You are on page 1of 72

Salete Santos Anderle Psicopedagoga saletepsicopedagoga@gmail.

com 54 99521569

Vamos pensar?

Como é a nossa prática como pais?
Estamos ensinando ou fazendo o que é mais fácil?

que no puedes visitar. Puedes esforzarte en ser como ellos. ni siquiera en sueños. como flechas vivas. Deja que la inclinación en tu mano de arquero. No vienen de ti. porque ellas viven en la casa del mañana. Khalil Gibran . Puedes darles tu amor. ni se detiene en el ayer. son hijos e hijas de la vida. Tú eres el arco del cual tus hijos. deseosa de sí misma. porque la vida no retrocede. pero no sus almas.TUS HIJOS Tus hijos no son tus hijos. y aunque estén contigo. pero no procures hacerlos semejantes a ti. no te pertenecen. Puedes abrigar sus cuerpos. sino a través de ti. son lanzados. sea para su felicidad. pero no tus pensamientos pues ellos tienen sus propios pensamientos.

evoca obrigatoriamente. como por exemplo. ao ser abordado. mulher. marido.O conceito de família. Em todas as famílias. sendo orientados por papéis. os conceitos de papéis e funções. como se têm vindo a verificar. cada membro ocupa determinada posição ou tem determinado estatuto. 5 . filho ou irmão. independentemente da sociedade.

FAMÍLIA HOJE DIVERSIDADE ESTRUTURAL MAIS COMUM FAMÍLIAS TRADICIONAIS FAMÍLIAS MONOPARENTAIS FAMÍLIAS RECASADAS FAMÍLIAS AMPLIADAS FAMÍLIAS NÃO CONVENCIONAIS 6 .

Família na pré-história: papéis muito bem definidos (pela capacidade e 7 força de cada um) .

8 . Papéis estabelecidos pelo pater.Família romana: modelo paternalista / patriarcal.

Família Aristocrata: Papéis impostos por rígidas tradições. (Amas de 9 criação) .

Família camponesa: Mulheres cuidam das crianças e da casa. das construções e do . tecem e 10 cozinham. Os homens cuidavam das plantações.

Os filhos perambulavam pelas ruas. 11 . O papel da ama de criação (babá) ressurge posteriormente.Família classe trabalhadora: Com a revolução industrial homens e mulheres compartilhavam afazeres na indústria.

Família moderna: Valorização da mulher no mercado de trabalho. filhos na responsabilida de de avós ou “amas” modernas. Sustento da casa é compartilhado. Papéis confusos. . Surgimento de novos modelos 12 familiares.

E os papéis? 13 .

da socialização. a família continua sendo a instituição social responsável pelos cuidados. proteção. é o primeiro e importante canal de iniciação dos afetos. das relações de aprendizagem. Independente de sua configuração. existem famílias reais. ou seja.Não existe uma família ideal ou um modelo pré-determinado de família. afeto e educação das crianças pequenas. 14 .

1996) . apresentando algumas funções primordiais. psicológicas e sociais (Osório.   A família possui um papel primordial no amadurecimento e desenvolvimento biopsicossocial dos indivíduos. as quais podem ser agrupadas em três categorias que estão intimamente relacionadas: funções biológicas (sobrevivência do indivíduo).

FUNÇÕES DA FAMÍLIA • • • • • • REGULAÇÃO SEXUAL REPRODUÇÃO SOCIALIZAÇÃO AFETO PROTEÇÃO EDUCAÇÃO FORMAL 16 .

FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA CONCEITOS CIENTÍFICOS RELAÇÕES SÓCIOSCULTURAIS TEMPO RELAÇÕES C/ NATUREZA ESPAÇO Os conceitos científicos são produções histórico-culturais que estabelecem relações entre si e com os conceitos cotidianos DISCIPLINAS DO CURRÍCULO Os conteúdos das disciplinas são meios para a apropriação de conceitos 17 .

história.ASPECTOS COMPLEMENTARES FAMÍLIA  ESCOLA EDUCAÇÃO FORMAL Bom dia. filosofia Sociabilidade. higiene. boa tarde. princípios e valores tradicionais da família Direitos e deveres pessoais 18 EDUCAÇÃO REGULAR Gramática. regras sociais. Bons modos. direitos e deveres sociais (cidadania) . licença. geografia. boa noite. desculpe. Obrigado(a). ciências. matemática. coletividade.

FUNÇÃO SOCIAL DA ESCOLA EDUCAÇÃO REGULAR SOCIALIZAR E PRODUZIR CONHECIMENTO CIENTÍFICO PARA QUALIFICAR A VIDA CIDADÃ 19 .

respeito. A vivência social é reflexo da vivência familiar. presença e participação nas decisões coletivas. 20 zelar pelo bem alheio e . Princípios como ética.“Para que sejais útil a pátria deveis manter comportamento semelhante ao que mantiveste como militar (membro familiar e aluno)” Espírito de corpo X Espírito de porco Compromisso com sigo e com o outro. Deixar as coisas (e as pessoas) melhores do que as encontrou.

auxiliando-os na superação das "crises vitais" pelas quais todos os seres humanos passam no decorrer do seu ciclo vital (um exemplo de crise que pode ser mencionado aqui é a adolescência).    Em relação às funções psicológicas. 1996). b) servir de suporte e continência para as ansiedades existenciais dos seres humanos durante o seu desenvolvimento. c) criar um ambiente adequado que permita a aprendizagem empírica que sustenta o processo de desenvolvimento cognitivo dos seres humanos (Osório. . aspecto fundamental para garantir a sobrevivência emocional do indivíduo. podem-se citar três grupos centrais: a) proporcionar afeto ao recém-nascido.

estabelecendo trocas emocionais que funcionam como um suporte afetivo importante quando os indivíduos atingem a idade adulta.   Segundo Romanelli (1997) a família corresponde a um lugar privilegiado de afeto. . Portanto. pode-se dizer que é no interior da família que o indivíduo mantém seus primeiros relacionamentos interpessoais com pessoas significativas. no qual estão inseridos relacionamentos íntimos. Estas trocas emocionais estabelecidas ao longo da vida são essenciais para o desenvolvimento dos indivíduos e para a aquisição de condições físicas e mentais centrais para cada etapa do desenvolvimento psicológico. expressão de emoções e de sentimentos.

Ressalte-se que as normas e os valores que introjetamos no interior da família permanecem conosco durante toda a vida, atuando como base para a tomada de decisões e atitudes que apresentamos no decorrer da fase adulta. Além disso, a família continua, mesmo na etapa adulta, a dar sentido às relações entre os indivíduos, funcionando como um espaço no qual as experiências vividas são elaboradas (Sarti, 2004).

PREVISÍVEIS adolescência,

nascimento,

casamento dos filhos, entre outros)

IMPREVISIVÉIS:

separações, doenças,

perdas, entre outros

Mudanças Evolutivas Intra Familiares Estágios do Ciclo de Vida
1) Jovem Adulto separação pais e filhos
2) Formação do Casal um novo sistema 3) Famílias com Crianças Pequenas novos membros

4) Família com Adolescentes flexibilidade/independênc ia
5) Saída dos Filhos realinhamento das relações 6) Família mais Velha mudança de papéis

SER PAI E SER MÃE NÃO SÃO VISITAS .

.

.

.

.

então que este período se constitui como uma fase de transição do indivíduo. psicológicos e sociais (Marturano. da infância para a idade adulta. que envolvem todos os membros da família. evoluindo de um estado de intensa dependência para uma condição de autonomia pessoal (Silva & Mattos.   a adolescência apresenta tarefas particulares. 2001). Pode-se dizer. sendo marcado por mudanças evolutivas rápidas e intensas nos sistemas biológicos. 2004) e de uma condição de necessidade de controle externo para o autocontrole (Biasoli-Alves. 2004) . Elias & Campos.

.

.

Más comunicación Más revelación y conocimiento AFECTO Estrategias disciplinarias más eficaces Más fomento autonomía .

.

.ADOLESCENTE E SUA IMAGEM Os conceitos são criados e tendem a buscar uma concretização: •Eu presto (valor) – tu não presta. •Eu não presto – tu presta. •Eu presto – tu presta. •Eu não presto – tu não presta.

2004). pela busca da autoafirmação e da independência individual e pela definição da identidade sexual (Silva & Mattos. é um tempo de rupturas e aprendizados. . Nessa medida. 1999) cujo elemento psicológico do processo é constantemente determinado. uma etapa caracterizada pela necessidade de integração social. de questionamentos dos valores e das normas familiares e de intensa adesão aos valores e normas do grupo de amigos. modificado e influenciado pela sociedade (Kalina. Ela corresponde a um período de descobertas dos próprios limites.    Estudos evidenciam que a adolescência corresponde a um fenômeno biopsicossocial (Kalina. 1999).

essa crise desencadeada pela vivência da adolescência é de fundamental importância para o desenvolvimento psicológico dos indivíduos (Drummond & Drummond Filho. sentindo-se muitas vezes inseguro. angustiado.        Nessa etapa do desenvolvimento. o indivíduo passa por momentos de: desequilíbrios e instabilidades extremas. incompreendido por pais e professores. 1998). o que faz dela uma crise normativa . Entretanto. injustiçado. confuso. o que pode acarretar problemas para os relacionamentos do adolescente com as pessoas mais próximas do seu convívio social.

El adolescente inmerso en los INFLUÊNCIAS diarias CONTEXTO EROTIZADO DESEO Y COMPORTAMIENTO SEXUAL .

Efeito Paradigma Influenciando na Forma como vemos o Mundo Filtros Situação ou Evento Externo Valores Crenças Decisões Memórias Trajetória/ Experiência Pessoal Representações Internas ATITUDES .

DE REAGIR AO QUE PERCEBEMOS NO MUNDO E EM NÓS MESMOS.COGNIÇÃO ABRANGE TODA CAPACIDADE DE PROCESSAR INFORMAÇÕES. .

ponderar debate e refletir a respeito de um assunto. aprenderá a abordar os problemas de modo a tomar as melhores decisões.O QUE É PENSAMENTO O pensamento é o uso consciente de nossas mentes para raciocinar. Quando você compreender melhor porque os homens pensam da forma que pensam. responder. Quais são as ferramentas que você precisa usar para solucionar problemas de maneira eficaz ? .

v Evitar o pensamento unidimensional.FFERRAMENTAS PARA UM PENSAMENTO CRIATIVO v Reduzir os obstáculos do pensamento negativo. .

Descobrir as oportunidades em cada problema. .Enxergar os problemas antigos com uma nova luz. Pensar mais cuidadosamente.

A VIDA É UM CONFLITO PERMANENTE .

paladar e tato produzem sensações de dor e prazer que tendem. nariz. . Nossos olhos. a orientar nossas ações. ouvidos.EMOÇÕES X PENSAMENTO Nosso cérebro fornece dois conjuntos de mensagens: um para o pensamento e outro para emoções.

adquirimos novas visões sobre como pensar de maneira diferente. A maior parte do que aprendemos nos foi ensinada por pessoas de influência.Como Resolver Conflitos Mentais Ao resolver o conflito entre o pensamento racional e a emoção. professores. Esse aprendizado produziu filtros que podem distorcer a informação que recebemos . parceiros e amigos. como pais.

Nossos filtros de valores querem nos fazer acreditar que as pessoas no mundo dos negócios cumprirão suas promessas. . Quando éramos crianças. aprendemos que as pessoas devem cumprir suas promessas. O pensamento RACIONAL – e uma boa prática – NOS ADVERTE: “É PRECISO TER UM DOCUMENTO ESCRITO !”.Exemplo 1.

. religião →→Filtros de sobrevivência →→Filtros sociais. cultura e herança .Os principais filtros do pensamento são: →→Filtros do subconsciente .valores .

Quando estamos cientes dessas palavras.pPalavras Gatilho Quando ouvimos palavras ou frases. atendimento ao cliente. dirigir nossos sentimentos e repensar o assunto. podemos controlar o filtro. mensagens provenientes de nossos filtros do subconsciente podem “disparar” emoções. Exemplo: prova. Filho que sai e não chega. .

Como solucionar diferenças entre sua cultura (herança cultural) e a dos outros que afetam seu pensamento? .Que reações positivas e negativas sua cultura e herança causam nos outros? .Quais comportamentos estão associados a sua herança e cultura? ..Quais comportamentos seus sócios e clientes adotam que. em sua opinião. indicam suas heranças culturais? Sua Herança .

- Suas Experiências Religiosas Quais suas crenças religiosas? .Que reações positivas e negativas suas crenças religiosas causam nos outros? .Como essas crenças ajudam ou atrapalham suas relações administrativas? .

As palavras “Gatilho” .Que emoções específicas são afetadas por essas palavras “gatilho” .Quais as palavras gatilho tumultuam suas emoções e interferem em suas habilidades de pensamento? .

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

não é???? .Não podemos chegar a este ponto.