenção STROOP TEST .Parte II CADA HOJE NUNCA TUDO CADA NUNCA NUNCA TUDO CADA HOJE NUNCA TUDO HOJE NUNCA TUDO CADA HOJE CADA TUDO CADA HOJE NUNCA TUDO HOJE 56 .

Parte III MARROM AZUL AZUL VERDE ROSA MARROM VERDE ROSA MARROM VERDE ROSA AZUL VERDE ROSA AZUL MARROM MARROM ROSA VERDE AZUL AZUL ROSA VERDE MARROM 57 .Atenção STROOP TEST .

Parte A) FIM 8 7 INÍCIO 2 4 3 5 58 1 6 .Instrumentos de Avaliação  Atenção EXEMPLO (Trail Making Test .

Atenção dividida  (Trail Making Test .Parte B)  EXEMPLO FIM D A INÍCIO 4 1 C 2 B 3 59 .

Teste de Classificação de Cartas de Wisconsin: avalia o raciocínio abstrato e a habilidade para trocar estratégias cognitivas como resposta a eventuais modificações ambientais. que requer habilidade para desenvolver e manter estratégias de solução de problemas que implicam trocas de estímulos. (Soprano.2003). Pode ser considerada uma medida da função executiva. 60 .

WCST: WISCONSIN 61 .

para alunos da 1ª à 3ª séries do Ensino Médio. criar conceitos e compreender implicações. utilização de conceitos previamente aprendidos.  RV – Raciocínio Verbal: extensão e profundidade do conhecimento verbal vocabular.  RA – Raciocínio Aritmético: capacidade de raciocínio em situações novas. para alunos da 6ª à 8ª séries do Ensino Fundamental e Forma B. 62 .BPR-5 Bateria de Provas de Raciocínio  Bateria composta por cinco subtestes: Forma A.

  63 . divisão e manipulação de símbolos numéricos. RM – Raciocínio Mecânico: conhecimentos práticos mecânicos. RE – Raciocínio Espacial: habilidade de representar e manipular imagens mentais.BPR-5 Bateria de Provas de Raciocínio  RN – Raciocínio Numérico: compreensão de conceitos quantitativos básicos como soma. subtração. multiplicação.

.... Linguagem 3 (0-3): siga o comando: Pegue o papel com a mão direita......DIA DA SEMANA 2.CANETA 6.... Linguagem 6 (0-1): copiar o desenho....... NEM ALI........... coloque-o em cima da mesa.......... Linguagem 2 (0-1): repetir: NEM AQUI.......CIDADE ... NEM LÁ 8...... Evocação (0-3): três palavras anteriores: PENTE – RUA ........ 11. Orientação temporal (0-5): ANO – ESTAÇÃO .. Cálculo...... Linguagem 1 (0-2): nomear um RELÓGIO e uma CANETA 7....... Registro (0-3): nomear: PENTE .tirar 7 (0-5): 100-93-86-79-65 5.LOCAL ANDAR 3...MÊS – DIA ... Linguagem 4 (0-1): ler e obedecer: FECHE OS OLHOS 10....... Orientação espacial (0-5): ESTADO – RUA .RUA – CANETA 4...Mini-Exame do Estado Mental (MEEM) 1.. Linguagem 5 (0-1): escreva uma frase completa ....... 9. 64 . dobre-o ao meio.........

Teste Visomotor de Bender  Medida de maturação visomotora ou perceptual. 65 . investigação de alterações do desenvolvimento neurológico. triagem de comprometimento orgânico-cerebral. problemas de ajustamento.

e não pode ter um cilindro em cima do outro em tamanho menor. 66 .Torre de Hanói As condições para a realização dos movimentos são de mover os cilindros um de cada vez. A Torre de Londres e de Toronto são similares a Torre de Hanói.

67 .

III ESTRUTURA QIT QIV QIE ICV Vocabulário Semelhanças Informação Compreensão IMT Dígitos Aritmética Seqüência de Letras e Números IOP Cubos Raciocínio Matricial Completar Figuras Arranjo Figuras IVP Código Procurar Símbolos 68 8 .WAIS.

69 .

WMS–III Memória Imediata Memória Geral Memória de Trabalho Auditory Visual Auditory Visual Immediate Immediate Delayed Delayed Auditory Recognition Delayed 70 5 .

capacidade de aprendizagem. 71 . concentração. atenção. memória. percepção e percepto motoras. fala e comunicação. resposta motora. funções executivas  Os resultados das avaliações devem ser descritos numa maneira que não só descreve os problemas encontrados como também possíveis modelos teóricos para se poder determinar as melhores intervenções terapêuticas. velocidade de processamento de informação.Resultados: Laudo  O relatório deve mencionar tanto as fraquezas como as destrezas das competências cognitivas e comportamentais tais como:  Função intelectual.

produção teórica) Adaptação dos testes neuropsicológicos para a língua portuguesa Adaptação e padronização dos testes neuropsicológicos para realidade sócio-cultural brasileira Desenvolvimento de material de reabilitação apropriado e específico Atualização profissional sistemática Criação de serviços de neuropsicologia em hospitais. clínicas especializadas e cursos de especialização Incentivo governamental 72 .Necessidades Atuais        Atualização do material disponível sobre a área (revisão e confecção de novas testagens.

73 .Considerações Finais  A avaliação neuropsicológica evidencia que alterações funcionais de determinadas áreas cerebrais (principalmente as do córtex préfrontal) traduzem-se clinicamente como déficits cognitivos na dependência química.