You are on page 1of 45

Gestão de Projectos

Carlos Barreira Mestrado em Ciências da Educação FPCE 2008/2009

Objectivos
• Contextualizar a gestão de projectos • Identificar as componentes de um Marco Lógico • Construir um projecto a elaboração do Marco Lógico partir da

Conteúdos
• O Marco Lógico de um projecto

• Sistema de monitorização e avaliação de um projecto

Estratégia
• Exposição participativa
– Com a análise das componentes de um Marco Lógico (matriz 4x4) – Exemplificando com um Marco Lógico de um projecto

(2006). D. Lda.Bibliografia • Armani. Porto Alegre: Tomo editorial. Como elaborar projectos? Guia prático para a elaboração e gestão de projectos sociais. .

.O que é um projecto ? • “(.. resultados e actividades baseados numa quantidade limitada de recursos (humanos. estruturada em objectivos.) é uma acção social planeada. materiais e financeiros) e de tempo.” Armani (2006) .

Características de um projecto • Nasce de uma ideia. de um desejo ou interesse de realizar algo • Ideia que se estrutura e se expressa através de um esquema • Esquema que é apenas um esboço provisório • A sua implementação exige uma constante aprendizagem e reformulação .

Características de um projecto • Não é apenas um documento formal enviado aos potenciais financiadores como instrumento para captação de recursos • É antes uma solução técnica para que as pessoas e as organizações enfrentem os problemas sociais de forma organizada. ágil e prática .

Os projectos não existem isolados • Três níveis de concretização: – Nível dos grandes objectivos e eixos estratégicos de acção (a política) – Nível intermédio em que as políticas são traduzidas em linhas mestras de acções temáticas e/ou sectoriais (programas) – Nível das acções concretas. no espaço e pelos recursos existentes que possam realizar os programas e as políticas (projectos) . delimitadas no tempo.

adaptar e para inovar – de forma a que os instrumentos metodológicos usados para gerir um projecto (objectivos. • Flexibilidade para experimentar. prazos) não se tornem limitadores. de aprendizagem e de investigação permanentes. resultados. • Dinâmicas que possibilitem diferentes formas e níveis de participação de todos os envolvidos. actividades.Êxito dos projectos (depende de) • Uma atitude de reflexão crítica. . indicadores. recursos.

Fases do ciclo de um projecto • Identificação/Replanificação • Elaboração • Aprovação • Implementação • Avaliação .

resultados e actividades • Embora a fase de avaliação venha no fim.reflexão .A relação entre fases não é linear • A elaboração de um projecto nunca cessa.aprendizagem nova compreensão . as avaliações acontecem continuamente ao longo da implementação (sistema de monitorização e avaliação) – Circulo de aprendizagem (acção .nova análise do contexto) . uma vez que a reflexão durante a implementação leva a reformulações dos objectivos.

Identificação • Esta fase é caracterizada: – Pela identificação da oportunidade da intervenção – Pelo exame preliminar da sustentabilidade da ideia – Pelo diagnóstico da problemática .

Elaboração • Esta fase é caracterizada pela: – – – – – – – – – Formulação do objectivo do projecto Proposição de resultados imediatos Indicação de actividades e acções Identificação dos factores de risco Definição dos indicadores. meios de verificação e procedimentos de monitorização e avaliação Análise da sustentatação lógica do projecto Montagem do plano operacional Determinação dos custos e da viabilidade financeira Redacção do projecto .

Aprovação • É o momento em que se devem assegurar os recursos para a iniciativa • É recomendável que o projecto só seja iniciado quando os recursos tenham sido assegurados .

Implementação • Envolve o desenvolvimento das actividades e a utilização dos recursos – Com vista à produção dos resultados e ao alcance dos objectivos estipulados • Ocorrem também actividades de monitorização e avaliação .

Avaliação • Momento de avaliação propriamente dito do projecto após um certo período de tempo (um ano..) • Quando nos questionamos pelos efeitos e impactes de todo o esforço e recursos investidos • Esta distingue-se da avaliação contínua que ocorre durante a execução do projecto (monitorização..) – Por ser feita com a participação de avaliadores externos ...

resultados. factores de risco e actividades em função das reflexões feitas na implementação e das conclusões da avaliação • Trata-se de planear novamente com base na experiência ocorrida .Replanificação • Proporciona rever objectivos.

• A equação básica das relações é resumida numa matriz de 16 células (4 linhas e 4 colunas) • É útil como método de construção colectiva dos principais parâmetros de um projecto: – – – – – Objectivos gerais e objectivo do projecto Resultados imediatos Actividades Indicadores Premissas (factores de risco) .. dando origem a um projecto estruturado nas suas relações.Marco Lógico Instrumento completo para a elaboração e gestão de projectos • Oferece uma sucessão de passos lógicos e encadeados..

Marco Lógico Instrumento para a elaboração e gestão de projectos • Analisar a matriz de 16 células que ilustra graficamente o Marco Lógico .

para formular os Resultados e as Actividades. . passa-se para a identificação dos Factores de Risco do projecto (4ª coluna) em cada um dos níveis horizontais da matriz Posteriormente formulam-se os Indicadores e seus Meios de Verificação para cada um dos níveis da matriz (2ª e 3ª colunas) Por fim. define-se o Objectivo Geral. Começa-se pela definição da primeira coluna. desenvolve-se um sistema de gestão do projecto (Monitorização e Avaliação) com base nos Indicadores e Meios de verificação e calculam-se os recursos necessários à implementação 2. 3.Marco Lógico Passos para se trabalhar com a matriz 1. 4. depois o Objectivo do Projecto. de cima para baixo. A seguir.

As Premissas (factores de risco) do projecto são explicitadas? . O projecto é monitorizado e avaliado tendo por base Indicadores? 3. 1..Para reflectir.. No projecto em que estão envolvidos distinguem as Actividades a serem desenvolvidas dos Resultados esperados? 2.

“Descrição Sumária” Questões a serem respondidas.. 5. 3. 1. quais devem ser os objectivos específicos do projecto? Para atingir tais objectivos. . que actividades devem ser desenvolvidas? Para realizar essas actividades. 4.1ª Coluna . quais as situações e os resultados essenciais a serem produzidos? Para produzir tais resultados. Qual o objectivo mais geral para o qual o projecto quer contribuir? Para que tal contribuição se possa efectivar.. que tipo e volume de recursos devem ser disponibilizados? 2.

Objectivo Geral 1. Muitas vezes este objectivo já está definido quando se começa a elaborar o projecto . Expressa o impacte mais geral do projecto. para além dos efeitos produzidos nos beneficiários directos e/ou organizações nele envolvidas 2.

de comportamentos por parte dos beneficiários. 3.os projectos devem ter o menor número possível de objectivos . Recomendação . Estes efeitos dizem respeito a mudanças de relações sociais. Que efeitos duradouros nos beneficiários são esperados com o projecto? 2.Objectivos específicos do projecto 1.

Resultados 1. Cada objectivo específico do projecto requer um certo número de resultados correspondentes. 2. com base na realização das actividades. Dizem respeito aos produtos e/ou situações concretas a serem concretizadas pelo projecto. Os resultados devem partir do diagnóstico da situação-problema de forma a satisfazer as exigências colocadas pelo objectivo do projecto . 3.

É recomendável que as principais acções sejam agrupadas por similitude e coerência segundo actividades-chave 2.Actividades O que fazer para que os resultados venham a ser alcançados? 1. É com base na definição precisa das actividades e acções que se procede ao cálculo dos custos do projecto e à definição do cronograma . São agrupamentos de acções concretas realizadas para viabilizar cada actividade de forma a alcançar os resultados 1.

Análise da lógica da intervenção 1. Os resultados uma vez produzidos têm condições de alcançar o objectivo do projecto? 4. O objectivo do projecto tem probalilidade de contribuir para o objectivo geral? . As actividades previstas conduzem necessariamente à produção dos resultados definidos? 3. As acções são necessárias e suficientes para realizar as actividades? 2.

Indicam as condições externas que afectam o desenvolvimento do projecto e que estão fora do controle directo de quem o implementa 3.Premissas e factores de risco 1. Representam a previsão de possíveis problemas na utilização dos recursos necessários ao desenvolvimento do projecto 4. É fundamental que desde o início do projecto sejam identificadas 2. Relacionam-se com a disposição dos beneficiários de se envolverem conforme esperado nas actividades do projecto .

do alcance dos Resultados e da realização dos Objectivos de um Projecto .O que é um indicador ? • É um parâmetro objectivo e operacionalizar conceitos (ex: p. avaliar ou demonstrar variações numa dimensão da realidade relevante para os objectivos de um projecto • Os indicadores fornecem evidências concretas do andamento das Actividades.60) mensurável utlizado para • É uma “régua” ou um padrão que nos ajuda a medir.

expressam variações quantificáveis. liderança. auto-estima. volume de recursos...º de pessoas. utilizando unidades de medida: n. .expressam variáveis ou dimensões que não podem ser definidas apenas com números: participação. • Qualitativos .Tipos de indicadores • Quantitativos . valores e atitudes. percentagens...

L. Resultados. Objectivo do Projecto e Objectivo Geral • Estes devem ser independentes e específicos de cada nível • Dão-nos evidências válidas e confiáveis de que o objectivo de determinado nível foi atingido .Indicadores do Marco Lógico • – Um projecto elaborado segundo o M. terá quatro níveis de indicadores correspondendo às Actividades.

Quatro indicadores do Marco Lógico • • • • Objectivo geral Indicadores de Impacto Objectivo do projecto Resultados Indicadores de Efectividade Indicadores de Desempenho Actividades e recursos Indicadores Operacionais .

tendo por base o orçamento do projecto e o seu cronograma .Indicadores operacionais • Indicam-nos se os recursos previstos (financeiros.º e %) ou a qualidade com que é realizado um curso • Funcionam como instrumentos de monitorização da evolução do projecto. forma e tempo adequados à realização das Actividades • Devem indicar o volume de Actividades realizadas em relação às previstas (em n. materiais e humanos) foram disponibilizados na quantidade.

Indicadores de desempenho • Dão evidências de que as situações. serviços ou produtos concretos o projecto precisa gerar como condição para produzir os efeitos esperados . serviços e produtos planeados como Resultados foram alcançados • É fundamental especificar quais as situações.

Indicadores de Efectividade • Indicam mudança na qualidade de vida. no comportamento e em atitudes e/ou na forma de funcionamento de organizações • A função destes indicadores é demonstrar até que ponto os Objectivos do Projecto foram alcançados • É recomendável avaliar a efectividade depois de decorridos alguns meses a partir da produção de Resultados .

eles normalmente são indicadores indirectos que evidenciam metas fora do alcance directo do projecto .Indicadores de Impacto • São aqueles que indicam os benefícios mais amplos. e de longo prazo. gerados pela realização dos Objectivos do Projecto • Referem-se à contribuição do Objectivo do Projecto para alcançar um Objectivo Geral de maior alcance e mais complexo • Por isso.

é necessário um ágil e eficiente sistema de gestão para guiar a sua implementação • A gestão do projecto envolve a monitorização (M) e a avaliação (A).Gestão do Projecto • Uma óptima elaboração de um projecto não é suficiente para o seu êxito • Além de um projecto bem elaborado. usando para isso os Indicadores elaborados no ML .

– se os Objectivos previstos estão a ser alcançados (A). com o propósito de verificar: – se as Actividades e Resultados realizados correspondem ao que foi planeado (M). .Processo de Monitorização e Avaliação de um Projecto • Conjunto dos procedimentos de acompanhamento e análise realizados ao longo da sua implementação.

do uso de recursos e da produção dos Resultados. comparando-os com o planificado – Deve produzir dados para analisar desvios e tomar decisões de revisão do Plano • Avaliação tem por função analisar criticamente o andamento do projecto segundo os seus objectivos.Processo de Monitorização e Avaliação de um Projecto • Monitorização refere-se à observação regular e sistemática do desenvolvimento das Actividades. com base nas informações produzidas durante o processo de monitorização .

com o qual se controla a realização de Actividades e acções de acordo com os prazos.Processo de Monitorização e Avaliação • – Permite acompanhar o projecto. para verificar se os recursos utilizados no projecto estão de acordo com a oferta de recursos prevista originalmente . – Plano Operacional. responsáveis e recursos necessários – Orçamento do Projecto. através do qual se controla a lógica geral do projecto e o grau de alcance dos Resultados e Objectivos. tendo por base três instrumentos: Marco Lógico.

Processo de Monitorização e Avaliação • Os mecanismos de M & A de um projecto devem tentar equilibrar dois objectivos: – Promover o controle sobre o alcance dos resultados e objectivos e uso dos recursos (responsabilização) – Garantir espaços de autonomia e reflexão da equipa executora .

A descrição e quantificação dos recursos humanos.Plano Operacional • – – – – – – É a apresentação detalhada dos principais elementos do projecto. materiais e financeiros para a realização das actividades e alcance dos resultados. Para cada Resultado. a descrição das acções e tarefas concretas a serem desenvolvidas. resultando num cronograma. orçamento . a descrição das Actividades necessárias para o poder atingir. devendo conter: Uma estrutura baseada nos Resultados Imediatos pretendidos. O registo dos prazos apropriados para a realização de cada conjunto de Acções e Actividades. Para cada uma destas Actividades. Uma divisão de tarefas e responsabilidades na realização das actividades.

materiais e financeiros necessários para as actividades de gestão e apoio ao projecto • Calcular o custo total do orçamento a partir dos gastos relativos ao uso dos recursos. repartindo-se o total segundo as diversas fontes de financiamento • • Indicar as contribuições de cada grupo/instituição participante do projecto em termos de recursos Quantificar a contribuição das organizações executantes em termos de recursos humanos.Como realizar o cálculo do Orçamento • • Determinar os recursos humanos. materiais e financeiros . materiais e financeiros necessários para realizar cada uma das Actividades planeadas Calcular os recursos humanos.

justificativa. resumo) Contexto (organização(ões) proponente(s). objectivo do projecto. revisões e avaliações) Orçamento e plano de financiamento Anexos ( Marco Lógico.cultural. resultados imediatos. recursos humanos e materiais necessários. diagnóstico.. Plano Operacional. cronograma) Viabilidade (política. técnica. económica-financeira.. metodologia. antecedentes e origem do projecto) Intervenção (objectivo geral. étnica e de género. institucional e de gestão) Sistema de M & A (procedimentos.Estrutura a adoptar na redacção do projecto • • • • • • • • Abertura (página de capa. factores de risco) Programação (organização do trabalho e formas de actuação. actividades.) . ambiental.