You are on page 1of 37

HOMEM, UM SER RELACIONAL

EQUIPES

Desde o nascimento até à morte, nossa vida é um permanente exercício de sociabilidade. O ser humano está em contínuo processo de interação com o outro.

Fenômenos de grupos:

Pessoas que se juntam , com objetivos definidos (ou não), defendendo causas, criando projetos, desenvolvendo ações sociais comunitárias, cumprindo ordens, “jogando conversa fora”, enfim, buscando ou desenvolvendo os mais variados objetivos.

há:  . mas não se afinam. EQUIPES compreendem seus objetivos e engajam-se em alcançálos. portanto. Numa equipe.GRUPOS  caminham juntos. de forma compartilhada.

     Comunicação verdadeira Opiniões divergentes são estimuladas de forma sadia Existe confiança mútua entre seus membros Os riscos são assumidos juntos As habilidades de uns possibilitam o complemento das habilidades dos demais.  ...

. mente aberta e cooperação . .. há respeito.Enfim.

que ouve. agradece e parabeniza. Líder que compartilha. Enaltece e elogia o processo e os resultados de um trabalho realizado.    Líder que cativa. .O que faz um grupo ser uma equipe começa pelo líder. delega. reclama e ralha. vibra. que incentiva. Importa: ser gente. Não importa: homem ou mulher. que se sente responsável por quem ele cativou. Líder de saias ou „líderes de terno.

cuidando. gerindo. gerando novos líderes. sensibilizam-se. convivendo.  Líderes de equipes.Líder-gente. amam e têm consciência de que o amor – pelas pessoas e por aquilo que realizam – é a alavanca da valorização humana.  . sentindo. que participam.

. Líderes que exercem o papel de educador e acreditam que o trabalho em equipe é o caminho mais eficaz para a excelência na empresa.

Numa orquestra.GENTE. dirigidas por outra pessoa diferente. portanto. Isso é o resultado de um trabalho em equipe .. equipe formada. notada. Valorizada. tocados em tons diferentes. Conquistada é.    Gosta de ser bem tratada. admirada. todos os instrumentos são diferentes. que se harmonizam e encantam tantas outras peswsoas....

. . o prazer e a sensação de ter feito o melhor...Numa equipe. JUNTOS. ninguém quer ser melhor. O resultado eficaz do trabalho coletivo é que gera a satisfação.

EQUIPE é um grupo com funcionamento qualificado .Portanto.

RETOMANDO.  Quando um grupo pode se tornar uma equipe? ...

.QUANDO.  o grupo compreende seus objetivos e está engajado em alcançá-los. de forma compartilhada.

QUANDO. .  a comunicação entre os membros é verdadeira (opiniões divergentes são estimuladas).

as habilidades dos membros são compartilhadas possibilitando alcançar resultados.   a confiança é grande (assumem-se riscos).QUANDO. .

QUANDO. o grupo investe constantemente em seu próprio crescimento.   o respeito. . mente aberta e cooperação são fundamentais.

QUANDO. .  o grupo passa a prestar mais atenção à sua própria forma de operar e procura resolver os problemas que afetam seu funcionamento (processo de auto-exame e avaliação deve ser contínuo).

AS MUDANÇAS NO GRUPO. SEU CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO RESULTAM DO MODO COMO OS CONFLITOS SÃO ENFRENTADOS E RESOLVIDOS. .CONFLITOS...

Tipos de grupo: Estágios de desempenho: 1. . mas não se preocupa com o desempenho coletivo. nem tenta consegui-lo. Pseudo-equipe:  Este tipo de grupo pode definir um trabalho a fazer.

2. objetivos e produtos pertencem a cada indivíduo. . Podem partilhar informações entre si. mas as responsabilidades. Grupo de trabalho:  Os membros não vêem nenhuma razão para se transformarem numa equipe.

cada um precisa de esclarecimento e orientação sobre sua finalidade. assumir um compromisso efetivo em relação ao resultado grupal. ainda. Entretanto. Devem.3. Equipe potencial:  Este grupo realmente quer produzir o trabalho em conjunto. . produtos e/ou abordagem da tarefa. objetivos.

Equipe Real:  Compõe-se de pessoas com habilidades complementares e comprometidas umas com as outras através de missão comum.4. objetivos comuns e abordagem de trabalho bem definida. Além disso. os membros aprenderam a confiar uns nos outros e assumem plena responsabilidade por seu desempenho. .

5. . seus membros estão comprometidos com o crescimento pessoal de cada um e o sucesso deles mesmos e dos outros. Equipe de elevado desempenho:  Atende a todos os requisitos de uma equipe real e mais ainda.

Dificuldades no desenvolvimento de equipe:  .

metas mal planejadas. políticas e procedimentos que não servem à equipe. Objetivos confusos.   tomadas de decisões de má qualidade. .

 .  problemas pessoais. comunicação deficiente. papéis (atribuições e responsabilidade) não aceitos e não incorporados.

.  confiança desgastada. mudança não planejada e compartilhada – resistências.

Resistências:  .

. A resistência à mudança de procedimentos e enfoque faz parte inevitável de qualquer processo de mudança psicossocial – tem que ser reconhecida e não pode ser tratada como algo culposo.

 Obstáculos e dificuldades fazem parte da vida de pessoas e grupos. Num grupo também encontramos mecanismos de defesa e resistências às mudanças. . Como podemos ver nos módulos anteriores. na tentativa de aliviar a ansiedade diante de uma situação com o qual o grupo e seus componentes não sabem lidar. existem mecanismos de defesa do ego que procuram defender a auto-imagem pessoal.

estou tão confuso)  .ALGUNS SINAIS DE DEFENSIVIDADE  Perda de humor Tomar a ofensiva   Alta carga ou energia no corpo Queda súbita de Q.I. (“Eu não sei.

 Querendo ter a razão (“E não se fala mais nisso”) Querendo ter a última palavra Inundar com informação para provar um ponto de vista   .

 Explicação interminável – racionalizando Representando o “pobre de mim” – vitimização Ensinando ou pregando – doutrinação   .

 Rigidez Negação   Retrair-se num silêncio mortal Cinismo Sarcasmo   .

 Ridicularizar os outros – excessivamente crítico Singularidade terminal – “só eu sei onde dói” “É o meu jeito. sou assim mesmo”   .

 Desviar (você deveria fazê-lo X eu não quero fazê-lo)  Acusar.denunciar Vícios  .