You are on page 1of 9

Como se desenvolveu o vestuário

O renascimento começou em Itália por volta do século XIV, e no resto da Europa durante o século XV e XVI. O número de artesãos e comerciantes aumentou rapidamente. Houve a queda do Império Bizantino, e a Europa ocidental passou à liderança da moda, e o vestuário foi-se tornando

Nobreza
• As rainhas tinham em regra geral armários recheados de magníficos vestidos, muitos deles bordados a ouro e pedras preciosas. • Os reis também se vestiam luxuosamente pois a riqueza dos trajes era uma das formas utilizadas pelos monarcas para

Povo
• O povo em geral vestia-se da mesma maneira. • Cobriam a cabeça, habitualmente com toucas ou coifas, por vezes com um sombreiro de abas largas ou barretes de feltro e pano.

• Vestiam também uns gibões compridos, calças de malha grosseira e mantos com capuzes de Inverno. • No vestuário masculino era hábito utilizar se pelotes, coletes, calças e sapatos. • No vestuário feminino era hábito utilizarem corpetes justos e

Clero
• O Clero vestia vestidos escuros, compridos e de lã, com capas igualmente escuras e compridas. Alguns andavam descalços, outros calçados com sapatos de couro e também possuíam terços e adereços da sua religião. • O clero também tinha diferentes estilos de trajes, desde o mais simples ao mais complexo, conforme a sua riqueza.

Os diferentes trajes que o clero utilizava:

Dominicano

Carmelita

Franciscano

Bizantino – Natural ou habitante de Bizâncio; Feltro – Espécie de tecido; Coifa- Pequena rede com que as mulheres amparam o cabelo; GibãoParte da vestidura que antigamente cobria o corpo dos homens desde o pescoço até à cintura; PelotePeça de vestuário semelhante a um casaco fechado usado pelos joelhos, e inicialmente

Trabalho realizado por. por

Andreia Gonçalves Nº- 3 Pedro Lourenço Nº- 15 Sara Gonçalves Nº- 17 Cátia Guerreiro Nº-4