You are on page 1of 32
R E I N O: A N I M A L SUBFILO: I N V E R T E B R A D O S F I L O: P O R Í F E R A OU E S P O N G I Á R I O S Latim, porus= poro-orifício; feros = portador. -Possuem cerca de 10.000 spp. -Seu corpo é perfurado por grande número de poros, por onde entra água (poros inalantes) até alcançar a cavidade central (átrio) e um único poro grande exalante (o ósculo que não corresponde à boca), pelo qual sai água. -São animais Parazoários, isto é, não há formação de tecidos verdadeiros. -São os multicelulares mais primitivos. -Apresentam apenas dois folhetos germinativos ou embrionários = Diblásticos. -Possuem simetria radial. -Habitat aquático, bentônicos, maioria marinha, vivendo livres quando larvas e sésseis ou fixos a substratos rochosos quando adultos constituindo colônias. -Sua alimentação é por filtração.Possuem internamente células flageladas que promovem a circulação da água. -O tamanho dos poríferos é de mais ou menos de 1cm a 50 cm de altura. -A parede do corpo é formada internamente pelos: coanócitos (células flageladas, coano=funil), que filtram a água, capturando partículas nutritivas. No tipo morfológico mais simples de esponja, os coanócitos revestem a espongiocele (cele=cavidade), formando a coanoderme. Externamente por células da epiderme chamadas pinacócitos, que formam a pinacoderme (pinna= em forma de prancha). A região intermediária é preenchida pelo mesênquima, estrutura gelatinosa que contém uma rede de proteína denominada, espongina; além das espículas que servem para a sustentação. Apresentam ainda células presentes no material gelatinoso (entre os pinacócitos e os coanócitos) chamadas de amebócitos (são vários tipos), que tem a função de distribuir nutrientes nestes espaços.Para facilitar à entrada d’água, possuem células chamadas porócitos. -Reprodução assexuada, pode ser por brotamento, fragmentação ou gemulação (ocorre em espécies de água doce) e sexuada (larva anfiblástula); animais dióicos (sexos separados) e monóicos (hermafroditas). -Em termos de estruturas podem ser reconhecidos 3 tipos: ASCONÓIDE, SICONÓIDE E LEUCONÓIDE. -O filo dos poríferos é dividido em 4 classes: Classes: Hexactinellida, Calcarea, Demospongiae, Scleropongiae. CARACTERÍSTICAS Características Gerais dos Poríferos • Simetria •Radial ou ausente Esponja do tipo ascon Estruturas de uma esponja Estrutura dos Poríferos Esponja Estrutura e função      Revestimento – pinacócitos Nutrição – coanócitos (intracelular), amebócitos (distribuição) Circulação, Excreção e Respiração – difusão Sustentação – Espículas + espongina Reprodução   Assexuada: Brotamento, regeneração e gemulação Sexuada: Fecundação *OBS.: Poríferos são parazoários ESTRUTURA DAS ESPONJAS ÓSCULO ÓSCULO ÓSCULO CANAIS RADIAIS PINACÓCITO COANÓCITO POROS ESPÍCULAS PORÓCITO MESÊNQUIMA COANÓCITO ÁTRIO OU ESPONGIOCELE POROS CANAIS SEMI RADIAIS Á T R I O TIPO ÁSCON TIPO SÍCON TIPO LÊUCON Animais Filtradores Reprodução assexuada Reprodução Assexuada Reprodução assexuada  Gêmula TIPOS DE REPRODUÇÃO ASSEXUADA BROTAMENTO OU GEMIPARIDADE CÉLULAS CAPAZES DE ORIGINAR NOVAS ESPONJAS ESPÍCULAS GEMULAÇÃO REGENERAÇÃO Reprodução assexuada-brotamento Reprodução sexuada Reprodução sexuada Reprodução Sexuada REPRODUÇÃO SEXUADA DAS ESPONJAS - FECUNDAÇÃO EXTERNA - DESENVOLVIMENTO EXTERNO - DESENVOLVIMENTO INDIRETO OVULÍPAROS Tipos de esponjas Habitat e diversidade Aquático Habitat e diversidade Habitat e diversidade REINO ANIMAL OU METAZOA -Pluricelular –Eucarionte –Heterótrofo -sem parede celular P R I N C I P A I S F I L O S - PORÍFEROS – Esponjas - CNIDÁRIOS – Águas vivas– corais–anêmonas- hidras - PLATELMINTOS – Planária- solitárias-Schistosoma - NEMATELMINTOS – Lumbriga-amarelão-elefantíase - ANELÍDIOS – Minhocas – poliquetos - sanguessugas - MOLUSCOS – caracóis – lesmas – mariscos - polvos - ARTRÓPODOS – Aranhas – escorpiões – insetos – camarões - EQUINODERMOS – Estrelas–do–mar – ouriço-do-mar - CORDADOS – Peixes – AnfÍbios – Répteis - Aves – Mamíferos PORÍFEROS - CORPO COM POROS