GEOLOGIA E GEOMORFOLOGIA

PROF.ANDERSON ARAÚJO

AS CAMADAS DA TERRA

CONHECENDO AS CAMADAS DA TERRA
• Crosta terrestre ou Litosfera – constituída por duas camadas; inferior possui constituição basáltica com predomínio de silício e magnésio (SIMA), com profundidade de apenas 6 km. Na parte superior predominam o silício e o alumínio (SIAL); com profundidade de 30 a 50 km. A crosta ou litosfera é uma camada descontínua que flutua sobre um substrato magmático do manto, segundo o princípio da isostatia (Estado de Equilíbrio dos Blocos Continentais que flutuam sobre o manto). • Manto ou atmosfera : apresenta-se pastoso, formado pelo MAGMA, quente, com profundidade de 2.900 km, com temperatura de 2.000º C. • Núcleo: formado por níquel e ferro (NIFE). O núcleo interno é constituído por um cristal de ferro, onde os átomos estão alinhados.

AS ERAS GEOLÓGICAS
Cenozóica Quartenário: aparecimento do Homem, atuais contornos dos continentes. Formação das planícies. Terciário: Dobramentos Modernos. (Andes, Alpes, Himalaia, Atlas, Rochosa). Desenvolvimento dos mamíferos.Formação de Bacias Sedimentares (Bacia Sedimentar Do Pantanal e ao longo do vale amazônico).Formação de bacias sedimentares (Bacia Sedimentar Amazônica). Mesozóica Grandes atividades vulcânicas. Formação de Bacias Sedimentares. Primeiros Mamíferos e aves. Répteis gigantescos como o dinossauro e outros. Formação do petróleo.Intenso processo de vulcanismo no centro sul do país. Formação de importantes Bacias Sedimentares com jazidas petrolíferas. Paleozóica Início do processo de erosão e sedimentação. Formação das primeiras Bacias Sedimentares e do carvão mineral. Florestas gigantes e animais mais desenvolvidos que no proterozóico.Formação de Bacias Sedimentares antigas e do carvão mineral. Pré-cambriano Proterozóica: Formação das primeiras rochas sedimentares. Maior desenvolvimento da vida. Arqueozóica: Aparecimento da vida nos oceanos (seres unicelulares). Formação de rochas magmáticas e metamórficas. Formação dos Escudos cristalinos. Azóica: Resfriamento da Terra. Solidificação de minerais e formação das primeiras rochas (magmáticas) e metamórficas. Ausência de vida.Formação dos Escudos cristalinos (Brasileiro e Guiano).Formação de Serras do Mar e Mantiqueira.

AS ROCHAS O ciclo das rochas

TIPOS DE ROCHAS
Magmáticas Ascensão e consolidação rápidas do magma na crosta (extrusivas ou vulcânicas) ou lenta (intrusivas ou plutônicas). Foram as primeiras a se formarem e são as bases dos escudos. Metamórficas Metamorfismo causado pelas altas temperaturas e pressões do magma ao subir pela crosta, transformando as rochas já existentes nela (ex.: granito, gnaisse, calcário, mármore). Sedimentares Resultantes do intemperismo fisíco (calor do Sol desagregando mecanicamente as rochas) ou químico (chuvas decompondo as rochas) , originando grãos e pós depositados geralmente em bacias sedimentares e depois litificados (= sedimentos transformando-se em rochas coerente).

ROCHA MAGMÁTICA
ÁGATA – variação do Quartzo

ROCHA ÍGNEA
Rochas extrusivas intemperizadas

Rochas Sedimentares

ROCHAS METAMÓRFICAS

DERIVA CONTINENTAL
ALFRED WEGENER - 1912 Sua teoria diz que os continentes formavam, há 200 milhões de anos atrás, uma única massa continental, PANGÉIA, que se partiu e cujas partes foram se afastando até configurar a forma atual. EVIDÊNCIAS Deriva continental – base = contornos de litorais, estruturas geológicas e fósseis semelhantes nos continentes (ex.: América do Sul com a África);

TECTÔNICA DE PLACAS
HARRY HESS E MAURICE ERWING - 1967

A teoria sustenta que os continentes se apoiam sobre uma calota subterrânea, semelhante à uma bola de futebol, cujos gomos seriam placas rochosas móveis. Estas placas estariam "boiando"sobre o material pastoso do manto e seus movimentos (distanciamentos e choques) explicariam os abalos sísmicos, vulcanismos e formação de cadeias montanhosas recentes. Estes deslocamentos das placas sobre o manto, ocorrem em função das correntes convectivas do magma resultantes das temperaturas entre as camadas internas da Terra. A teoria das placas tectônicas foi confirmada por estudos da NASA, que utilizaram instrumentos a laser para efetuar a medição dos continentes.

PLACAS TECTÔNICAS

MOVIMENTOS TECTÔNICOS
Convergentes – Zona Destrutiva Placa colide com outra, fazendo com que o fundo do oceano penetre no manto, formando zona de subducção e originando correntes convectivas ascendentes do magma; disso resultam erupções vulcânicas, abalos sísmicos, formação de montanhas, fossas marinhas, ilhas oceânicas e a redução do oceano Pacífico; Divergentes –Zona Construtiva Separação de placas, enquanto o magma por correntes convectivas ascendentes vai formando uma zona de agregação e constituindo o assoalho oceânico; Tangenciais – Zona Conservativa Placas se deslizam em sentido contrário, sem criar ou destruir matéria, Ex: placa do Pacífico e a da América do Norte.

FENÔMENOS TECTÔNICOS
• Cordilheira oceânica – As placas se separam, a rocha fundida ascende, trazendo matéria nova para cada placa. Ex.: Dorsal Atlântica • Zona de subducção – Uma placa oceânica mergulha sob uma placa continental. A oceânica incrusta-se no manto onde se funde. A porção continental soergue, formando uma cadeia montanhosa ( Andes ) • Zona de Obducção – Incrustando-se sobra a outra, uma placa une dois continentes, formando uma cadeia montanhosa. ( Himalaia) • Confluência de placas - Dobramentos, terremotos e fossa oceânica e Vulcanismo. • Separação de placas - Dorsais oceânicas, terremotos, ilhas vulcânicas.

ESTRUTURA DA TERRA

FORMAÇÕES TECTÔNICAS
DOBRAMENTOS

MONTANHA - ORIGEM OROGÊNICA

DOBRAMENTOS

PICO DO HIMALAIA

ROCHOSAS - EUA

FALHAMENTOS

VULCÕES
Fenômeno de extravasamento do magma, resultado da excitação e rompimento da crosta terrestre pela ação das placas tectônicas.

VULCÃO EM ERUPÇÃO

CRATERAS VULCÂNICAS

ILHAS VULCÂNICAS
ANTILHAS E JAPONESAS

MONTANHAS DE DOBRAS VULCÂNICAS

MONTANHA VULCÂNICA

Sign up to vote on this title
UsefulNot useful