Fisioterapia Respiratória


Existem vários tipos de asma.
Asma é uma doença inflamatória crônica das vias aéreas respiratórias. É caracterizada pela falta de ar, chiado, tosse intensa e sensação de aperto no peito.



O carcinoma brônquico pode ser conhecido também como câncer de pulmão. É o mais comum dos tumores malignos. O principal risco do desenvolvimento do câncer é o tabagismo. Existem dois tipos de câncer de pulmão: a) Pequenas células b) Células maiores

. Os sintomas são:  Tosse persistente  Encurtamento da respiração  Escarro com sangue  Ronquidão  Dor torácica persistente  Entre outras.

quimioterapia. O câncer pode ser tratado com cirurgia. . radioterapia e terapia fotodinâmica.

Ocorre aumento na tosse. produção de secreção brônquica e piora a dispnéia.  . Uma das características da bronquite crônica é o aumento do volume das glândulas secretórias. Bronquite crônica: é definida por uma tosse produtiva que dura de três meses à dois anos.

. diminuindo a quantidade de oxigênio circulante no sangue surgindo assim à falta de ar. As áreas que foram destruídas passam a não ocorrer trocas gasosas de maneira satisfatória.  Enfisema pulmonar: O inicio da doença caracteriza-se pela destruição de diminutos sacos de ar (alvéolos) que se encontram nos pulmões.

tornando mais difícil que o ar seja liberado do pulmão. Os pulmões perdem sua elasticidade. . Sendo causada basicamente na maioria dos caso pelo consumo de cigarros.

 . Podem afetar glândulas exócrinas do pâncreas como. sendo a mais conhecida e mais frequente a que afeta os pulmões. É uma doença genética autossômica recessiva causada por um distúrbio nas secreções de algumas glândulas. de evolução crônica e progressiva. nomeadamente as glândulas exócrinas. podendo ocorrer tosse acompanhada de vômitos. Os sinais e sintomas são variados. por exemplo.

 . fungos e por reações alérgicas) no espaço alveolar. onde ocorre a troca gasosa.  É uma infecção aguda do trato respiratório. Entre todas as patologias é considerada a mais frequente. São provocadas pela penetração de um agente infeccioso ou irritante (bactérias. vírus.

o álcool e o ar-condicionado. falta de ar. Os fatores de risco são: O fumo. tosse dor no tórax. alterações da pressão arterial. confusão mental.  . Os sintomas são febres altas. secreção de muco purulento de cor amarelada ou esverdeada e prostração. mal estar generalizado.

rins. causada pela bactéria Mycobacterium tuberculosis.  . É uma patologia infecciosa e contagiosa. linfonodos. a doença é famosa pelo acometimento pulmonar. por contato com secreções contaminadas. como por exemplo. habitualmente através da tosse ou do espirro. etc. mas outros órgãos também podem ser infectados . A tuberculose é transmitida pelo ar.

as vezes com presença de sangue. tosse com expectoração. dor no peito. hospitalar ou de terapia intensiva. perda de apetite. A fisioterapia possui um papel importante no tratamento da tuberculose.  . prostração e emagrecimento. utilizando-se das diversas técnicas e procedimentos terapêuticos tanto em nível ambulatorial. Os sintomas são febre com suores e calafrios noturnos. com o objetivo de estabelecer ou restabelecer um padrão respiratório funcional.

As técnicas são: . favorecendo assim as trocas gasosas. As técnicas empregadas na fisioterapia previnem ou eliminam o acúmulo de secreções. diminuindo os transtornos no padrão respiratório do individuo acometido pela doença.

. que promove a ventilação mecânica. A) AMBU: É um reanimador manual.

. B) ASPIRADOR DE SECREÇÕES: É prescrito para a aspiração de líquidos e/ou secreções.

 C) INSPIROMETRO DE INCENTIVO:É indicado para pessoas que apresentam comprometimento do volume pulmonar pois funciona como um exercitador de volume. .

. D) ESPIRÔMETRO:É um aparelho utilizado para avaliar se os pulmões funcionam adequadamente.

para aumentar a percepção da asma. . para reconhecer que a asma pode estar ocorrendo à noite. E) MEDIDOR DE PICO DE FLUXO RESPIRATÓRIO: É usado para medir o fluxo aéreo ou o valor do pico de fluxo expirado. para identificar fatores que piorem a doença e para prever a piora da asma.

 OXIGENOTERAPIA: É a administração de oxigênio. facilitando a respiração ou em casos que a pessoa não consegue respirar sozinha. .

 F) OXIMETRO: Mede de forma precisa a saturação de oxigênio sanguíneo e a frequência cardíaca por meio de um simples contato. .

sangue arterial. em jejum. . Podendo revelar algumas alterações.   GASOMETRIA ARTERIAL: Exame evasivo que mede as concentrações de oxigênio. Realizado através do sangue colhido de uma artéria.  EXAMES CITO-PATOLOGICOS DO ESCARRO: Deve ser realizado pela manha. como o estagio em que a doença se encontra. durante três dias consecutivos. a ventilação e o estado ácidobásico. ou seja.

  . RADIOGRAFIA DE TÓRAX Através deste pode-se verificar as diversas patogenias (alterações) que possam ocorrer em órgãos e ossos da região torácica.  PROVA DE FUNÇÃO PULMONAR Exame que mede a capacidade dos pulmões para se expandir (DPOC). Sendo a espirometria a parte do exame mais importante onde o paciente faz uma inspiração profunda máxima e depois expira de forma forçada todo o ar possível. observando que as patogenias devem apresentar imagens radiopacas ou radiolucidas para sua constatação.

Diferentemente da radiologia convencional e da tomografia computadorizada. . mas poderosos magnetos (imãs) e ondas de rádio para obter estas imagens. a RM não usa radiação.  RESSONANCIA MAGNÉTICA A ressonância magnética (RM) é uma técnica radiológica que nos possibilita tomar imagens do interior do nosso corpo de maneira não invasiva.

que objetiva mobilizar e eliminar o excesso de secreções brônquicas. Combina exercícios diafragmaticos. criança ou adulto. em fase aguda ou crônica. adequado a cada individuo.  TERAPIA DA HIGIENE BRONQUICA É um conjunto de técnicas não invasivas destinadas a auxiliar na mobilização e eliminação de secreções pulmonares.   . CICLO ATIVO DAS TECNICAS DE RESPIRAÇÃO É um método flexível de tratamento. de expansão pulmonar e técnicas de expiração forçada. promovendo a limpeza das vias respiratórias e a melhora da troca gasosa alem de prevenir e minimizar as complicações decorrentes.

O uso da respiração diafragmática é de fundamental importância para mobilizar as secreções.   DRENAGEM AUTÓGENA Esta técnica baseia-se na utilização de respirações controladas para alterar a frequência e a profundidade da ventilação. Pode ser realizada pelo paciente de forma independente. promovendo uma variação no fluxo e no volume de ar expirado. . ESTIMULAÇÃO DA TOSSE  Técnica por meio da qual é possível expulsar secreções e substancias estranhas acumuladas nas arvore brônquica. desde que ele tenha passado por um período de treinamento com a fisioterapeuta. visando alcançar um auto fluxo aéreo expiratório.

a realização de atividades físicas e metabólicas de forma satisfatória e com um gasto energético mínimo.  VIBRAÇÃO OU VIBROTERAPIA A vibração é uma técnica de higiene brônquica que objetiva a movimentação de secreções já livres na arvore brônquica em direção aos brônquicos de maior calibre. CEXERCICIOS RESPIRATÓRIOS Visam promover a aprendizagem de um padrão respiratório normal.   . a conscientização dos movimentos tóraco-abdominais. visando a sua expectoração mais fácil. o aumento da ventilação e da oxigenação e a melhora da mobilidade da caixa torácica. a reexpansão pulmonar.

melhoram a complacência toracopulmonar. EXERCICIOS RESPIRATÓRIOS E TRINO DE PADROES VENTILATÓRIOS  Exercícios respiratórios e treino de padrões ventilatórios promovem a reexpansão pulmonar. melhorando o nível de oxigenação por manutenção de pressão positiva nas vias aéreas.  . incrementando as capacidades e volumes. promovem a dilatação brônquica e diminuem o infiltrado intersticial e a congestão vascular.FRENO-LABIAL  Freno-labial tem como objetivo aumentar o volume corrente e diminuir a freqüência respiratória.

.

     Nome: Ana Paula de L. Idade: 35 anos Profissão: Fisioterapeuta Onde completou sua graduação: Universidade José do Rosário Vellano – UNIFENAS – Campus Alfenas Especialização: Universidade de Franca UNIFRAN . Pfister.

. pois as demais áreas de atuação do profissional são tão importantes quanto a cardiorrespiratória.  A área de fisioterapia cardiorrespiratória. Graves pela a própria patologia. qual o motivo? Não posso dizer que seja a mais importante da Fisioterapia. A importância desta área de atuação se destaca pelo fato de muitas vezes trabalhar com pacientes graves tanto a nível hospitalar quanto ambulatorial. pelas complicações causadas pela mesma e também em momentos específicos como em pré e pós-operatórios. em sua opinião é a mais importante? Se sim.

por fim. sempre gostei muito do ambiente hospitalar. Não há uma rotina como a ortopedia e a neurologia.  O que te levou a se especializar nesta área? Primeiramente pela afinidade pelo estudo dos sistemas respiratório e cardiovascular e também pelo fato ser uma área muito dinâmica. Se você trata uma patologia pulmonar hoje e amanha tem um paciente com a mesma patologia não necessariamente o tratamento será o mesmo que você utilizou anteriormente e. .

Para que os pulmões permaneçam funcionando corretamente é necessário a integridade das estruturas anatômicas e que as vias aéreas estejam limpas sem obstáculos.O termo "fisioterapia cardiorrespiratória”. Existe uma grande variedade de patologias que acometem o sistema cardiorespiratório exigindo tratamento específico e reabilitação adequada. facilitar a eliminação de secreções. portanto oferece uma melhor qualidade de vida aos pacientes. diminuir o trabalho respiratório e cardíaco.  . reduzir a dor e maximizar a tolerância ao exercício. seja no atendimento ambulatorial ou hospitalar e sem duvida no meu entendimento esta é a maior recompensa desta área de atuação. como as secreções. os objetivos são comuns: Melhorar a ventilação e a oxigenação pulmonar. Apesar de o tratamento fisioterapeutico ser diferenciado para cada patologia. A fisioterapia cardiorrespiratória. que impeçam a passagem do ar. qual significado que você destaca ser mais importante?  Respiração é um processo essencial à vida.

 . uma técnica mal feita e qualquer outro tipo de negligencia por arte do Fisioterapeuta poderá determinar a piora de maneira significativa do paciente acompanhado. tratamos pacientes graves e por este motivo devemos ter muito cuidado pois uma decisão errada. De modo geral. quais seriam estes cuidados?  Como já citado anteriormente.Uma pessoa que tem problemas cardiorrespiratória exigem um certo cuidado a mais.

           Quais são as principais doenças que são tratadas nesta área? Infarto agudo do miocárdio Insuficiência cardíaca congestiva Valvulopatias Doenças cardíacas congênitas Doença pulmonar obstrutiva crônica Asma Bronquiectasia Fibrose cística Pneumonias .

Porém de uma maneira geral será focado entre tais técnicas tudo que diminua as repercussões desta imobilidade e também técnicas que previnam complicações como eventos tromboembolicos. . vai depender da patologia que o levou a estas limitações. qual seria então uma forma de ajudá-la para que ela pudesse se sentir mais confortável? Há varias técnicas que poderão ser aplicadas nesta população em especial.  Pessoas que são acamados e não têm condições de se realizar nenhum procedimento fisioterapêutico.

mas não da atuação. qual seria? Se sim ou não o porquê ? Não tem nenhuma dentro da Fisioterapia que me desperte tanto interesse quanto a cardiorrespiratória. . Gosto muito da teoria da Neurologia.  Se você quisesse se especializar em outra área.