O Barroco

Índice

O Barroco na península itálica O Barroco fora da península itálica

O Barroco no Brasil

A palavra Barroco é derivada do termo português ou do espanhol berrueco, que significa “pérola de formato irregular. No fim do século XVIII, críticos de arte passaram a utilizar o termo para definir o estilo artístico do século XVII, que muitos rejeitaram por considerarem exagerado e extravagante.

1

O Barroco na Península itálica A arte barroca originou-se na península Itálica. a emoção predomina sobre o racionalismo. porém. houve grandes diferenças entre os artistas e as obras produzidas em cada região . Na arte barroca. 2 . trazida pelos colonizadores portugueses e espanhóis. Seu desenvolvimento. não se deu de maneira homogênea. mas não tardou a irradiar-se por outros países da Europa e a chegar também ao continente americano.

por exemplo.As origens e o precursor A Reforma Protestante teve consequências que ultrapassaram as questões de fé e provocaram alterações em outros setores da cultura europeia. o surgimento dos Estados nacionais e dos governos absolutos – uma vez que propunha a libertação da nação em relação ao papa. 3 . de Michelangelo. Entre as obras que melhor expressam o empenho da Igreja em revigorar os princípios doutrinários está O juízo final. A Igreja católica logo organizou a Contrarreforma e outra vez a arte foi vista como meio de propagar o catolicismo e ampliar sua influência.

• Os temas estão voltados para a religiosidade. Entre os pintores barrocos destacam-se Tintoretto e Caravaggio. 4 .A pintura barroca As principais características das pintura barroca são: • A disposição dos elementos na tela quase sempre em diagonal • As cenas representadas envolvem-se em acentuado contraste de claro-escuro. a vida da nobreza e a vida do povo.

• Predominam as linhas curvas. Os gestos e os rostos dos personagens revelam emoções intensas e atingem uma dramaticidade desconhecida no Renascimento.A escultura Na escultura barroca: • A exaltação dos sentimentos é perceptível. 5 . • As formas procuram expressar o movimento e recobrem-se de efeitos decorativos. os drapeados das vestes e o uso do dourado.

o Barroco se expandiu da península Itálica para toda a Europa. Foi ganhando.O Barroco fora da península itálica Durante o século XVII até a primeira metade do século XVIII. uma feição nacional. nos diferentes países. 6 .

cujos temas preferidos foram as cenas da vida doméstica e social. Entre os principais expoentes dessa arte temos Hals. a pintura desenvolveu uma tendência mais descritiva. trabalhadas com minucioso realismo. 7 . Já na Holanda.O Barroco nos países Baixos O maior representante da pintura na região que hoje corresponde à Bélgica foi o flamengo Rubens. Rembrandt e Vermeer.

Olhando as figuras. podemos notar o quanto as suas linhas são verticais. Em Espólio. cujas obras revelam características bem peculiares a cada um deles.O Barroco na Espanha Entre os pintores mais representativos Barroco espanhol estão El Greco e Velázquez. Cristo aparece cercado por uma multidão. El Greco . 8 .a verticalidade As obras de El Grego apresentam como principal características a verticalidade.

considerada uma das obras-primas de Velázquez. documentando o dia a dia do povo espanhol.Velázquez retratou as pessoas da corte espanhola do século XVII. A tela mostra uma composição muito interessante. que transmite ao observador a sensação de profundidade da sala onde se passa a cena e revela um jogo de luz e sombra. 9 . procurou registrar também em seus quadros os tipos populares do seu país. Entre os retratos de pessoas da corte está As meninas.

e a arte voltava-se novamente para os modelos clássicos. os artistas já tinham abandonado esse estilo. O estilo barroco desenvolveu-se plenamente no Brasil do século XVIII até o início do século XIX. na Europa. câmaras municipais.O Barroco no Brasil Fachada da Igreja de São Francisco de Assis. MG. Valter Campanato 10 . moradias e chafarizes – que apresentam nítidas características barrocas. O Barroco brasileiro é claramente associado à religião católica. Mas há também muitos edifícios civis – como cadeias. Ouro Preto. Nessa época.

Casa da Moeda do Brasil Igreja Matriz de Santo Antônio. no estilo Barroco rococó.290 Anos de História . encontramos igrejas com trabalhos em relevo em madeira e portadas decoradas com esculturas. Bahia e Pernambuco. pensão e hospital. a Casa da Moeda. Construção de 1715. quartel.1694-1984. como Minas Gerais. em Salvador. MG. a arquitetura teve feições mais modestas. In. Já nas regiões onde não existia nem açúcar nem ouro. Pedro Rubens Convento e Igreja de Nossa Senhora do Carmo. No século XX o prédio do convento abrigou o Paço da Câmara. Rio de Janeiro. BA. em Tiradentes. em geral feitas de pedra-sabão. Nas regiões enriquecidas pelo comércio de açúcar e pela mineração. Casa da Moeda do Brasil .É possível apontar duas linhas diferentes no Barroco brasileiro. 11 .

Congonhas. Revista do MASP. Coleção Pimenta Camargo. Coleção particular Escultura do profeta Joel. talha e pintura aparece em Minas Gerais a partir dos trabalhos de Antônio Francisco Lisboa. escultura. 38. Madeira entalhada e policromada. 12 .0 x 35. 1730-1814). 70. século XVIII. In. Ano 1 (1990/1991). de Mestre Aleijadinho (Antônio Francisco Lisboa). obra de Antonio Francisco Lisboa.Luiz Costa/Jornal Hoje em dia O ponto culminante entre arquitetura. MG. o Aleijadinho (c.0 cm.0. São Miguel Arcanjo. o Aleijadinho no Santuário do Bom Jesus de Matosinhos.

pintado por Mestre Ataíde (Manuel da Costa Ataíde) e Aredes. Ouro Preto. Eugenio Savio Teto da Igreja de São Francisco de Assis. e falecido em 1830. MG. Sua pintura. com talha de Aleijadinho no estilo Barroco Português. por volta de 1762. Eugenio Savio .Manuel da Costa Ataíde foi um extraordinário pintor nascido em Mariana. que revela um domínio excepcional da técnica da perspectiva.