O que compromete a credibilidade da mensagem espírita

Por: Pedro Vieira “(...) se sois enganados, só de vós mesmos vos deveis queixar.” (LM: Parte II, Cap. 24, item 268-9)

Conteúdo
Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões

Introdução
A mensagem espírita é, em sua raiz:
Esclarecedora
“Esclarecendo-nos (...), o Espiritismo nos dá a explicação de uma imensidade de coisas inexplicadas e inexplicáveis por qualquer outro meio (...)” (Allan Kardec em LM: Parte I, Cap. 2, item 15)

Consoladora
“O Consolador é, pois, segundo o pensamento de Jesus, a personificação de uma doutrina soberanamente consoladora, cujo inspirador há de ser o Espírito da Verdade. O Espiritismo realiza (...) todas as condições do Consolador (...)” (Allan Kardec em GE: Cap. XVII, itens 39/40)

. que caracterizam o verdadeiro espírita (. o Espiritismo é mais apto.Introdução Transformadora no âmbito pessoal “O Espiritismo bem compreendido. forçosamente conduz aos resultados acima mencionados [o homem de bem]. por suas tendências progressistas.. itens 39/40) .” (Allan Kardec em GE: Cap. a madureza da Humanidade é que fará dessa renovação uma necessidade. do que qualquer outra doutrina. Pelo seu poder moralizador. pela generalidade das questões que abrange. bem sentido. XVII. a secundar o movimento de regeneração (.). principalmente. mas..)” (Allan Kardec em ESE: Cap. XVII.. pela amplitude de suas vistas. item 4) Auxiliar na transformação social “O Espiritismo não cria a renovação social.

no Centro Espírita. no Movimento Espírita e na Divulgação Espírita Identificar posturas simples que minimizem essas distorções . por quê? Objetivos desta apresentação: Identificar os pontos de atenção/melhoria nos diversos círculos de ação: • Em nós mesmos.Introdução Pergunta motivadora: O Espiritismo tem cumprido seu papel? Se não.

Conteúdo Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões .

pois. se iluda: o estudo do Espiritismo é imenso. que nos lança de súbito numa ordem de coisas tão nova quão grande. é todo um mundo que se abre diante de nós. interessa a todas as questões da metafísica e da ordem social. qual a doutrina espírita.Na postura espírita Desconhecimento do Espiritismo Criação de “conhecedores de ouvir falar” “Como pretender-se em algumas horas adquirir a ciência do infinito? Ninguém. muito tempo mesmo?” (Allan Kardec em LE: Introdução XI) “Acrescentemos que o estudo de uma doutrina. livres de prevenções e animados de firme e sincera vontade de chegar a um resultado. só pode ser feito com utilidade por homens sérios.” (Allan Kardec em LE: Introdução VIII) . Será de admirar que o efetuá-lo demande tempo. perseverantes.

Capítulo 3.) Ainda aí o que há é o resultado de incompleto estudo do Espiritismo e de falta de experiência” (Allan Kardec em LM: Parte I. item 25) Criação de místicos ou crédulos demais “(.” (Allan Kardec em RE: dez/1868) . Se é verdade que a utopia da véspera. deixemos ao dia seguinte o cuidado de realizar a utopia da véspera... seja a verdade do dia seguinte. freqüentemente. Abrange os que passaram de uma confiança exagerada à incredulidade..) não sair do círculo das idéias práticas.Na postura espírita Desconhecimento do Espiritismo Criação de ex-espíritas por decepção “Não podemos omitir uma categoria a que chamaremos incrédulos por decepções.. porque sofreram desenganos. (. mas não embaracemos a Doutrina de princípios que seriam considerados como quimeras e a fariam ser rejeitada pelos homens positivos.

para evitar a confusão inerente à variedade de sentidos das mesmas palavras.Na postura espírita Uso de terminologia inexata quando o Espiritismo já possui outra Causa confusão lingüística e dificuldade de identidade ideológica “Para se designarem coisas novas são precisos termos novos. Assim o exige a clareza da linguagem.” (Allan Kardec em LE: Introdução I) Kardecismo  Espiritismo Viagem astral. desdobramento astral. projeção astral  Emancipação da alma Corpo astral  Perispírito .

.) o Espiritismo está todo na existência da alma e no seu estado depois da morte.” (Allan Kardec em LE: Introdução VII) As interfaces entre a ciência espírita e a ciência material devem ser feitas por especialistas das respectivas áreas que falem com conhecimento de causa do que dizem. • • • • A Gênese não torna ninguém geólogo ou físico Joanna de Ângelis não torna ninguém psicólogo Camille Flammarion não torna ninguém astrônomo A Caminho da Luz não torna ninguém historiador . A ciência espírita estuda o Espírito. “(.Na postura espírita Uso de termos científicos de forma simplista misturados a conceitos espíritas O Espiritismo não tem por objeto de estudo a ciência material..

porque todos. o exagero é prejudicial.Na postura espírita Deslumbramento – exaltação Mais comum entre os novos adeptos “Há.. deslumbra.) Em tudo.” (Allan Kardec em LM: Parte II. desconfiam dos julgamentos deles..) O entusiasmo (. São os menos aptos para convencer a quem quer que seja. os espíritas exaltados.. Esta espécie de adeptos é mais nociva do que útil à causa do Espiritismo... 3. item 28-4) • • • • • Nem Nem Nem Nem Nem tudo é explicado pelo Espiritismo (ex: Deus) todo arrepio é mediunidade todo mal estar é obsessão todo mundo viveu à época de Jesus todo casal teve encarnações em comum no passado .. (. com razão. (. finalmente. Cap.) não reflete.

à qual é preciso submeter. e. (Allan Kardec em ESE: Introdução II) “Disso resulta que não basta se dirigir a um Espírito qualquer para ter uma resposta justa a toda pergunta. tudo quanto vem dos Espíritos”. o da razão. porque o Espírito responderá segundo o que sabe. freqüentemente. não dará senão a sua opinião pessoal. que pode ser justa ou falsa.Na postura espírita Aceitação sem análise das comunicações mediúnicas “O primeiro controle é.” (Allan Kardec em RE: Abr/1864) Obras mediúnicas diversas não podem ser consideradas verdades espíritas porque refletem a opinião pessoal dos Espíritos (e também dos médiuns) que as escreveram . sem sombra de dúvida. sem exceção.

. Consideram a caridade cristã apenas uma bela máxima. provam que a moral espírita não é uma palavra vã.) compreendem-lhe a parte filosófica.. 3. São os espíritas imperfeitos.” (Allan Kardec em RE: Nov/1864) .. o invejoso e o ciumento sempre hostis. item 28-2) O espírita é reconhecido pelo seu exemplo “(.. admiram a moral daí decorrente. mas não a praticam.” (Allan Kardec em LM: Parte II.) por seu exemplo.Na postura espírita Ação em desacordo com as palavras “(..) Em nada alteram seus hábitos e não se privariam de um só gozo que fosse. o orgulhoso se conserva cheio de si. Cap. (. O avarento continua a sê-lo. e se esforçam por justificar esta notável palavra de um incrédulo: com uma tal doutrina. não se pode ser Espírita sem ser homem de bem..

perseverança..) é preciso colocar em primeiro plano todos aqueles que militam pela causa com coragem. abnegação e desinteresse. que procuram o triunfo da Doutrina pela Doutrina e não para a satisfação de seu amor-próprio” (Allan Kardec em RE: Nov/1864) Alguns podem buscar usar o movimento ou entidades espíritas para ...Na postura espírita Interesses pessoais “(. • Comandar • Se promover • Viajar • Conseguir vantagens ilícitas . sem pensamento dissimulado pessoal..

Conteúdo Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões .

etc.). como a ditaram os próprios Espíritos. que tenha qualquer ação sobre os Espíritos. O Livro dos Médiuns (.). nem talismã. pela leitura das nossas obras. A Revista Espírita. porquanto estes só são atraídos pelo pensamento e não pelas coisas materiais.” (LE: questão 553) . O Livro dos Espíritos. 4.. Cap. “Todas as fórmulas são mera ilusão. nenhum sinal cabalístico.. O que é o Espiritismo? (..). Não há palavra sacramental nenhuma. “sacerdotes”. rituais. com toda a sua filosofia e todas as suas conseqüências morais.No centro espírita Substituição do estudo da obras básicas de Allan Kardec por obras subsidiárias Não são aprendidas nem as noções preliminares “Aos que quiserem adquirir essas noções preliminares.. Contém a doutrina completa. aconselhamos que as leiam nesta ordem: 1. 2.. 3. 3. item 35) Surgimento de práticas estranhas ao Espiritismo Roupas.(.” (Allan Kardec em LM: Parte I..

. Cap.)” (LM: Parte II. ainda mais.. Cap. para compreender o que ali se faz (. tudo dependendo inteiramente do desenvolvimento físico e. em nossas sessões experimentais. 3. de mediunidade?” “Não há idade precisa.No centro espírita Burocratização no acesso às reuniões mediúnicas O critério usado por Kardec era simples . 18. “Tais os motivos que nos forçam a não admitir.. senão quem possua suficientes noções preparatórias.. Há crianças de doze anos a quem tal coisa afetará menos do que a algumas pessoas já feitas.)” (Allan Kardec em LM: Parte I.. do desenvolvimento moral. item 34) Aos jovens “Em que idade se pode ocupar.. item 221-8) . (. sem inconvenientes.

produziu efeitos públicos em Hydesville • Chico Xavier – 4 anos (Brasil) Médium de múltiplas capacidades.No centro espírita • Kate Fox – 11 anos (EUA) Médium de efeitos físicos. produziu a materialização do Espírito de Katie King sob o controle do cientista Sir William Crookes • Caroline e Julie Baudin – 14/16 anos (França) Duas principais médiuns responsáveis pela recepção de boa parte de O Livro dos Espíritos e do convencimento do próprio Kardec E se algum deles chegasse ao Centro Espírita que você freqüenta? . o mais produtivo médium até os dias de hoje (mais de 400 livros psicografados) • Ermance Dufaux – 14 anos (França) Uma das principais médiuns da SPEE. responsável pela recepção de muitas comunicações do Espírito Verdade e muitas respostas da segunda edição de O Livro dos Espíritos • Florence Cook – 14 anos (Inglaterra) Médium de efeitos físicos.

como tudo o que seja pueril.No centro espírita Excessos de “disciplina” “Quando as reuniões se efetuam em dias e horas certos. eles se preparam antecipadamente a comparecer e é raro faltarem. (. Cap.” . Não posso responder à sua dúvida. • A oportunidade ao companheiro que sofreu pequeno atraso “Às X horas fechamos a porta. (Allan Kardec em LM: Parte II. Não importa se está chovendo.) se bem os Espíritos prefiram a regularidade. item 333) Podendo comprometer seriamente .. quer os trabalhadores tenham chegado ou não. A exigência de pontualidade rigorosa é sinal de inferioridade.. os de ordem verdadeiramente superior não se mostram meticulosos a esse extremo.” • O atendimento ao que sofre “A reunião já começou. não podemos lhe atender agora.. 29..” • O esclarecimento ao que deseja estudar “O horário já está encerrado.

instrução geral e evocações particulares “Os Espíritos podem comunicar-se espontaneamente.) Em nossa opinião. é de toda necessidade evocá-lo.. isso é um erro. item 270) O “telefone” “toca daqui pra lá”! . Cap. 25.)” (Allan Kardec em LM: Parte II. Cap.. (. (.” (Allan Kardec em LM: Parte II. 25. da identificação dos Espíritos. vir por evocação. item 269) “Quando se deseja comunicar com determinado Espírito.. isto é. Pensam algumas pessoas que todos devem abster-se de evocar tal ou tal Espírito e ser preferível que se espere aquele que queira comunicar-se.No centro espírita Abandono de práticas adotadas por Kardec Evocação dos Espíritos • Utilidades: auxílio no desenvolvimento da sensibilidade dos médiuns.. ou acudir ao nosso chamado.

)” (Allan Kardec em LM: Parte II. Cap. item 327) ...) são as em que se pode haurir o verdadeiro ensino (..)” (Allan Kardec em LM: Parte II..No centro espírita Notícias de entes queridos “Os médiuns são geralmente muito mais procurados para as evocações de interesse particular (.. senão com muita reserva. (.. 25. Cap. 29. item 273) • Nem deixar de fazer nem fazer “a todo custo” (ex: pedindo antecipadamente informações. se se trata de pessoas de cuja sinceridade não estejam completamente seguros e que se acautelem das armadilhas que lhes possam preparar pessoas malfazejas.. permitindo dúvidas sobre a capacidade mediúnica ou sobre a boa fé do médium) Reuniões instrutivas • Consultas ao Plano Espiritual para questões internas do centro espírita ou doutrinárias “As reuniões instrutivas (..) que não acedam a esse desejo.

No centro espírita Pesquisa espírita – reuniões experimentais “(.” (Allan Kardec em LM: Parte II. para muita gente.) visto terem sido elas que levaram à descoberta das leis que regem o mundo invisível e..) as experiências desta ordem [reuniões experimentais] trazem uma utilidade (.. 29... Cap. constituem poderoso meio de convicção. item 326) Poderia Allan Kardec trabalhar em seu centro espírita hoje? .

Conteúdo Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões .

que impossível se tome qualquer interpretação divergente. O único meio de evitá-la. com tanta precisão e clareza. senão quanto ao presente.No movimento espírita Falta de busca do Controle Universal dos Ensinos dos Espíritos “A força do Espiritismo não reside na opinião de um homem ou de um Espírito. está na universalidade do ensino dado por estes últimos. resolverá no futuro todas as questões litigiosas. o controle universal. fundará a unidade da doutrina muito melhor que um concílio de homens. pelo menos quanto ao futuro.” (Allan Kardec em RE: Mai/1864) Conceito nem sempre claro de unificação “Um dos maiores obstáculos capazes de retardar a propagação da Doutrina seria a falta de unidade.” (Allan Kardec em OP: “Projeto – 1868”) . como o sufrágio universal. é formulá-la em todas as suas partes e até nos mais mínimos detalhes.

diminuem o raio do círculo. mas não atingem a referência) .No movimento espírita Conceito nem sempre claro de unificação Conjunto com precisão Referência: Kardec (não coincide com a média) Precisão Centro Espírita “rebelde” (não colabora com a “união”) Centros Espíritas “unidos” (se trocarem informações.

diminuem o raio do círculo. orientados (se trocarem informações. e atingem a referência) Qual dos dois quadros (este e o anterior) é o menos pior? . na média.No movimento espírita Conjunto com acurácia Referência: Kardec (coincide com a média) Acurácia Centros Espíritas “pouco unidos” mas.

vindo de 2  devem se unir e trocar mais informações) Estamos buscando realmente este quadro ou nos contentamos com o 1? .No movimento espírita Conjunto com precisão e acurácia Referência: Kardec (coincide com a média) Centros Espíritas “unidos” e orientados (vindo de 1  devem ajustar o “alvo”.

desde 1869. declararam seus membros que. estudos perseverantes haviam revelado coisas novas e que. tinham de ser revistos e postos de acordo com os progressos da Ciência.No movimento espírita Falta de coordenação para análise de novos princípios que devam ser considerados pertencentes à Doutrina Espírita “Serão estas as atribuições principais da comissão central: (. nos últimos 20 anos.” (Pierre-Gaëtan Leymarie em OP: “Princípios fundamentais da Doutrina Espírita.” (Allan Kardec em OP: “Comissão central”) “No Congresso espírita e espiritualista internacional de 1890. suscetíveis de entrar no corpo da Doutrina. alguns dos princípios do Espiritismo. sobre os quais o mestre baseava seu ensino... em geral. segundo o ensinamento preconizado por Allan Kardec. reconhecidos como verdades inconcussas”) .) O estudo dos novos princípios.

Tal deve ser. visto que. VI.” (Fénelon em LM: Parte II. um grupo de verdadeiros espíritas. meus amigos. pois. o vosso grupo o primeiro a dar exemplo das virtudes cristãs. Seja. Cap. é nas Sociedades espíritas que a verdadeira caridade há de encontrar refúgio. eis o primeiro ensinamento. nesta época de egoísmo. eis o segundo. instruí-vos.” (O Espírito da Verdade em ESE: Cap.No movimento espírita Falta de fraternidade mútua “Espíritas. item XXI) . item 5) A instrução “Amai-vos” é encontrada 37 vezes nas obras espíritas de Allan Kardec – a expressão imperativa mais utilizada de todas “Estais convencidos de que o Espiritismo acarretará uma reforma moral. 31. amai-vos.

Conteúdo Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões .

sabia agradar e se fazer compreendido numa linguagem simples e elevada ao mesmo tempo. profundo. e isso não lhes é dado. como fazia? “Os discípulos se aproximaram e ele lhe disseram: Por que lhes falas por parábolas? Jesus lhes respondeu: Porque a vós é dado conhecer os mistérios do reino dos céus. 13:10) Temos todos tido a preocupação de Kardec e Jesus? . conciso.Na divulgação espírita Uso de linguagem inadequada Inconclusiva (pseudo-caridosa) ou prolixa ou superficial ou rude ou confusa ou rebuscada ou informal ao extremo (até mesmo chula) ou mística E Allan Kardec. quanto das obscuridades da metafísica. tão distanciada do estilo familiar. como fazia? “Incisivo.” (Camille Flammarion em RE: Mai/1869) E Jesus.” (Mt.

Entre aqueles que ganhavam até 1 salário mínimo. Resultados da POF – Pesquisa de Orçamentos Familiares. acolhe todos (.. Costeau.. enquanto para o total da população. acaba de morrer.) que venham do alto ou do baixo da escala social. 2002-2003) “Um dos nossos irmãos em Espiritismo.... os espíritas tinham a menor proporção (7.) era um simples operário calceteiro (.9%) (.Na divulgação espírita Criação de uma elite espírita? “Os espíritas apresentaram os melhores indicadores. o grande senhor e o artesão se dão a mão fraternalmente.. apenas 2.7% tinham esse rendimento.1% são pessoas de 15 anos ou mais de idade alfabetizadas). como de rendimento: 8. (.4% deles ganhavam mais de 20 salários mínimos...) Estar-se-ia em erro considerando-se a Sociedade de Paris como uma reunião exclusivamente aristocrática. porque ela conta mais de um proletário em seu seio. membro da Sociedade de Paris.)” (IBGE. Sr.” (Allan Kardec em RE: Out/1863) . tanto de escolaridade (98.

não teriam melhor êxito”. De conteúdo duvidoso “(.Na divulgação espírita Publicações literárias .) Há comunicações que podem prejudicar essencialmente a causa que querem defender. mais vale pecar por excesso de prudência. não faltam escritores..... (Allan Kardec em RE: Nov/1859) Com motivações estranhas à divulgação espírita – normalmente financeiras ou pessoais “(. mas os bons são raros” (Allan Kardec em RE: Mai/1863) “(.. Em tais casos. Se algumas fossem feitas com tal objetivo. como na Terra.) Todas as precauções são poucas para evitar as publicações lamentáveis.. no interesse da causa” (Allan Kardec em RE:Mai/1863) .. em escala muito maior que os grosseiros ataques e as injúrias de certos adversários.) No mundo invisível..

rádios e redes de televisão fazendo as idéias espíritas chegarem a todos A divulgação pelas diversas mídias é prioridade em seu centro espírita? .Na divulgação espírita Exploração ainda incompleta das mídias “Uma publicidade em larga escala. que logo teriam de ceder. multiplicando-lhes os adeptos. revistas. diante do ascendente da opinião geral. até às localidades mais distantes.” (Allan Kardec em OP: “Projeto – 1868”) Computação para geração de material de boa qualidade gráfica em palestras para arquivamento e disponibilização Internet para troca ordenada de informações e criação de bancos de dados de mensagens e material de estudo Jornais. feita nos jornais de maior circulação. o conhecimento das idéias espíritas. levaria ao mundo inteiro. imporia silêncio aos detratores. despertaria o desejo de aprofundá-las e.

Conteúdo Introdução Na postura espírita No centro espírita No movimento espírita Na divulgação espírita Conclusões .

sem tabus. começando por nós mesmos Os novos espíritas já se encontram conosco! Nossos jovens e crianças precisam ser apresentados à Doutrina Espírita de forma límpida. para que a desenvolvam e dignifiquem.Conclusões Os artigos apresentados aqui têm por objetivo o incentivo à postura espírita A solução de todos os problemas está no entendimento e na prática corretos do Espiritismo. .

” (Levent. se cada um de nós. com a ajuda dos documentos que nos deixou. a tarefa será fácil. o mestre havia cumprido a sua missão! É a nós que pertence prosseguir a sua obra. e sabe compreender o plano de organização que colocou a marca definitiva à sua obra. vice presidente da SPEE. tem a memória do coração para com nosso saudoso presidente. se cada um de nós ousar se afirmar corajosamente. mais preciosos ainda. em RE: Jun/1869) .Conclusões “Sim. se cada um de nós compreendeu que a luz que ele recebeu deve ser propagada e comunicada aos seus irmãos. e daqueles. disto estais seguros. que o futuro nos reserva. enfim.

Conclusões Professor.com/espiritismo/palestras/ii_conbrade. muito obrigado! Esta apresentação está disponível em: http://www.pdf .pedrovieira.

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful