You are on page 1of 14

pesquisar mais sobre o tema. Na verdade. A escolha deste tema ocorreu pelo meu maior interesse. me encantei com as crianças e decidi fazer o curso. ao ser estagiária da Educação Infantil no decorrer de outra graduação. se constituir nas crianças e na educação voltada para as mesmas. bem como. no curso de Pedagogia. .

nem sempre foram “vistas” pela sociedade e é somente a partir da Constituição Federal de 1988 que elas são consideradas como sujeito de direitos. como a primeira etapa da educação básica de qualquer indivíduo. no Brasil. legalmente. Foi a partir dela que a educação infantil passa a ser reconhecida. As crianças. pergunta-se: quais são os avanços e os limites da Educação Infantil no Brasil? . Frente ao aspecto legal e a realidade.

 O objeto de estudo deste trabalho é a Educação Infantil. não se pode falar em Educação Infantil sem citar os sujeitos constituintes deste nível de ensino. Mas. ou seja. as crianças e a infância. .

Educação Infantil. Conceito de Educação. Conceito de Infância. História da Educação Infantil. .

. Compreender o desenvolvimento da Educação Infantil no contexto histórico brasileiro.

primeiramente. a escrita pudesse ser realizada. . Em seguida. realizou-se uma primeira leitura para que os textos fossem fichados e para que. selecionados. os materiais foram. Assim. depois. A metodologia empregada para a realização deste trabalho foi de cunho bibliográfico.

Oliveira (2007). Kreutz (1996) e Horn (1998). Santos (2006).  2ª parte: Oliveira (1982). Kramer (1982). Godoi (2004) e Oliveira (1982). Rizzini. Postman (1999). além de alguns documentos oficiais. (2009). Heywood (2004). Kuhlmann (2010).  3ª parte: Sousa (1996).  .Os principais autores utilizados em cada parte foram:  1ª parte: Ariès (2006). Nascimento (2006). Kuhlmann (2011) e Farias (2005).

por sua vez. O trabalho foi organizado em três partes. a terceira “Educação Infantil no Brasil pós Constituição Federal de 1988: avanços ou limites?” . A primeira parte intitulada “Infâncias e Crianças: Uma construção histórica”. a segunda. “Educação Infantil no Brasil: uma construção histórica” e.

Assim. . ela representou a retomada das transformações dos conceitos de criança e infância no decorrer dos séculos. até a constituição do que se entende por criança na atualidade. Nesta primeira parte o principal objetivo foi o de contribuir para a ampliação da visão a respeito da História da Educação Infantil no Brasil.

Desse modo. objetivou-se compreender o contexto da promulgação da Constituição Federal de 1988 e as implicações no que diz respeito às crianças. Nesta parte. o foco incidiu sobre o desenvolvimento da história da Educação Infantil no Brasil. baseando-se nas transformações ocorridas na sociedade que foram determinantes para tal desenvolvimento. .

Dessa forma. considerando-se os direitos garantidos por lei. apontaram para alguns limites ainda presentes na implantação e expansão da Educação Infantil no Brasil. bem como. Na terceira e última parte o objetivo foi o de compreender as limitações e os avanços da Educação Infantil. . pôde-se perceber que as legislações posteriores à Constituição Federal evidenciaram os avanços conquistados.

 Foi possível concluir que a sociedade na qual estamos inseridos é excludente e privilegia os interesses da elite o que acaba por precarizar a educação oferecida pelas instituições de educação infantil. . em especial às destinadas a classe trabalhadora.

. como também. pude conhecer mais sobre as instituições das quais eles fazem parte e perceber como as mesmas ainda carecem de tudo: recursos. formação. para uma futura atuação na área específica de Educação Infantil. por ter dois sobrinhos na creche. participação da comunidade em geral. Além disso. O conhecimento proporcionado a partir da pesquisa foi muito importante para mim que já sou professora e trabalho com crianças dando aulas de inglês.