You are on page 1of 42

Faculdade Ateneu Pós-Graduação no Ensino da Matemática

• Disciplina: Metodologia do Ensino da Matemática • Prof. Wellington Lucio Bezerra

O matemático e o educador matemático
Matemático • Tem a matemática como fim • Educa para a matemática • Trabalha para o desenvolvimento da matemática Educador matemático •Tem a matemática como meio • Educa pela matemática • Trabalha para o desenvolvimento humano

A cara da matemática...

Ponto de partida
Quase todos nós achamos que a matemática:
• É difícil, um desafio.

• É importante.
• É lógica, exata e universal • É coisa de gente inteligente

Por que temos essa representação da matemática? . • É coisa para homens • É atividade que se faz sozinho e em silêncio.Ponto de partida • Compõe-se basicamente de cálculos e números.

. do jovem e do adulto?  Qual é o papel do professor na construção do conhecimento matemático? .     O que é a matemática? Como ensinar e aprender matemática? Como fazer matemática na escola? Qual é a natureza do pensamento matemático da criança..Questões iniciais.

como tratá-los? .Quais as principais tendências em Educação Matemática? • .REFLEXÕES SOBRE TEORIAS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS EM MATEMÁTICA • Por que ensinar Matemática? • . sobretudo.Quais os principais conteúdos matemáticos que deveriam ser trabalhados ? E.

A Matemática e o gráficos. . A Matemática nas medidas. Não tenha medo da Matemática. A Matemática vai mais longe.REFLEXÕES SOBRE TEORIAS E PRÁTICAS PEDAGÓGICAS EM MATEMÁTICA • • • • • A Matemática e o dinheiro.

História da Matemática.. Modelagem Matemática.Métodos de Ensino de Matemática • • • • • Etnomatemática. . Resolução de problemas. Jogos Pedagógicos.

Etnomatemática • Historicamente. com objetivos práticos. . a matemática é uma abstração e generalização de situações concretas e mesmo de problemas que são postos pela realidade.

institucionalização e idéias matemáticas. indivíduos que ao longo de suas vidas desenvolvem e acumulam experiências e memórias. e. cultura.Etnomatemática • Etno: etnia. transmissão. • É importante conhecer os processos de geração. . por extensão. Uma pesquisa sobre a história das idéias.

.Etnomatemática • Ponto de partida: REALIDADE • Estratégia: MODELAGEM • Transporte de um sistema real ou porção da realidade para um sistema simplificado que aproxima a situação real.

de entender nos diversos contextos culturais” (D'Ambrósio) . de conhecer.Etnomatemática • “A arte ou técnica de explicar.

. • Método de ensino: problematização e Modelagem Matemática.Etnomatemática • Processo ensino-aprendizagem: problemas da realidade. Pesquisa e estudo/discussão de problemas que dizem respeito à realidade dos alunos. • Relação aluno-professor: dialógica.

Volume máximo de uma caixa .

algo a ser explorado. • A Modelagem Matemática é livre e espontânea. ela surge da necessidade do homem em compreender os fenômenos que o cercam para interferir ou não em seu processo de construção. o imaginável e o inimaginável.Modelagem Matemática • Modelagem Matemática é acima de tudo uma perspectiva. .

Modelagem Matemática • Ao trabalharmos Modelagem Matemática dois pontos são fundamentais: aliar o tema à ser escolhido com a realidade de nossos alunos e aproveitar as experiências extra-classe dos alunos aliadas à experiência do professor em sala de aula. .

deixa de ser abstrato e passa a ser concreto. devido a interatividade do conteúdo matemático com outras disciplinas.Porque fazer Modelagem Matemática? • 1) Motivação dos alunos e do próprio professor 2) Facilitação da aprendizagem. O conteúdo matemático passa a ter significação. 3) Preparação para futuras profissões nas mais diversas áreas do conhecimento. .

tornando-a assim. .Porque fazer Modelagem Matemática? • 4) Desenvolvimento do raciocínio. lógico e dedutivo em geral. 5) Desenvolvimento do aluno como cidadão crítico e transformador de sua realidade. mais importante. 6) Compreensão do papel sócio-cultural da matemática.

2.contribui para elaboração de atividades significativas para o ensino da matemática. .Argumentos favoráveis ao uso da História da Matemática em sala de aula 1.a história possibilita a visão sobre a natureza do conhecimento matemático e da atividade matemática.

4.Argumentos favoráveis ao uso da História da Matemática em sala de aula • 3-promove a visão da matemática como uma atividade humana e cultural.proporciona o gosto para estudar matemática .

é a utilização da história da matemática como recurso pedagógico. uma das mudanças sugeridas nos Parâmetros Curriculares Nacionais (PCN) na forma de abordar os conteúdos de matemática. . em sala de aula.Argumentos favoráveis ao uso da História da Matemática em sala de aula • No Brasil.

em diferentes momentos históricos. 1997.Argumentos favoráveis ao uso da História da Matemática em sala de aula • PCN: Ao revelar a Matemática como uma criação humana.” (BRASIL. p. 45) . ao estabelecer comparações entre os conceitos e processos matemáticos do passado e do presente. ao mostrar necessidades e preocupações de diferentes culturas. o professor tem a possibilidade de desenvolver atitudes e valores mais favoráveis do aluno diante do conhecimento matemático.

seja na própria ciência matemática e em outras áreas do conhecimento.Resolução de problemas no centro do processo educativo A resolução de situação-problema é colocada no centro do processo de construção do conhecimento. sempre com o objetivo de promover o desenvolvimento de cada sujeito. .

Resolução de problema nos PCN (2006. 84) • “Vale aqui ressaltar o quanto é importante. competência que fica prejudicada quando se trabalha só problemas ‘fechados` . p. para o exercício da cidadania. a competência de analisar um problema e tomar as decisões necessárias à sua resolução.

2006) 1.Etapas da resolução de problema (Polya. 4. 3. Entender ou interpretar o problema Construir uma estratégia de resolução Executar a estratégia Revisar ou avaliar a solução obtida . 2.

a arte. a política. experiências. mas também por meio das vivências. possibilidades. dentre outros. O contato com as circunstâncias que geram os problemas não deve sempre ser via texto escrito. cálculos mentais. .Problema e contextualização Os problemas que devem impulsionar a aprendizagem matemática têm como fonte múltiplos espaços e contextos: os esportes. a geografia. a economia. probabilidades e outros meios. o comércio.

O papel do professor na resolução de problemas • Encontrar bons problemas. • Usar o erro como estratégia didática. • Analisar os passos e recursos dos alunos e trabalhar na melhoria das estratégias usadas . • Olhar para o problema como um elemento que deve disparar o processo de construção do conhecimento.

O aluno deve usar a matemática que já conhece 4. Fornece todas as informações necessárias 2.Problema rotineiro 1. A resposta do problema a é única . Não dá informações supérfluas 3. O aluno deve combinar os dados do problema por meio de operações conhecidas 5.

00 cada uma. Nestas condições. quanto o pai de Marco vai gastar para cercar o terreno . Para fixá-la. Quer também colocar um portão de 1 m de comprimento. cujo preço é R$570. cujo metro custa R$37.Problema rotineiro • O pai de Marco tem um terreno retangular de 12m por 18m e resolveu cercá-lo com uma rede de arame.00. vai precisar de 10 estacas a R$10.00.

Tem como princípios a contextualização e a interdisciplinaridade 4. levantamento de hipóteses e tomada de decisões 2. Exige raciocínio. Pode não possuir uma resposta única .Situação-problema 1. Podem requerer conhecimentos que o aluno ainda não adquiriu 5. Ponto de partida para a construção de conceitos novos 6. Exige seleção de dados contidos no enunciado 3.

de modo que: . Ele deve ser dividido em compartimentos menores. retirando-se uma faixa de 2m de largura.Situação-problema Um galpão de base retangular. sobra um quadrado. uma perpendicular a um lado traçada por certo ponto A divide a base em dois retângulos. . tem altura igual ao lado menor da base. todos com altura igual a do galpão. e volume de 3456m³.na base.de cada um deles. como mostra a figura. cujas dimensões são números naturais. .

.Situação-problema • Base do galpão • Ache as dimensões do galpão.

.JOGOS MATEMÁTICOS EM SALA DE AULA • Ensinar matemática é desenvolver o raciocínio lógico. a criatividade e a capacidade de resolver problemas. estimular o pensamento independente.

JOGOS MATEMÁTICOS EM SALA DE AULA educadores matemáticos: • aumentar a motivação para a aprendizagem. concentração. . desenvolvendo a socialização e aumentando as interações do indivíduo com outras pessoas. atenção. • a organização. desenvolver a autoconfiança. raciocínio lógico-dedutivo e o senso cooperativo.

O uso de jogos e curiosidades • tem o objetivo de fazer com que os adolescentes gostem de aprender essa disciplina. memória e outros permite que o aluno faça da aprendizagem um processo interessante e até divertido. mudando a rotina da classe e despertando o interesse do aluno envolvido. como dominó. . palavras cruzadas. A aprendizagem através de jogos.

.O uso de jogos e curiosidades • Os jogos podem ser utilizados pra introduzir. amadurecer conteúdos e preparar o aluno para aprofundar os itens já trabalhados. Devem ser escolhidos e preparados com cuidado para levar o estudante a adquirir conceitos matemáticos de importância.

afirma que ''o jogo aproxima-se da Matemática via desenvolvimento de habilidades de resoluções de problemas''. • Moura. . 1968. de certa forma. ''para que os jogos produzam os efeitos desejados é preciso que sejam. dirigidos pelos educadores''.O uso de jogos e curiosidades • Segundo Malba Tahan. 1991.

Com eles. . esses são classificados em três tipos: • jogos estratégicos. O fator sorte não interfere no resultado. os alunos lêem as regras e buscam caminhos para atingirem o objetivo final.O uso de jogos e curiosidades Os jogos trabalhados em sala de aula devem ter regras. onde são trabalhadas as habilidades que compõem o raciocínio lógico. utilizando estratégias para isso.

.O uso de jogos e curiosidades • jogos de treinamento. o que pode frustrar as idéias anteriormente colocadas. os quais são utilizados quando o professor percebe que alguns alunos precisam de reforço num determinado conteúdo e quer substituir as cansativas listas de exercícios. Neles. quase sempre o fator sorte exerce um papel preponderante e interfere nos resultados finais.

semelhança de figuras. Com eles conseguimos trabalhar figuras geométricas. .O uso de jogos e curiosidades • jogos geométricos. que têm como objetivo desenvolver a habilidade de observação e o pensamento lógico. ângulos e polígonos.

Adivinhando a idade de uma pessoa'' • • • • • • 1º Escrever um número de dois algarismos. . 6º Subtrair o ano do nascimento. 4º Multiplicar esta soma por cinqüenta 5º Somar ao produto o número 1762. 2º Multiplicar o número escrito por dois. 3º Somar cinco unidades ao produto obtido.