Planos Estruturais de Telecom

Planos Estruturais

Correspondem a um conjunto de normas emitidas pelo ITU-T com a função de regular o sistema de telecomunicações a nível mundial.

Estas regras orientam os fabricantes e operadores de sistemas para o fornecimento de serviços de telecom com um padrão que atenda a todos os países.

All rights reserved © 2002, Alcatel

Tipos de Planos

•Plano de Numeração •Plano de Tarifação •Plano de Encaminhamento •Plano de Sinalização •Plano de Transmissão •Plano de Sincronismo

All rights reserved © 2002, Alcatel

No Brasil o plano de numeração é misto. Dentro de uma estrutura de oito regiões numéricas são previstas as áreas de numeração fechada. All rights reserved © 2002. Alcatel .Plano de Numeração Tem a função de regular a distribuição numérica de identificação dos terminais de telecomunicações em todo o mundo.

000.000 80. No de Algarismo 7 8 | Quantidade de Números 8. Alcatel .Plano de Numeração Área de Numeração fechada Corresponde a uma região atendida por uma operadora onde a numeração do usuários é feita de maneira sequêncial e com a mesma quantidade de dígitos.000 All rights reserved © 2002.000.

permitindo a existência de várias áreas em um mesmo país. Nenhum prefixo de central pode começar com 0 ou 1. 85 Fortaleza e RM 88 Interior do Ceará 11 São Paulo 21 Rio All rights reserved © 2002. Alcatel .Plano de Numeração Código de Área de Numeração Fechada Cada ANF é identificada com um código. Ex.

All rights reserved © 2002. Alcatel .Plano de Numeração Prefixo Nacional (0) O prefixo nacional é o código que permite a realização de chamadas entre ANF diferentes. No Brasil além do prefixo nacional deve ser discado o código da operadora.

Ex.Plano de Numeração Código do País Identifica a rede de telecomunicações dos países que são afiliados ao ITU-T. 55 Brasil 54 Argentina 1 EUA All rights reserved © 2002. Alcatel . Cada país recebe um código internacional para o alcance de sua rede.

00XX558533073666 (chamada para o Brasil) All rights reserved © 2002.Plano de Numeração Prefixo Internacional (00) Código que permite a interconexão de chamadas entre países diferentes. Ex. Alcatel .

Plano de Numeração Serviços Especiais (1) São números reservados para atendimento a serviços de informação e de utilidade pública. A numeração do serviço especial pode possuir de 3 a 6 dígitos. Alcatel . 190 polícia 193 bombeiros 144 Informador All rights reserved © 2002. Ex.

0800 – Cobra a tarifa do usuário que recebe a chamada 0900 – Cobra um valor rateado entre o prestador do serviço e a operadora. Alcatel . Ex.0900. etc) São números virtuais utilizados para a prestação de serviços de informação onde a tarifação é feita baseada no tipo de número discado.Plano de Numeração Serviços de Rede Inteligente (0800. 0300 – Cobra uma tarifa flet independente do dia ou hora da ligação 0500 – Cobra uma tarifa baseada no tipo de doação ou serviço acordado com a instituição promotora do evento. All rights reserved © 2002.

Alcatel . etc) PAS.0900.Ponto de acesso ao serviço PTS – Ponto de Transferência de Sinalização PCS – Ponto de controle do Serviço SGS – Sistema de Gerencia do Serviço All rights reserved © 2002.Plano de Numeração Serviços de Rede Inteligente (0800.

Plano de Tarifação de Chamadas .

etc. investimentos.. All rights reserved © 2002. São utilizados dois parâmetros para a cobrança: a) Taxa – Cobrada uma única vez para cobrir custos de instalação ou desinstalação. fluxo de caixa.Plano de Tarifação Permite regular o processo de cobrança dos serviços de Telecomunicações.. b) Tarifa – Cobrada periodicamente com a finalidade de cobrir os custos com manutenção. funcionários. Alcatel .

Alcatel .Plano de Tarifação Tipos de Tarifa a) b) c) d) Independente do uso do serviço Dependente do uso do serviço De estabelecimento da conexão De transporte da informação All rights reserved © 2002.

Minutagem – Cobra por minutos de utilização do serviço. Alcatel . All rights reserved © 2002. Multimedição de tempo e distância – Cobra as chamdas + tempo + distância entre os usuários. Multimedição – Cobra a quantidade + tempo de transmissão de cada chamada.Plano de Tarifação Métodos de Tarifação • • • • • Fixa – Cobra um valor único pelo uso do serviço. Medição simples – Cobra a quantidade de chamadas realizadas.

Tipos de Tarifação MULTIMEDIÇÃO É o processo de incremento do contador de tarifação do usuário quando utilizava os serviços telefônicos em chamadas locais. All rights reserved © 2002. O modelo adotado no Brasil era o Karlsson Acrescido que prevê a seguinte forma de incremento: 1 pulso no atendimento + pulso aleatório + pulsos sincronizados de 4 em 4 mim. Alcatel .

Quando o assinante conectado à central realiza chamadas locais. All rights reserved © 2002. enviados ao CPD da operadora e comparado ao do mês anterior). Alcatel .Tipos de Tarifação DISPOSITIVO DE ARMAZENAMENTO DA TARIFA Contador de Tarifação – Posição de memória do processador que controla os assinantes. onde são guardados os impulsos das ligações locais. somente acrescentam-se pulsos a seu contador (que são extraído uma vez por mês.

Pulso de atendimento + Pulsos a cada 2 mim. Alcatel . não há o pulso aleatório e o sistema é chamado sincronizado. All rights reserved © 2002.Tipos de Tarifação MULTIMEDIÇÃO DOS TUPs A multimedição dos TUPs (telefones de uso público) difere dos assinantes no tempo e modo de envio dos pulsos.

número de B. etc). Alcatel . All rights reserved © 2002. CD. Fita magnética. O bilhete contém informações como: número de A.Tipos de Tarifação BILHETAGEM É um sistema de tarifação em que a tarifa é calculada baseada nas informações registradas no bilhete da chamada. dia e hora da chamada e tempo de duração. Cada bilhete é emitido pela central ao fim da ligação e guardado em um dispositivo de armazenamento externo (HD. Os bilhetes são enviados mensalmente ao CPD para geração das contas telefônicas.

Alcatel CÉLULA 2 . disco óptico ou transferência de arquivos. Processamento de chamadas Processamento de chamadas Módulo de Bilhetagem Automática Módulo de Bilhetagem Automática CÉLULA 1 All rights reserved © 2002.Tarifação por Bilhetagem Automática Os dados são registrados em discos e enviados via fita.

do Juntor de Saída na Rota 4 Classe de Chamada Confiabilidade do Calendário Classe de Tarifa Alteração de Fatia Reserva Fim de Registro 2 1 3 1 5 1 All rights reserved © 2002. Fatia) a “ 00” (100 a.ota No. alfanumérico) (campo numérico) “ 10” .. na R. do Juntor de Ent.” 20” (OK).Formato de Bilhetes (padrão Telebrás) 1 2 3 4 5 Início de Registro Assinante A Parte a ser Tarifada Categoria A Assinante B FDS Hora de Início Duração Data de Início Causa da Saída Contador de Saídas Parciais No.” 31” (NR). Fatia) (no.” 32” (LO).. da Rota de Entrada No. da Rota de Saída 1 10 1 2 16 2 6 6 4 1 2 4 4 4 caracter “ < ” AB YXX MCDU “ = ” “ 0” (lado A) ou “ 1” (lado B) “ 01” (cat. 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20 21 No. Alcatel .) “ 0” (Sem Alteração) / “ 1” (Alterado) CLT da chamada “ 0” (Não Houve Alteração) / “ 1” (Houve Alteração) “ -----“ “> ” Obs.” 40” a “ 53” (. 1) a “ 15” (cat. etc. alfanumérico) (campo numérico) (no. 15) AB YXX MCDU “ = ” “ 01” (B-1) a “ 15” (B-15) e A4 HH MM SS HH MM SS DD MM “ 0” (Desconexão) / ” 1” (Fatia) / ” 2” (Última Fatia) “ 01” (1 a.: existem também os padrões como AMA-BR .

Reduzido (-50%). D3 – até 200 Km. Modalidade de Tarifa Corresponde a variação do horário das ligações durante as 24 horas do dia. Alcatel . Pode ser: Normal. D2 – até 100 Km. D4 – acima de 200 Km. All rights reserved © 2002. Super Reduzido (-75%) e Acrescido (+100%). Pode ser: D1 – até 50 Km.Formato de Bilhetes (padrão Telebrás) Degrau Tarifário Corresponde a variação da distância geodésica entre os usuários.

Tarifação All rights reserved © 2002. Alcatel .

Tarifação All rights reserved © 2002. Alcatel .

Alcatel .Tarifação All rights reserved © 2002.

Tarifação All rights reserved © 2002. Alcatel .

Alcatel .Tarifação All rights reserved © 2002.

Tarifação All rights reserved © 2002. Alcatel .

Planos de Encaminhamento .

Plano de Encaminhamento Sua função é determinar o modelo de interligação das centrais mais importantes da rede de telecomunicações de um país. All rights reserved © 2002. Alcatel . As centrais IU e Internacional formam a espinha principal do trafego telefônico do país.

Planos de Sinalização .

Plano de Sinalização Analógico ORIGEM RDSI DESTINO Módulos PABX PABX CAS OUTRA CENTRAL CAS N7 N7 OUTRA CENTRAL All rights reserved © 2002. Alcatel .

All rights reserved © 2002.Plano de Sinalização Sua função é padronizar os protocolos de comunicações entre as centrais de comutação. permitindo que qualquer central em qualquer parte do mundo possa interconectar seu usuário a uma outra. Alcatel .

Descrição geral do tratamento de chamada Origem da Chamada Linha Analógica CONTROLE DE CHAMADA Terminação de Chamada Linha Analógica Identificação do Assinante ISDN BA Análise de Prefixo ISDN BA ISDN PRA Tronco (CAS) Busca de Tronco Definição do Dispositivo Chamado All rights reserved © 2002. Alcatel Tronco (CAS) Tronco (N7) Tronco (N7) .

Chamada local terminada Origem da Chamada Linha Analógica CONTROLE DE CHAMADA Terminação de Chamada Linha Analógica Identificação do Assinante ISDN BA Análise de Prefixo ISDN BA ISDN PRA Tronco (CAS) Busca de Tronco Definição do Dispositivo Chamado All rights reserved © 2002. Alcatel Tronco (CAS) Tronco (N7) Tronco (N7) .

Alcatel Tronco (CAS) Tronco (N7) Tronco (N7) .Chamada de saída ou em trânsito Origem da Chamada Linha Analógica CONTROLE DE CHAMADA Terminação de Chamada Linha Analógica Identificação do Assinante ISDN BA Análise de Prefixo ISDN BA ISDN PRA Tronco (CAS) Busca de Tronco Definição do Dispositivo Chamado All rights reserved © 2002.

Descrição de chamada All rights reserved © 2002. Alcatel .

SINALIZAÇÃO POR CANAL ASSOCIADO

Sinalização é a troca de informações que acontece entre duas centrais para colocar dois assinantes destas em conversação. A sinalização por canal associado realiza esta troca de informações através do mesmo canal de conversação. Por dentro dos juntores.

All rights reserved © 2002, Alcatel

SINALIZAÇÃO POR CANAL ASSOCIADO

Sinais são trocados pelas centrais.
Sinalização de Linha: Liga e desliga os canais de conversação. Usa loop de corrente. Sinalização de Registrador: Troca informações numéricas entre as centrais. Usa sinais codificados em freqüências MFC (Multifrequencial Compelido). Sinalização Acústica: São os tons enviados aos usuários para identificar o estado da chamada.
All rights reserved © 2002, Alcatel

SINALIZAÇÃO DE UMA CHAMADA

All rights reserved © 2002, Alcatel

Sinalização de Linha Central Origem Enlace Destino Sinais Central Circuitos de junção (juntores) Sinal Ocupação Atendimento Desligar para frente Desligar para trás Confirmação de desconexão Desconexão forçada Bloqueio Tarifação Rechamada Sentido          All rights reserved © 2002. Alcatel .

Categoria de A GB – Estado da linha de B All rights reserved © 2002. Alcatel .Algarismos GA – Pedidos e Comandos G2 .Sinalização de Registo MFC Sinalização de registrador (MFC) •Sinais p/ Frente x Sinais p/ Trás •Conjunto de 12 frequências •Grupos de sinais G1 G2 GA GB G1.

indicação de trânsito internacional Acesso a equipamento de manutenção Reserva Reserva Inserção de supressor de eco no destino Reserva Fim de número ou ind.Sinalização de Registo MFC Sinais para frente 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 Grupo I Algarismo 1 Algarismo 2 Algarismo 3 Algarismo 4 Algarismo 5 Algarismo 6 Algarismo 7 Algarismo 8 Algarismo 9 Algarismo 0 Grupo II Assinante comum Assinante com tarifação imediata Equipamento de manutenção Telefone público Operadora Equipamento de transmissão de dados TPIU Indicativo de chamada a cobrar Serviço internacional Serviço internacional Acesso a posição de operadora. inserção Reserva Assinante com facilidade Transferência de semi-supressor de eco na origem Pedido recusado. Alcatel . que cursou satélite Reserva All rights reserved © 2002.

colocar retenção sob controle de chamado Nível ou nº vago Assinante com defeito Reserva Reserva Serviço internacional Serviço internacional Serviço internacional Serviço internacional 10 Reserva 12 Serviço internacional 13 Serviço internacional 14 Serviço internacional 15 Serviço internacional 11 Enviar indicação de trânsito internacional Serviço internacional All rights reserved © 2002.3 Enviar o algarismo n .Sinalização de Registro MFC Sinais para trás Grupo A 1 2 3 4 5 6 7 8 9 Enviar o próximo algarismo Enviar o primeiro algarismo Preparar a recepção do sinal do grupo B Congestionamento Enviar categoria e identidade do assinante chamador Reserva Enviar o algarismo n .1 Grupo B Assinante livre com tarifação Assinante ocupado Assinante com número mudado Congestionamento Assinante livre sem tarifação Assinante livre com tarifação.2 Enviar o algarismo n . Alcatel .

Sinalização Acústica Tom de Discar (425 Hz) Tom de Ocupado Tom de Controle de Chamada Tom de Inacessibilidade Toque de Campainha (90V 25Hz) All rights reserved © 2002. Alcatel .

Sinalização Acústica A 3237-9764 B Ocupação 9 A1 A1 A1 A3 TCC B1 4 Cat-A 7 6 Ring Atendimento Voz B atende Desconexão All rights reserved © 2002. Alcatel .

V 15 V . V 29 V 30 V 31 16 17 Scr V 0 1 S(L+R) V 2 V V 3 4 V 5 . Só pode ser implementado entre duas centrais telefônicas DIGITAIS.. V 15 V V ... V 29 V 30 V 31 C1 C2 C3 16 17 Scr V 0 1 V 2 V V 3 4 V 5 ...Sinalização Canal Comum CCS7 Consiste na troca de sinalização entre centrais através de um canal exclusivo e que interliga os processadores das centrais. Alcatel . Scr V 0 1 V 2 V V 3 4 V 5 .. V 15 V V .... 16 17 V 29 V 30 V 31 All rights reserved © 2002....

Exemplo de Chamada 5 Q 5 5 N All rights reserved © 2002. Alcatel .

Estes modelos são denominados Equivalente de Referência (RE). All rights reserved © 2002.Plano de Transmissão Tem como função padronizar os níveis de sinais que devem trafegar na rede para possibilitar uma boa qualidade de voz entre quais quer dois pontos de interconexão. Alcatel . O ITU-T utiliza modelos que determinam a atenuação máxima que deve ocorrer em cada trecho da rede.

Alcatel .Plano de Transmissão All rights reserved © 2002.

Alcatel .Plano de Transmissão All rights reserved © 2002.

Alcatel . Sem este sincronismo as redes de entroncamento das centrais terão sua qualidade comprometida em função do aparecimento de Slip (escorregemento de bits).Plano de Sincronismo Tem a função de estabelecer as regrar para sincronizar os tempos de bits das centrais digitais. All rights reserved © 2002.

f1 sincronismo All rights reserved © 2002. quando existe uma diferença de velocidade nos relógios de duas centrais acontecerá em um determinado momento a não leitura de um bit ou a leitura de um mesmo bit duas vezes.Plano de Sincronismo Como cada central tem seu próprio relógio de tempo para geração dos bits. Alcatel f2 . Este erro é denominado de Slip.

Alcatel . All rights reserved © 2002.Plano de Sincronismo Slip Escrita Leitura Não existe um método que elimine por completo o escorregamento a técnica é fazer com que o seu acontecimento seja o mais distante possível um do outro.

As centrais utilizam relógios atômicos de altíssima precisão (césio ou rubídio ) como forma de evitar o aparecimento de Slip.Plano de Sincronismo Métodos de sincronismo a) Plesiócrono – método em que não existe sincronismo. Alcatel . All rights reserved © 2002. Este método é implementado entre as centrais internacionais.

Plano de Sincronismo Métodos de sincronismo b) Síncrono – método em que os relógios das centrais são regulados para apresentar a mesma precisão. Divide-se em: Sincronismo despótico e mútual All rights reserved © 2002. Alcatel .

Pode ser implementado como estrutura: mestre/escravo mestre/escravo hierárquico ou referência externa All rights reserved © 2002.Plano de Sincronismo Métodos de sincronismo Sincronismo despótico – método em que existe a figura de um relógio mestre que é hierarquicamente superior aos outros. Alcatel .

Plano de Sincronismo All rights reserved © 2002. Alcatel .

Alcatel . Pode ser implementado como estrutura: Mútual simples Mútual duplo All rights reserved © 2002. Todas as centrais são sincronizadas pela frequência média do relógio de todas elas.Plano de Sincronismo Métodos de sincronismo Sincronismo Mútual – método em que não existe a figura de um relógio mestre.

Plano de Sincronismo All rights reserved © 2002. Alcatel .