You are on page 1of 11

Código de Trabalho

Livro I.Parte Geral TÍTULO I – Fontes e aplicações do direito do trabalho CAPÍTULO I – Fontes do direito do trabalho CAPÍTULO II – Aplicação do direito do trabalho .

deveres e garantias das partes SECÇÃO VIII – Cláusulas acessórias SECÇÃO IX – Modalidades de contrato de trabalho .TÍTULO II – Contrato de trabalho CAPÍTULO I – Disposições gerais SECÇÃO I – Contrato de trabalho SECÇÃO II – Sujeitos SECÇÃO III – Formação do contrato SECÇÃO IV – Período experimental SECÇÃO V – Actividade do trabalhador SECÇÃO VI – Invalidade do contrato de trabalho SECÇÃO VII – Direitos.

CAPÍTULO II – Prestação do trabalho SECÇÃO I – Local de trabalho SECÇÃO II – Duração e organização do tempo de trabalho CAPÍTULO III – Retribuição e outras prestações patrimoniais SECÇÃO I – Disposições gerais sobre retribuição SECÇÃO II – Determinação do valor da retribuição SECÇÃO III – Retribuição mínima mensal garantida SECÇÃO IV – Cumprimento de obrigação de retribuição .

CAPÍTULO IV – Prevenção e reparação de acidentes de trabalho e doenças profissionais CAPÍTULO V – Vicissitudes contratuais SECÇÃO I – Transmissão de empresa ou estabelecimento SECÇÃO II – Cedência ocasional de trabalhador SECÇÃO III – Redução da actividade e suspensão de contrato de trabalho CAPÍTULO VI – Incumprimento do contrato SECÇÃO I – Disposições gerais SECÇÃO II – Suspensão de contrato de trabalho por não pagamento pontual da retribuição .

SECÇÃO III – Poder disciplinar SECÇÃO IV – Garantias de créditos do trabalhador SECÇÃO V – Prescrição e prova CAPÍTULO VII – Cessação de contrato de trabalho SECÇÃO I – Disposições gerais sobre cessação de contrato de trabalho SECÇÃO II – Caducidade de contrato de trabalho SECÇÃO III – Revogação de contrato de trabalho SECÇÃO IV – Despedimento por iniciativa do empregador SECÇÃO V – Cessação de contrato de trabalho por iniciativa do trabalhador .

TÍTULO III – Direito colectivo SUBTÍTULO I – Sujeitos CAPÍTULO I – Estruturas de representação colectiva dos trabalhadores SECÇÃO I – Disposições gerais sobre estruturas de representação colectiva dos trabalhadores SECÇÃO II – Comissões de trabalhadores SECÇÃO III – Associações sindicais e associações de empregadores CAPÍTULO II – Participação na elaboração de legislação do trabalho SUBTÍTULO II – Instrumentos de regulamentação colectiva de trabalho .

CAPÍTULO I – Princípios gerais relativos a instrumentos de regulamentação colectiva de trabalho SECÇÃO I – Disposições gerais sobre instrumentos de regulamentação colectiva de trabalho SECÇÃO II – Concorrência de instrumentos de regulamentação colectiva de trabalho CAPÍTULO II – Convenção colectiva SECÇÃO I – Contratação colectiva SECÇÃO II – Celebração e conteúdo SECÇÃO III – Depósito de convenção colectiva SECÇÃO IV – Âmbito pessoal de convenção colectiva SECÇÃO V – Âmbito temporal de convenção colectiva .

CAPÍTULO III – Acordo de adesão CAPÍTULO IV – Arbitragem SECÇÃO I – Disposições comuns sobre arbitragem SECÇÃO II – Arbitragem voluntária SECÇÃO III – Arbitragem obrigatória SECÇÃO IV – Arbitragem necessária SECÇÃO V – Disposições comuns à arbitragem obrigatória e à arbitragem necessária CAPÍTULO V – Portaria de extensão CAPÍTULO VI – Portaria de condições de trabalho CAPÍTULO VII – Publicação. entrada em vigor e aplicação .

SUBTÍTULO III – Conflitos colectivos de trabalho CAPÍTULO I – Resolução de conflitos colectivos de trabalho SECÇÃO I – Princípio de boa fé SECÇÃO II – Conciliação SECÇÃO III – Mediação SECÇÃO IV – Arbitragem CAPÍTULO II – Greve e proibição de lock-out SECÇÃO I – Greve SECÇÃO II – Lock-out .

LIVRO II – Responsabilidades penal e contra-ordenacional CAPÍTULO I – Responsabilidade penal CAPÍTULO II – Responsabilidade contra-ordenacional .