SISTEMA ENDOCRINO

Endócrinas segregam substâncias que são lançadas diretamente na corrente sanguínea, ao contrário das glândulas exócrinas. Exócrinas são órgãos que produzem secreções ou substâncias que elaboram para um sistema de condutos ou canais excretores que se abrem em superfície externa ou interna. As secreções não são despejadas na corrente sangüínea, mas em outros órgãos, ou para o exterior do corpo, através de canais. Em geral as glândulas exócrinas são numerosas e de dimensão reduzida, podem ser unicelulares ou multicelulares; Mistas, quando estas são simultaneamente endócrinas e exócrinas. O pâncreas produz insulina (lançada diretamente no sangue) e suco pancreático (lançado no intestino delgado, considerado como exterior do organismo).

Glândulas exócrinas e endócrinas

Glândulas endócrinas: Funções:  Secreções de substâncias (hormônios) que atuam sobre célula alvo  Regulação do organismo (homeostase) Hormônios: Substâncias químicas que são produzidas por glândulas que atuam no sentido de controlar ou auxiliar o controle de alguma função do corpo  .

etc. etc.2 tipos de Hormônios: Hormônios locais (atuam em células da vizinhança) ex: acetilcolina.  . tiroxina.... histamina.  Hormônios gerais (atuam em diversas partes do corpo) Lançados por glândulas endócrinas específicas ex: hormônio do crescimento..

HIPOTÁLAMO HIPÓFISE TIREÓIDE PARATIREÓIDE T I M O SUPRARENAIS PÂNCREAS OVÁRIOS TESTÍCULOS SISTEMA HORMONAL .

Sistema endócrino é formado pelo conjunto de glândulas que apresentam como atividade característica a produção de secreções denominadas hormônios. 5. Glândula pineal Glândula pituitária ou hipófise Glândula tireóide Timo Glândula supra-renal Pâncreas Ovário Testículo         .  Principais glândulas endócrinas. (Masculinas na esquerda. 8. 4. 3. 6.) 1. Femininas na direita. 7. 2.

promove a formação de esperma nos testículos. Hormônio luteinizante: realiza importante papel na ovulação.HORMÔNIOS MENSAGEIROS QUÍMICOS O hormônio é uma substância química que é secretada para os líquidos corporais por uma célula ou um grupo de células que exerce efeito de controle fisiológico sobre outras células do organismo HORMÔNIOS DO LOBO ANTERIOR DA HIPÓFISE Hormônio folículo-estimulante: determina o crescimento de folículos nos ovários antes da ovulação. mas também sobre todos os tecidos do corpo . além disso . Prolactina: promove o desenvolvimento das mamas e a secreção da pele STH :hormônio do crescimento ele não atua apenas sobre os ossos . induz a secreção de hormônios sexuais femininos pelos ovários e de testosterona pelos testículos.

HORMÔNIO DO LADO POSTERIOR DA HIPÓFISE Ocitocina: provoca a contração do útero durante o parto. quando o lactente suga. contraem também as células miopiteliais nas mamas. expulsando o leite. talvez ajudando expelir o recém .nascido. .

Progesterona: estimula a secreção de " leite uterino " pelas glândulas endometriais do útero.  .HORMÔNIO DOS OVÁRIOS  HORMÔNIOS DOS TESTÍCULOS Testosterona: estimula o crescimento dos órgãos sexuais masculinos. 2. promove o desenvolvimento das características sexuais secundárias do homem. das mamas e das características sexuais secundárias. ajuda a promover o desenvolvimento do aparelho secretor das mamas.  1. além disso. Estrogênio: estimulam o desenvolvimento dos órgãos genitais femininos. além disso.

Principais glândulas endócrinas: Hipófise (8 hormônios) Situada cavidade óssea. abaixo da laringe Paratireóide (1 hormônio) Situada atrás da tireóide (muito pequena) . abaixo do hipotálamo Tireóide (3 hormônios) Situada na parte anterior do pescoço.

ao lado do útero Testículos (1 hormônio) Situados na bolsa escrotal .Supra-renais (4 hormônios) Situada acima de cada rim Ilhotas de Langerhans – Pâncreas (2 hormônios) Pâncreas localizado atrás e por baixo do estômago Ovários (2 hormônios) Cavidade pélvica.

.

Efeito ativador sobre reações químicas intracelulares (aumento atividade)  Ativação de enzimas  Alterações na permeabilidade celular  Modificações do grau de contração da musculatura lisa  Ativação da síntese protéica  Promoção da secreção celular  .

Ativação Gênica Combinação hormônio com receptores especiais no citoplasma celular  Hormônio + receptor (no núcleo) = ativação gênica  Principais atuações:  Hormônios esteróides  .

MECANISMO DE AÇÃO HORMONAL.Esteróides * Especificidade das células-alvo ->Hormônios do córtex da adrenal (cortisol e aldosterna ->Hormônio da tireóide tiroxina derivado de AA não-polar .

MECANISMO DE AÇÃO HORMONAL-Peptídios -> Hormônios da hipófise ->Hormônio da medula da adrenal: adrenalina e noradrenalina -> Insulina e glucagon -> CONSEQÜÊNCIA administração oral ou sangüínea .

Hipófise (Pituitária) Formada por 2 partes distintas: Hipófise anterior ou adeno-hipófise (controle glandular)  Controle pelo hipotálamo secreção de estimulantes ou inibidores de todos hormônios da hipófise anterior no sangue hipófise  .

.

.

Secreção de 6 hormônios:       Hormônio crescimento Hormônio tireoestimulante Hormônio adrenocorticotrópico Hormônio prolactina Hormônio foliculoestimulante Hormônio luteinizante .

Os principais hormônios da hipófise

Hipófise posterior ou neuro-hipófise
Secreção de 2 hormônios:
Hormônio antidiurético  Hormônio ocitocina

CONTROLE HORMONAL DA HIPÓFISE *Hipófise anterior: adenohipófise *Hipófise posterior: neurohipófise HIPOTÁLAMO ->Controle do hipotálamo: * neurohipófise: direta * adenohipófise: hormônios de liberação .

Hipófise posterior ou neuro-hipófise Não é uma glândula (não produz nenhum hormônio) .Serve apenas como depósito de hormônio .Armazena 2 hormônios:  ADH (antidiurético) Função no controle renal de excreção água Ocitocina Função estímulo contração muscular útero e mamas   Estes hormônios são secretados pelo hipotálamo anterior .

Efeitos do ADH ->Álcool inibe a produção de ADH => aumento da diurese .

Regulação da hipófise anterior .Hipotálamo secreta substâncias neurossecretoras (fatores hipotalâmicos de liberação e inibitórios) 5 fatores mais importantes para controle da secreção hipófise:  Fator liberador de tirotropina (FLT) promove secreção hormonal tireoestimulante .

Adrenocorticotrópico Fator liberador de hormônio do crescimento (FLS) promove a secreção do hormônio do crescimento Fator liberador de hormônio luteinizante (FLL) promove secreção do hormônio luteinizante e foliculoestimulante Fator inibitório da prolactina (FIP) inibe a secreção da prolactina    . Fator liberador de corticotropina (FLC) promove secreção do hormonio.

Hormônio crescimento Pequeno polipeptídeo (191 aminoácidos) Secretado pela hipófise anterior durante toda a vida Função:  Adolescência.síntese de proteínas e elementos celulares  Crescimento para. exceto na mandíbula e nariz  Aumenta síntese de proteínas  Diminui a utilização de carboidratos pelas células  Aumenta mobilização de gordura para energia  Diminuição causa nanismo  Aumento gigantismo .promover desenvolvimento e aumento de todos os tecidos corporais  Após Adolescência.

Hormônio de crescimento 1.Gigantismo e nanismo hipofisário . <. Hormônio do crescimento induz o crescimento de músculos e ossos.

Hormônio tireoestimulante (tirotropina) .Secretado pela hipófise anterior Função:  Controle secreção glândula tireóide (aumento células tireoidianas)  Controla de forma quase total a tireoide .

Hormônio adrenocorticotrópico (ACTH) Secretado pela hipófise anterior Função: Controle secreção hormônios supra-renais (aumento células supra-renais)  Controla atividade das supra-renais  .

Hormônio Prolactina Secretado pela hipófise anterior (durante a gravidez e amamentação) Função: Crescimento das mamas  Aumento da função secretora  .

Hormônio foliculoestimulante Secretado pela hipófise anterior Função: Sexo feminino  Desencadeia crescimento dos folículos nos ovários (desenvolvimento  gametas)  Secreção de estrogênio pelos ovários Sexo Masculino  Desencadeia crescimento dos testículos (desenvolvimento gametas) .

Hormônio luteinizante Secretado pela hipófise anterior Função: Sexo feminino  Desencadeia rompimento folículo (ovulação)  Secreção de estrogênio e progesterona Sexo Masculino  Desencadeia secreção de testosterona pelos testículos .

GLÂNDULAS .

Tireóide Hormônio mais importante:     Tiroxina Aumenta velocidade de quase todas as reações químicas nas células Mecanismo desconhecido Aumento de mitocôndrias .

Hipotireoidismo = diminuição ou ausência de tiroxina .Diminuição da atividade celular até cerca da metade  Hipertireoidismo = aumento de tiroxina .Aumento da atividade celular até cerca do dobro do normal  .

Tireóide: controle metabólico Tiroxina (tirosina + iodo = T3 e T4)-> estimula o metabolismo oxidativo --> nas crianças promove o crescimento e maturação do SNC --> Bócio endêmico: difícil acesso a iodo = hipotireodismo = aumento da glândula .

Glândulas Supra-renais Localizada sobre o pólo de cada rim  Formada por 2 partes distintas:  .

.

com alta produção de colesterol Secreta hormônios esteróides (semelhantes ao colesterol) .     Medula supra-renal Parte central Formada por células neuronais do SN Simpático Secreção de epinefrina e norepinefrina Atuação no SN Simpático     Córtex supra-renal Circunda a medula Células grandes. gordurosas.

Secreção 2 hormônios importantes: Aldosterona (mineralocorticóide)     altera as concentrações de íons (minerais) no corpo (regulação) -Aumenta absorção de Na e secreção de K nos túbulos renais Retenção de Na e perda de K Excesso de aldosterona = retenção de Na e água no corpo e eliminação de K (aumento do débito cardíaco = hipertensão) .

Cortisol (glicocorticóide)      Mobiliza a gordura e proteína dos tecidos Utiliza estas substâncias para suprir parte da energia necessária ao metabolismo corporal Diminui a utilização dos carboidratos para energia Estabiliza a membrana dos lisossomos (evitando seu rompimento) Inibi doenças auto-imunes .

Promove a degradação de proteínas musculares e converção de aminoácidos em glicose em períodos de jejum ou exercício prolongado Aldosterona: estimula a absorção de Na+ pelos rins = pressão sangüínea .SUPRA-RENAIS: MEDULA E CÓRTEX Medula: adrenalina e noradrenalina => estresse. luta. etc. fuga (lembrar do simpático): aumento da freqüência cardíaca. dilatação das pupilas. desvio do sangue para o cérebro e músculos. Córtex: Cortisona (cortisol) =antinflamatório.

Ilhotas de Langerhans (Pâncreas) Secreção 2 hormônios importantes:  Insulina  Aumento do transporte de glicose através da membrana celular  Aumento da intensidade do metabolismo da glicose  Ausência de insulina (diabetes) – células utilizam gorduras e proteínas para energia (aumento da concentração de glicose no sangue e ácidos graxos) .

Glucagon Aumento da concentração sanguínea de glicose através:  Ação direta no fracionamento do glicogênio hepático em glicose  Conversão do aminoácido em glicose (glicogênese)  .

insulinodependente = deficiência na produção de insulina Tipo 2: adulta = níveis normais ou acima do normal de insulina no sangue.Pâncreas -> Exócrina: e Endócrina <. Causada por baixa sensibilidade das células a insulina .Ações antagônicas da insulina e do glucagon Diabete melitus: altos níveis de glicose no sangue e urina Tipo 1: Juvenil.

Paratireoide Secreção do hormônio paratireoidiano (Paratormônio):  Pequeno polipeptídeo (PM 9.500)  Secretado pelas glândulas paratireóides  Ativa os osteoclastos nas cavidades dos ossos  Aumento da secreção do hormônio quando a concentração de cálcio cai abaixo do normal .

Regulação dos níveis de Ca2+ sangüíneo-Paratôrmonio Tireóide Paratireóides Baixo Ca2+ sangüíneo Hormônio da paratireóide Retroalimentação negativa Aumento da absorção de Ca2+ no intestino devido a ativação da vit. liberando Ca2+ Aumento de Ca2+ sangüíneo .D Reabsorção de cálcio pelos rins Osteoclastos dissolvem parte mineral do osso.

Tetania hipoparatireoidiana= perda das 4 glândulas paratireóides. Função:  Regulação da concentração de cálcio nos líquidos  Liberação dos sais de cálcio dos ossos  Absorção de cálcio pelo intestino e túbulos renais  . levando a ausência do hormônio seguida de morte.

Testículos Secreção do Hormônio masculino (Testosterona)  Secreção pelas células intersticiais de Leydig  Controle pela hipófise anterior (FSH = espermatogênese) e (LH = testosterona) Função:  Desenvolvimento dos caracteres secundários masculinos  Diferenciação dos órgãos sexuais masculinos na gravidez  .

.

Ovários Secreção do Hormônio feminino (estrogênio)  Folículo ovariano após ovulação (secreta progesterona)  Regulação pelos hormônios hipofisários (FSH e LH) Função:  Desenvolvimento dos caracteres secundários femininos  preparação do útero para a gravidez  .

.

Mulher: FSH promove o desenvolvimento dos folículos ovarianos LH: ovulação  Estimulam também a produção de estrógeno e progesterona que preparam a parede do útero (endométrio) para receber o embrião.CONTROLE HORMONAL DA REPRODUÇÃO  Resumo Homem: induz a produção de testosterona que ativa a espermatogênese e o aparecimento dos caracteres sexuais secundários (barba.amamentação . etc) GONADOTROFINAS: secretadas atuam sobre as gônadas 1. Luteinizante (LH) pela hipófise anterior. 3. Oxitocina (ocitocina): hipófise posterior -trabalho de parto . Folículo estimulante (FSH) 2.

-Estes dois hormônios ainda inibem a produção de FSH e LH. Estes dois combinados fazem com que o endométrio.células granulosas do folículo secretam estrógeno que estimula o crescimento do endométrio Ovulação . realizada pelo estrógeno e progesterona.FSH estimula o desenvolvimento dos folículos. Fase proliferativa . . o que faz com que o folículo libere o ovócito secundário. mas somente um atinge a maturidade (folículo de Graaf). Fase menstrual -Na ausência da fertilização o corpo lúteo regride pela inibição do LH. A regressão do corpo lúteo provoca diminuição dos níveis de estradiol e progesterona e conseqüente desfacelamento do endométrio juntamente com sangramento (menstruação). torne-se mais vascularizado e com depósitos de glicogênio.o aumento na concentração de estradiol estimula a adenohipófise a secretar LH. Fase secretória -Após a ovulação o folículo se desenvolve no corpo lúteo. Este continua a secreção de estrógeno e adiciona a secreção de progesterona.inibição Estrógeno CICLO MENSTRUAL Resumo: Fase folicular .

EM CASO DE FECUNDAÇÃO -O corpo lúteo não regride.2 Anticoncepcional -Para não haver o desenvolvimento de novos folículos. mas sim a gonadotrofina coriônica humana (HCG) secretada pelo côrion (embrião). . os níveis de estradiol e progesterona continuam altos e a menstruação não acontece.S. HCG é o hormônio detectado nos testes de gravidez P. não devido aos baixos níveis de LH. -As pílulas anticoncepcionais possuem doses diárias adequadas de estrógeno e progesterona que inibem a produção daqueles hormônios da hipófise. -P.S. um precursor da placenta. é preciso manter sempre baixo os níveis de FSH e LH. -Mantendo o corpo lúteo.

Oxitocina (ocitocina): Parto .3.

3.Ocitocina (oxitocina): Amamentação .

FIM .