You are on page 1of 46

ARTE E PERCEPÇÃO VISUAL RUDOLF ARNHEIM

EQUILÍBRIO • Equilíbrio é uma compensação entre forças.

EQUILÍBRIO
• Simetria é o modo mais simples de se obter equilíbrio.

EQUILÍBRIO
• Peso e direção influenciam no equilíbrio.

CONFIGURAÇÃO • Ver é reconhecer a forma. .

CONFIGURAÇÃO • Captar algumas características do objeto é compreender. .

.CONFIGURAÇÃO • A imagem é determinada através das experiências visuais que tivemos com o objeto.

CONFIGURAÇÃO • Pode-se omitir os contornos de um objeto e ainda assim reconhecer sua imagem. .

.CONFIGURAÇÃO • Através das semelhanças notamos as diferenças.

.FORMA • Forma é a representação visível do conteúdo.

.FORMA • O conhecimento ajuda a formar um conceito visual.

.FORMA • A representação é uma abstração.

.FORMA • A imaginação visual é dom da mente humana.

FORMA • Um mapa é a síntese do que se vê. .

DESENVOLVIMENTO • Existem estágios sucessivos de desenvolvimento mental. .

DESENVOLVIMENTO • Podemos fazer analogia entre a arte infantil e a primitiva. .

DESENVOLVIMENTO • A criança desenha o que conhece e não o que vê. .

DESENVOLVIMENTO • A vida mental das crianças é ligada à sua experiência sensória. .

.ESPAÇO • 3 dimensões delimitam um espaço.

.ESPAÇO • Os elementos mantém relação com o espaço que ocupam.

.ESPAÇO • As representações modernas desmaterializam os objetos e minimizam o espaço.

ESPAÇO • Áreas proporcionalmente menores tendem a serem vistas como figura. .

ESPAÇO • A sobreposição cria uma sequência visual. .

ESPAÇO • A deformação é o principal recurso para se representar a profundidade no plano. .

ESPAÇO • A obliquidade cria profundidade porque é um gradiente. .

LUZ • A luz é responsável pela percepção da imagem. .

LUZ • Os objetos são emissores de luz – refletem a luz. .

. os de claridade são os mais eficientes.LUZ • Os gradientes criam profundidades.

LUZ • A iluminação lateral produz um aumento de relevo. .

resulta em ordem visual. .LUZ • A combinação de fontes de luz num todo organizado.

.LUZ • As sombras podem ser próprias ou projetadas.

. que é a luz.COR • As cores tem uma mãe em comum. • As cores estão a mercê da iluminação que recebem.

COR • A percepção da cor não é a mesma para pessoas diferentes. .

.COR • O espectro das cores tem uma escala de gradações e as pessoas designam diferentes sensações por meio de diferentes nomes de cor.

COR • A forma é um meio de identificação melhor do que a cor. .

. A mesma cor em dois contextos diferentes não é a mesmo.COR • A mesma figura em duas tonalidades diferentes não é a mesma coisa.

MOVIMENTO • O movimento pode ser percebido em função do tempo e do espaço. • Qualquer experiência de tempo pressupõe um tipo de ordem. .

MOVIMENTO • Os movimentos de um móbile escultural não tem progressão. .

. • O cinema nos possibilita a aceleração do movimento natural.MOVIMENTO • Numa peça teatral ou em uma música a sequência é essencial. • O acender e apagar das lâmpadas. em painéis luminosos lâmpadas dão a idéia de movimento.

.DINÂMICA • Todo objeto visual é uma questão eminentemente dinâmica.

DINÂMICA • Pela ótica da dinâmica tornamos claro que um edifício é mais que um aglomerado de pedras de vários modos conformadas. Espen Dietrichson .

.DINÂMICA • Dinâmica visual é uma tensão dirigida. é a própria essência da experiência perceptiva.

DINÂMICA • A forma e os intervalos entre os objetos são dinâmicos. .

• Encontramos expressão mesmo em objetos . • Qualquer figura visível possui significado expressivo.EXPRESSÃO • Todas as coisas estão carregadas de significado expressivo.

EXPRESSÃO • Pessoas expressam-se através de feições. gestos e opiniões. .

Criatividade . .Apresentação . .Atividade: .Critérios de avaliação: .Em uma folha de papel tamanho A4.Coerência da composição com os parâmetros escolhidos . fazer uma composição artística. usando técnicas distintas na mesma composição. definir quais parâmetros. utilizando pelo menos 3 fundamentos propostos por Arnheim.No verso.