You are on page 1of 32

Gestão da Inovação Aula 06

Tendências da Gestão da TI

O que é tendência?
Tendência é todo movimento social, espontâneo ou induzido, que aglutina um grupo significativo de pessoas em torno de comportamento ou características semelhantes, identificáveis numa série de tempo determinada.
Sebrae-SP

O que é tendência?
Ou seja...
Se tendência é um movimento, isso sugere que é algo dinâmico, não estanque ..., ou seja, é um fenômeno que se processa na medida em que há o deslocamento de uma situação qualquer. Esse movimento pode ser espontâneo, determinado por um inconsciente coletivo ou condicionantes históricos ou induzido por um fator externo ... Para se caracterizar uma tendência, é preciso que as mudanças de comportamento ou características ocorram num grupo significativo de pessoas, levando em consideração o universo analisado.

As tendências na TI Se definirmos uma tendência em qualquer outra área já e complicado. entende-las. A TI porém não pode estar apática a essas novas tecnologias e nem como elas impactaram no dia a dia de seus usuários. O CIO deve ser capaz de ler essas tendências. . quando falamos na área das tecnologias de informação isso se torna uma missão inglória pois novas tecnologias surgem a cada momento e a velocidade com que a humanidade se liga a essas tecnologias e cada vez maior. se aprimorar nelas e implementa-las ou não quando necessários.

Interfaces de sistemas voltadas ao uso intuitivo de sistemas As redes sociais como ferramenta de Gestão de TI .Dispositivos que permitem acessar a informação em qualquer lugar e o impacto disso na TI IHC .Quais tendências iremos estudar Uso das nuvens de computadores na gestão da TI Informação moveis .

O que é a Nuvem? “A Nuvem é um grande reservatório de recursos virtualizados facilmente utilizáveis e acessíveis (como hardware. J. and Lindner. . plataformas de desenvolvimento e/ou serviços). L. and Rodero-Merino. L.M. and Caceres. Esses recursos podem ser dinamicamente reconfigurados para ajustar a carga (escala) variável do sistema.Acordo de Nível de Serviço) " Fonte: Vaquero. permitindo também um uso ótimo dos recursos. Esse reservatório de recursos é geralmente explorado por um modelo pay-per-use (pagar para usar) no qual as garantias são oferecidas por um Provedor de Infraestrutura por meio de SLAs (Service Level Agreement .

Computação em Nuvem. da capacidade de cálculo (processamento) e de computadores (servidores) compartilhados e interligados pela Internet. O que é isso? Computação em Nuvem ou Cloud Computing (em inglês) é basicamente a utilização da memória (armazenamento). .

. serviços ou de armazenar dados. serviços e arquivos é remoto.O Armazenamento • Quando falamos em armazenamento de dados nas nuvens isso acontece em servidores que poderão ser acessados de qualquer lugar do mundo. a qualquer hora. não havendo necessidade de instalação de programas. • O acesso a programas.daí a alusão à nuvem. através da Internet .

O Processamento • Quando falamos em processamento de dados nas nuvens não estamos falando apenas da busca dos arquivos nessa nuvem. mas a criação. execução e indexação em servidores remotos. . armazenamento.

A nuvem • A ideia de uma gigantesca nuvem de computadores vem da possibilidade de se interligar diversos servidores de Cloud em uma rede inteligente aonde os usuários conseguem usar a internet para em qualquer lugar do mundo localizar seus arquivos de forma “transparente” (sem ter que ver ou entender desse processo). .

Quando surgiu o Cloud Computing • Década de 60: O pesquisador John McCarthy desenvolve o conceito de computação por tempo compartilhado (time sharing) • Final década 60: O físico Joseph Carl Robnett Licklider é um dos responsáveis técnicos pela criação da ARPANET e um dos primeiros a relatar a capacidade dos computadores de funcionarem de forma conectada • Década de 90: O estudante Fredrik Malmer desenvolve o primeiro serviço de internet que oferece um ambiente operacional para o usuário (webOS) • 1997: NetCentric tenta registrar sem sucesso uma marca com o nome “cloud computing ” • 1999: É criada a empresa WebOS Inc. que comprou o programa de Fredrik Malmer • 2001: New York Times publica matéria com o termo “cloud of computers” • 2006: Eric Schmidt explica estratégia do Google de oferecer serviços. chamando-a de “cloud computing ” .

Strong Adoption of Cloud Applications • Dramatic jump in anticipated SaaS usage within the next 12 months • Cloud adoption is highest among business apps for CRM in the MM and SMB segments .

Força de Adoção de aplicações na Nuvem • Salto dramático no uso antecipado SaaS dentro dos próximos 12 meses • A adoção da nuvem é maior entre aplicativos de negócios para CRM no MM e segmentos SMB .

The Market is moving to the Cloud .

Tipos de nuvens • Software como Serviço (SaaS): Editores de texto • Plataforma como Serviço (PaaS ): Ambiente de desenvolvimento • Infraestrutura como Serviço (IaaS ): Sistema Operacional completo .

. • Redução de desperdícios. • Público-alvo: arquitetos de infraestrutura. armazenamento ou processamento de aplicações) • Terceirização de infraestrutura.IaaS – Infrastructure as a Service • Consiste num processo aonde servidores na nuvem são criados para suprir a necessidade de infraestrutura. (Esses servidores podem ser de hospedagem.

teste e hospedam de aplicativos em nuvem.PaaS – Platform as a Service • Consiste num processo aonde são criados ambientes para o desenvolvimento e teste de aplicações utilizando a infraestrutura da nuvens • Ambientes personalizados para criação. . • Público-alvo: desenvolvedores. • Aplicações mais escaláveis.

• Público-alvo: usuário final.SaaS – Software as a Service • Consiste num processo aonde toda ou parte da aplicação acontece na nuvem • Esse software pode ser desde um simples programa de busca ou um leitor de e-mails até aplicações complexas e sistemas operacionais • Softwares rodando no browser. . • Custo baseado na demanda.

Entendendo os modelos de Nuvem Servidores de hospedagem Ambiente Dedicado Nuvem Publica Hibrida Nuvem Privada Software como serviço Plataforma como serviço Infra estrutura como serviço Produtividade do usuário Desenvolvimento de Aplicativos Rápidos Diminuir a necessidade da gestão .

• Para facilitar nosso estudo separamos os modelos em três grupos e um quarto subgrupo: – – – – Privado Publico Hibrido Comunitário Servidores de hospedagem Nuvem Publica Ambiente Dedicado Nuvem Privada Hibrida .Modelos de Implementação • No modelo de implantação estão ligados diretamente ao perfil das empresas que desejam oferecer a seus colaboradores ou usuários os recursos disponíveis nas nuvens.

• O diferencial em relação a rede interna da empresa e que os dados podem ser acessados de qualquer local (com os devidos acessos) e preferencialmente todos os dados de empresa serão salvos em servidores e não mais nas estações de trabalho.As nuvens privadas são modelos de implementação baseadas em uma infraestrutura que atenderá exclusivamente a um único cliente. • O principal diferencial dos Data Center Privados esta justamente em sua usabilidade. • A infraestrutura e estruturada a partir de um Data Center privado porém possui todos os recursos de acesso de um Data Center publico. todo o ambiente e aplicativos visam atender as necessidades de uma única empresa e somente seus colaboradores terão acesso aos dados dessa nuvem.Modelos de Implementação • Privado . .

• O Data Centers públicos podem oferecer pacotes diferenciados de serviços a seus clientes que vão desde uma maior o menor banda de saída e processamento a quantidades maiores de acessos compartilhados e armazenamento da informação. • principal diferencial dos Data Center Privados esta justamente em sua usabilidade. todo o ambiente e aplicativos visam atender as necessidades de uma única empresa e somente seus colaboradores terão acesso aos dados dessa nuvem. .Modelos de Implementação • Público .As nuvens publicas são modelos de implementação baseadas em uma infraestrutura que atenderá a vários clientes simultaneamente. • A infraestrutura e estruturada a partir de um ou vários Data Centers possuirá recursos customizados de acordo com os serviços oferecidos. • Existem soluções de nuvens públicas que oferecem acesso ilimitados aos softwares disponíveis na nuvem e até ao SO sem a necessidade da aquisição de licenças de uso.

em geral. • A conexão entre as nuvens pública e privada pode ser usada até mesmo em tarefas periódicas que são mais facilmente implementadas nas nuvens públicas. utilizado quando se refere às nuvens híbridas. por exemplo. • Essa característica possui a vantagem de manter os níveis de serviço mesmo que haja flutuações rápidas na necessidade dos recursos. O termo computação em ondas é. . Elas permitem que uma nuvem privada possa ter seus recursos ampliados a partir de uma reserva de recursos em uma nuvem pública.Modelos de Implementação • Híbrido .Nas nuvens híbridas temos uma composição dos modelos de nuvens públicas e privadas.

. mas em alguns casos a administração cabe a um terceiro que nesse caso irá cobrar pela prestação do serviço. • Empresas ou desenvolvedores se associam para adquirir a infraestrutura e definir as politicas de uso dos Data Centers. • Outro ponto que é definido pela comunidade são os recursos disponíveis na nuvem. • Na maioria das vezes esses Data Centers são administrados pela própria comunidade.Modelos de Implementação • Comunidade .As nuvens de comunidade são infraestruturas de Data Centers desenvolvidos para oferecer gratuitamente a “comunidades” os recursos da computação nas nuvens.

Muitas iniciativas estão sendo feitas pelas empresas de Cloud Computing para transformar o ambiente das nuvens em um local mais seguro A seguir vemos alguns dos princípios de segurança nas nuvens: .A névoa na nuvem Quando falamos em computação nas nuvens uma dos principais fatores de resistência por parte das empresas é a SEGURANÇA.

A névoa na nuvem • • • • • • Acesso restrito de usuários por perfil Serviços de segurança dos dados Localização física dos dados Perfils corporativos diferenciados Inteligência de segurança Auditoria de atividades ilegais .

Outro problema na nuvem É necessário uma banda de internet muito grande para utilizar aplicações em nuvem? .

 Vale destacar nesse cenário também o excesso de equipamentos que visam garantir o controle de acesso e segurança física do local. Mas o que é um Data Center Verde?  Os Data Centers são centrais de processamento da dados que em sua grande maioria das vezes funcionam no chamado regime 07dX24h (24 horas por dia 7 dias na semana). . estão investindo em um conceito de central de processamento de dados (Data Centers) mais sustentáveis. Os equipamentos usados dentro dos Data Center tendem a aquecer por causa da sua grande capacidade de processamento de informações e por isso devem sempre se manter refrigerados  Um outro fator pouco considerado mais que também tem grande importância e a maioria desses equipamentos possuem uma grande quantidade de luzes indicando o funcionamento de suas funções. sejam ligadas diretamente ao segmento de TI ou não.Data Centers verdes e Computação nas Nuvens tem algo a ver? • Atualmente grande parte das empresas.

Data Centers verdes e Computação nas Nuvens tem algo a ver? Esses fatores tornam o Data Center um local com custos de manutenção e sustentabilidade elevados.  70% dos Data Center Brasileiros possuem mais de 10 anos de atividade sem reformas estruturais consideráveis e 90% deles não sofreram nenhum investimento em alterações sustentáveis nesse período.  Um único nobreak para manter um Data Center funcionado por 02 horas possui em média 25 baterias não recicláveis e cada bateria dessa dura entre 06 à 18 meses.  Estima-se que a água desperdiçada nos sistemas de refrigeração dos Data Centers correspondem a mais 95% da água utilizada para manter uma residência de 5 pessoas adultas.  Estima-se que CO2 emitidos nos Data Centers atuais equivalem a 2% do CO2 emitido nas 5 maiores capitais do mundo. .  O valor investido em energia elétrica para manter um Data Center funcionando 7dX24h mensalmente equivale a 75% do custo anual de um licença de uso de SO proprietária.

diminuem e apagam a iluminação quando necessário.Data Centers verdes e Computação nas Nuvens tem algo a ver? Podemos considerar um Data Center verde quando:  Sensores térmicos calibrados  Utiliza outros gases na refrigeração que não o CO2  Sistemas de reaproveitamento da água utilizada na refrigeração (redução da correção dos equipamentos de refrigeração)  Tuneis de refrigeração natural  Sensores de presença que aumentam.  Projetos paisagísticos de iluminação direta  Equipamentos que utilizam tecnologia de LED  Equipamentos com menor valores de TDP  Equipamentos que permitem a comutação de monitores  Plataformas de geradores de energia autômatos e transformadores de tensão a “seco”.  No breaks com baterias dielétricas (menos agressivas a natureza) .

.Data Centers verdes e Computação nas Nuvens tem algo a ver? Mais o que o Cloud Computing tem a ver com isso?  Existem atualmente empresas que conseguiram reduzir seus investimentos em energia em até 80% reduzindo os equipamentos e investindo em Could computing e virtualização de servidores.  Os mesmos projetos reduziram custos em área útil e restrição de acesso.

br .edu.br (11) 3067-7999 Professor João Cruz joao.Faculdade Sumaré facsumare@facsumare.com.cruz@sumare.