You are on page 1of 11

FACULDADE ATENAS MARANHENSE - FAMA

Administração da Produção – APO


- Ponto de Equilíbrio -

 Gerisval Pessoa Página 1 de 11


Ponto de Equilíbrio
Avaliação Econômica de Alternativas de Capacidade
• Análise do Ponto de Equilíbrio

Estabelece uma relação entre receitas, custos e volume de produção


(quantidade produzida). O objetivo fundamental desta análise é verificar
como se comportam os custos e a receita (e consequentemente os lucros)
sob diferentes alternativas de volume de produção (ou de capacidade
produtiva)
• Custos fixos: são aqueles que permanecem constantes qualquer que
seja a quantidade produzida. Ex.: aluguel, impostos prediais, custos de
depreciação de máquinas e instalações, despesas administrativas,
mão-de-obra indireta de fábrica, manutenção das instalações.
• Custos variáveis: são aquele que variam diretamente com o volume
de produção, tais como matérias-primas, mão-de-obra-direta,etc.. Os
custos variáveis podem ser chamados de custos diretos sobre o
produto.
 Gerisval Pessoa Página 2 de 11
Ponto de Equilíbrio
Avaliação Econômica de Alternativas de Capacidade
• Análise do Ponto de Equilíbrio

Esta análise, tem como ponto de partida os conceitos de custo fixo e


variável. O ponto de equilíbrio é aquele em que as Receitas Totais se
igualam aos Custos Totais. Abaixo dele, a empresa tem prejuízo, acima
dele, tem lucro. Para cálculo do ponto de equilíbrio considere-se:
• CT = custo total associado à produção de “q” unidades de produto;
• CF = custo fixo total (independe de “q”);
• CVu = custo variável (direto) unitário, ou seja, o custo para se fazer
uma unidade, levando em conta apenas os custos diretos sobre o
produto.
CT = CF + q CV

 Gerisval Pessoa Página 3 de 11


Ponto de Equilíbrio
Avaliação Econômica de Alternativas de Capacidade
• Análise do Ponto de Equilíbrio

Considerando “R” a receita total associada à produção de “q” unidades do


produto ou do serviço e, supondo que “PV” designe o preço de venda
unitário, temos:
R = q PV

Considerando que o ponto de equilíbrio é o valor “q” da produção tal que


exista igualdade entre custos totais e receita total, a produção para a qual
o lucro é zero. Para se determinar quanto vale a produção “q” em função
dos custos e do preço unitário de venda veja as equações:

CT = CF + q CVu = R = q PV
ou
CF = q PV - q CVu CF = q (PV - CVu)
 Gerisval Pessoa Página 4 de 11
Ponto de Equilíbrio
Avaliação Econômica de Alternativas de Capacidade
• Análise do Ponto de Equilíbrio

CF
q=
PV - CVu

Em certos momentos podemos estar interessados na quantidade


produzida que corresponde a um certo valor prefixado “L” de lucro. Neste
caso, pode-se demonstrar que a quantidade “q” será dada por:
L + CF
q=
PV - CVu

 Gerisval Pessoa Página 5 de 11


Ponto de Equilíbrio
FÓRMULA :

$ Custos e Despesas Fixos


Ponto de equilíbrio =
$ Margem de Contribuição Unitária

Exemplo:
Custos fixos, previstos em $ 6.376.350,00
-Preço de venda $ 15,00
-Custo variável unitário $ 10,00
Ponto de Equilíbrio = $ 6.376.350,00 = $ 6.376.350,00 = 1.275.270 unidade
do Produto
$ 15,00 (-) $ 10,00 $ 5,00

 Gerisval Pessoa Página 6 de 11


Ponto de Equilíbrio

Ponto de Equilíbrio - PE
“É o ponto de interseção da curva de receitas
totais com a curva de custos e despesas totais.
Nele o resultado é zero.”
RT - CT = 0

Portanto, no PE o lucro é zero

 Gerisval Pessoa Página 7 de 11


Ponto de Equilíbrio

Ponto de equilíbrio → receita total = custo total

Ponto de equilíbrio → receita total – custo


total = zero

custo fixo
“PE” = margem de contribuição

Margem de contribuição =
1,00 – fração decimal do custo variável
 Gerisval Pessoa Página 8 de 11
Custos, Receita e Ponto de Equilíbrio
CT
R
CV

Receita
Custos

CF CF
Quantidade Quantidade
Produzida
R Produzida
CT
Custos e Receita

CF
q

PE Quantidade
Produzida
 Gerisval Pessoa Página 9 de 11
Ponto de Equilíbrio

Margem de Contribuição

Receitas líquidas de impostos


menos : Custos que só existem quando
produtos/serviços são produzidos
igual : Margem de contribuição
CUSTOS MARGEM
RECEITAS _
LÍQUIDAS VARIÁVEIS = DE
CONTRIBUIÇÃO

Determina o valor disponível para absorver Custos e Despesas Fixas

 Gerisval Pessoa Página 10 de 11


Lote Econômico
➘ É a quantidade estipulada pela Empresa para ser fabricada;
➘ O dimensionamento do lote permite quantificar tempo e insumos
gastos na produção

Lote econômico de produção => É a quantidade que se pode


produzir maximizando a aplicação dos meios de produção e
com menor despesas. R
$ Lucro Máximo

PE C

CF

Q
Tamanho do lote QM
 Gerisval Pessoa Página 11 de 11