You are on page 1of 23

GÁS NATURAL

O que é GÁS NATURAL (GN)?
O gás natural é uma mistura de hidrocarbonetos gasosos cuja composição abrange do metano (CH4) ao hexano (C6H14), sendo o metano o principal componente. Apresenta, também, pequenas

quantidades de componentes diluentes, como o nitrogênio e o vapor d’água, e contaminantes (gás sulfídrico e dióxido de carbono). Em geral, o teor de hidrocarbonetos é superior a 90%, ficando o percentual restante distribuído entre os diluentes e contaminantes. É considerado rico quando a soma das porcentagens de todos os componentes mais pesados que o propano (C3+), inclusive, é maior que 7%.

9.478/97: O gás natural "é a porção petróleo que existe na fase gasosa ou em solução no óleo.Lei do Petróleo nº. e que permanece no estado gasoso em CNTP (condições normais de temperatura e pressão)" . nas condições originais de reservatório.

. .  O gás natural passou a ser utilizado em maior escala na Europa.Breve Histórico da Indústria do Gás Natural  Povos da Antiguidade como Persas Babilônicos e Gregos utilizavam os lugares onde o gás era expelido naturalmente para manter aceso o “fogo eterno”.  Século XVIII e XIX: Primeiro registro histórico de uso econômico ou socialmente aproveitável de gás natural na China.Construção de gasodutos a prova de vazamentos (1890).  Entre 1927 e 1931. no final do século XIX. os Estados Unidos tinha 10 linhas de gasodutos.

no município de Coari/AM.No Brasil   Em 1940: Descobertas de gás e petróleo na Bahia (Recôncavo Baiano). Em 1978: Descoberta de importantes jazidas de gás natural na região do Rio Juruá.  Descoberta de gás e petróleo na Bacia de Campos. quadruplicando as reservas provadas no período de 1980-1985. próxima ao município de Carauari/AM.  Em 1986: Descobertas de gás e petróleo na Província Petrolífera do Rio Urucu. .   Em 1999 entrou em operação o GASBOL (Gasoduto Brasil-Bolívia) PRÉ-SAL: Existe uma perspectiva de reservas ainda maiores.

bem como na implantação de um sistema de coordenação dos fluxos. do produtor ao consumidor.Regulamentação  Investimento em gás natural depende da negociação prévia de contratos de fornecimento de longo prazo. da implantação de redes de transporte e de distribuição.  O suprimento do serviço depende.  Visando o ajuste da oferta e da demanda. previamente. sem colocar em risco a confiabilidade do sistema. .

tal qual o petróleo. Nestes casos. . tanto em terra quanto no mar.Exploração do GN O gás natural é encontrado em reservatórios subterrâneos em muitos lugares do planeta. o gás recebe a designação de gás natural associado. Quando o reservatório contém pouca ou nenhuma quantidade de petróleo o gás natural é dito não associado. sendo considerável o número de reservatórios que contém gás natural associado ao petróleo.

Fonte: Bahiagás .

Fundamentos de Engenharia do Petróleo . Existem dois tipos principais: o contínuo e o intermitente . Fonte: THOMAS. José.Gás-Lift O gás-lift é um método de elevação artificial que utiliza a energia de um gás pressurizado para elevar fluidos (óleo e água) até a superfície onde ficam as instalações de produção.

Produção Com base nos mapas do reservatório. . normalmente pelo elevado custo na implantação de infraestrutura de transporte de gás. o excedente é queimado. caso a comercialização do gás não seja viável. como boa parte do gás é utilizada pela própria unidade de produção é verificada a viabilidade de se comercializar o excedente de gás. é definida a curva de produção e a infraestrutura necessárias para a extração.

de maior valor econômico. Líquido de Gás natural). condensáveis (LGN. de modo a remover ou reduzir os teores de contaminantes para atender as especificações de mercado.  PROCESSAMENTO (UPGN): Chama-se Processamento de Gás Natural ao processo de separação das frações mais leves do gás natural (C1 e C2) das frações mais pesadas. CONDICIONAMENTO: é o conjunto de processos (físicos e/ou químicos) aos quais o gás deve ser submetido. . segurança. transporte e processamento.

Unidades de Processamento de Gás Natural (UPGN) o Brasil .

Frequência .Transporte    Gás Natural Comprimido (GNC). Gasodutos. Ferroviário 3 2 3 2 4 Rodoviári o 2 1 2 3 2 Aquaviário 4 4 4 1 5 Dutoviário 5 5 5 3 4 Aéreo 1 3 5 4 3 Característic as Velocidade Disponibilidad e Confiabilidade Capacidade Fonte: Ballou. Gás Natural Liquefeito.

Gasoduto  É o transporte mais confiável. . Nível pequeno de perdas e danos.   Poucas Interrupções.Modal Dutoviário .

2010.Fonte: CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA – CNI. .

com/distribuidoras-de- gn/ .wordpress.Distribuição Fonte: http://nucleodeposgraduacao.

Quando comercializado. para elevação artificial (gas lift) e para a recuperação secundária (injeção em poços) ou ainda na geração de energia.GNV). como matéria prima ou à siderurgia. o GLP é composto por propano e butano e o LGN é a porção condensável do gás. líquido de gás natural . O gás ainda pode ser destinado às petroquímicas. Enquanto o GNV é composto basicamente por metano e algo de etano.LGN de uso industrial ou gás natural veicular . o gás natural é prioritariamente consumido nas instalações de produção.GLP de uso doméstico. ou a gasolina natural (C5+). . nos turbogeradores ou como combustível em fornos e caldeiras. como redutor.Utilização Quanto a sua utilização. seu uso predominantemente é como combustível (gás liquefeito de petróleo .

por ser seco. oferecendo vantagem no custo por quilômetro rodado. o gás natural não provoca resíduo de carbono nas partes internas do motor.  GÁS VEICULAR: utilização em automóveis. aumentando a vida útil e intervalo de troca de óleo e manutenção. TERMELÉTRICAS: utilização em turbinas a gás para geração de eletricidade aproveitando a mesma energia para produção de calor. “processo muito utilizado em virtude da economia e segurança operacional”. conhecida como cogeração. . ônibus e caminhões.

. vidro. isenta de agentes poluidores.).  INDUSTRIA: Utilizado como combustível. industria de cerâmica. GÁS DOMICILIAR: mercado em expansão especialmente nos grandes centros urbanos. cimento etc. onde as distribuidoras tem planos de grande ampliação de suas redes com investimentos em conversões e recebimento nas residências). (ex. proporciona uma combustão limpa. ideal para processos que exige a queima em contato direto com o produto final.

mas sim uma oportunidade real de expressivos investimentos e de geração de empregos que contribuem para o crescimento econômico brasileiro. Em quatro anos.17%.  Entre 2007 e 2010.2% indiretos) em 2011.O gás natural não mais representa uma opção futura e alternativa energética. o mercado de gás natural cresceu 15. No mesmo período. as distribuidoras investiram R$ 6 bilhões em expansão de rede.   na comparação do primeiro trimestre de 2011 com o mesmo período de 2010.9 mil quilômetros em 2011. . O Produto Interno Bruto (PIB) do país apresentou aumento de 4. Acompanhe os números:  A distribuição de gás canalizado gerou 15 mil empregos (diretos e Há mais de 2 milhões de clientes consumindo gás natural no Brasil.3 mil em 2007 para 20. que passou de 14. houve um incremento de 45% na rede de distribuição.

um crescimento de 84.3%. um crescimento de 67. estima-se que:  O Brasil terá mais de 3.41 bilhões. .Em 2020. será de R$ 18 bilhões (média de R$ 2 bilhões/ano).  As distribuidoras deverão contribuir.  O investimento das distribuidoras. com R$ 4. até 2020.  A rede de distribuição instalada chegará a 37.1%. em tributos.2 milhões de consumidores de gás natural.4 mil km de extensão.

.Fonte: ABEGÁS. 2010.

Menor corrosão dos equipamentos e menor custo de manutenção. Melhoria do rendimento energético. crescente e dispersa (pode ser garantida ao mercado interno). Pagamento após o consumo. Baixíssima presença de contaminantes. Emprego em veículos automotivos diminuindo a poluição urbana.Vantagens do GN  Disponibilidade ampla.        Diversificação da matriz energética. Custo bastante competitivo com outras alternativas .