You are on page 1of 21

PROCESSOS

Profa. Priscila Facciolli
Sistemas Operacionais

Sumário
 O que é processo?  Elementos básicos de um processo;
Contexto de Hardware; Contexto de Software; Espaço de endereçamento;

      

Bloco de Controle do Processo (PCB) Estados de um processo; Mudança de estado dos processos; Processos Foreground e Processos Background; Processos do SO; Processos CPU/Bound e I/O Bound; Exercícios.
Sistemas Operacionais

Neste sistema. o processador executa a tarefa durante um Time Slice e. onde se atende diversas tarefas dos usuários e se mantém informações a respeito de vários programas que estão sendo executados concorrentemente. no instante seguinte pode processar outra tarefa.O que é Processo? Surgiu na década de 60 o conceito de SO multiprogramáveis e Time Sharing. não lhe falte nenhuma informação para continuar seu processamento Sistemas Operacionais . A cada troca de tarefa é necessário salvar todas as informações da tarefa que foi interrompida para quando ela retornar a ser executada.

Nenhum programa é executado diretamente na Memória Principal e sim. Também pode ser definido como sendo o ambiente onde se executa um programa. conteúdo de registradores e espaço de memória é o Processo. dentro de um processo.O que é Processo? Quem mantém todas essas informações para execução de um programa. como por exemplo. o programa faria uso indiscriminado de qualquer área da Memória Principal. pois se não. efetuando operações de E/S indevidas comprometendo a integridade e a consistência dos dados Sistemas Operacionais .

Elementos básicos de um Processo Contexto de Software Contexto de Hardware Programa Espaço de Endereçamento Sistemas Operacionais .

SP (stack pointer) e bits de estado o Conteúdo destes registradores é salvo durante a troca de contexto (troca de processos) para posterior recuperação Sistemas Operacionais .Contexto de Hardware o Armazena o conteúdo dos registradores de uso gerais e específicos da CPU  PC (program counter).

Troca de Contexto Sistema Operacional Processo A Processo B executando Salva registradores do Processo A Carrega registradores do Processo B executando Salva registradores do Processo B Carrega registradores do Processo A executando Sistemas Operacionais .

etc Maior parte das informações localiza-se no chamado “arquivo de contas”. de uso do administrador do SO Contexto de Software composto por 3 grupos:  Identificação  Quotas  Privilégio Sistemas Operacionais 5/4 . Máximo de arquivos abertos. prioridade de execução. tamanho de buffer de E/S.Contexto de Software Especifica características e limites dos recursos alocados ao processo Ex: No.

de alocação de memória. de arquivos abertos. afetam demais processos e afetam o próprio SO (conta root) Sistemas Operacionais . máx.Contexto de Software o Identificação – única para cada processo e usuário  Process Identification (PID)  User Identification (UID) o Quotas – limites de cada recurso p/uso do processo  No. Nmáx de subprocessos. buffer máx p/ E/S. etc o Privilégios – ações permitidas ao processo  Dividem-se em privilégios que afetam o próprio processo. tamanho máx. Nmáx de operações de E/S.

Espaço de Endereçamento É a área da memória do processo onde o programa será executado. Estrutura de um Processo Detalhada nome PID owner (UID) prioridade de execução data/ hora de criação tempo de processador quotas Programa registradores gerais registrador PC Contexto de Software Contexto de Hardware registrador SP privilégios Espaço de Endereçamento registrador de status endereços de memória principal alocados Sistemas Operacionais .

suspensão. sincronização. Cada PCB mantém todas as informações de contexto do respectivo processo. alteração. Gerência de processos realizada exclusivamente através de System Calls  Criação.Bloco de Controle do Processo (PCB) Cada processo é implementado no SO através do Process Control Block. Todos os PCBs residem em área exclusiva da Memória Principal. etc Sistemas Operacionais . eliminação.

Sistemas Operacionais . .Bloco de Controle do Processo (PCB) ponteiros Estado do processo Nome do processo Prioridade do processo Registradores Limites de memória Lista de arquivos abertos . . . . . . .

relógio).  Geralmente organizados em listas encadeadas. Sistemas Operacionais . o Estado de espera (wait ou blocked)  Processo que aguarda algum evento externo ou liberação de recurso (ex: operação de E/S.Estados do Processo o Estado de execução  Processo que está sendo executado pela CPU o Estado de pronto (ready)  Processo aguardando para ser executado.  Escalonamento da fila (lista) a critério do SO.

quando ocorre interrupção devido ao término da fatia de tempo alocado para o processo que estava sendo executado Sistemas Operacionais .Mudanças de Estado do Processo o Processos mudam de estado em função de eventos gerados por ele próprio ou pelo SO.  De pronto para execução  De execução para espera  De espera para pronto o Nunca vai direto para estado de execução  De execução para pronto o Em geral.

Mudanças de Estado do Processo Estado de Execução b a d c Estado de Espera Sistemas Operacionais Estado de Pronto .

Mudanças de Estado do Processo Estado de Execução Estado de Término Estado de Espera Estado de Pronto Estado de Criação Sistemas Operacionais .

 Processos em background comunicação direta com usuário.  Processo em foreground possui canal de entrada em comunicação direta com usuário. Sistemas Operacionais não possibilitam . o Canais de entrada (input) e saída (output) podem estar associados a terminais. arquivos ou mesmo a outros processos.Processos Foreground e Background o Todo processo possui pelos menos um canal de entrada e um canal de saída a ele associado.

Processos Foreground e Background (a) Processo Foreground entrada saída terminal terminal (b) Processo Background entrada saída arquivo de entrada arquivo de saída Sistemas Operacionais .

 Contabilização de uso de recursos.Processos do SO o Arquitetura microkernel faz uso intensivo de processos que disponibilizam serviços para outros processos (aplicações e processos do SO) o Exemplos:  Auditoria e segurança.  Interface de comandos de linha (shell.) Sistemas Operacionais .  Serviços de rede.  Gerência de impressão.  Comunicação de eventos.

Processos CPU-bound x I/O-bound o Processos CPU-bound ficam maior parte do tempo no estado de execução e pronto o Processos I/O-bound ficam maior parte do tempo no estado de espera E/ S E/ S UCP UCP tempo (a) CPU-bound (b) I/ O-bound tempo Sistemas Operacionais .

4.Quais os estados que geralmetne um processo pode assumir em um SO? Explique.Quais as partes que compõem um processo? Definaas.Diferencie processos foreground e processos background.O que são processos? 2. Sistemas Operacionais .Exercícios 1. 5.Diferencie processos CPU-Bound e Processos I/O Bound. 3.