You are on page 1of 32

BIOLOGIA DOS VÍRUS

PROF.DR.LUÍS EVÊNCIO

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍUFPI
Adalgison Alves Alan Alencar Anna Patrícia Leite Cyléa Abdalla Miranda Lara Janaína Soares Laudiane Rodrigues Polyana Lima Vânia Dantas

DEFINIÇÃO

A palavra vírus tem origem latina e significa "veneno". Esse nome foi dado devido às viroses, que são doenças causadas por vírus.

O nosso corpo tem defesas naturais, como os anticorpos, que são proteínas produzidas por células especiais do sangue contra agentes causadores de doenças. Ex: febre.

Não são constituídos por células. Parasitas intracelulares obrigatórios.embora dependam delas para sua multiplicação.O QUE SÃO VÍRUS?      Vírus são agentes infecciosos muito simples e pequenos. . Formados por uma cápsula protéica (CAPSÍDEO) envolvendo o material genético que pode ser DNA ou RNA. Se reproduzem pela invasão e controle da maquinaria da auto reprodução celular.

.VÍRUS.

 .  Envelope.COMPOSIÇÃO DOS VÍRUS: Ácidos Nucléicos.  Capsídeo.

PROJÉTEO) e de forma complexa. POLIÉDRICO.  Morfologia da Partícula Viral: Simetria dos Capsídeo (HELICOIDAL. ICOSAÉDRICO.CLASSIFICAÇÃO DOS VÍRUS Hospedeiro: Bactérias.  . Fungos. Algas.  Tipo de ácido: Dependendo do vírus pode ser DNA ou RNA. Plantas. Vertebrados ou Invertebrados. quanto à presença ou ausência de envelope. Protozoários.

com DNA fd linear (ex: Citomegalovírus). envelopados. de DNA fd linear (ex: doenças agudas).VÍRUS DE DNA Podem ser de fita simples ou dupla: DNA fs / DNA fd Exemplos:  Adenovírus: Vírus de tamanho médio.  . não envelopado.  Herpesvírus: Vírus de tamanho grande.

Vírus Helicoidal Vírus Poliédrico (Octaédrico) Vírus da Raiva Poliovíru s .

não envelopados. com DNA fd (ex: Papilomavírus. envelopados. não envelopados. com DNA fs linear (ex: Eritrovírus) . Papovavírus: São pequenos. Hepadnavírus: São pequenos.VÍRUS DE DNA     Poxvírus: São os maiores e mais complexos.). são envelopados. com DNA fd linear (ex: varíola humana). com DNA fd linear (parcialmente fs) ( ex: VHB) Parpovírus: São pequenos. poliomavírus e o vírus vacuolante.

.VÍRUS DE RNA As diversas famílias de vírus RNA são diferenciadas umas das outras com base em seu ácido nucléico(RNA+ e RNA-). na forma de seu capsídeo e na presença ou ausência de um envelope.

. Estão divididos em vários grupos incluindo os gêneros Enterovírus.  Flavivírus: São envelopados de polaridade positiva (ex: Febre amarela e HCV).não envelopados de RNA+.PRINCIPAIS GRUPOS DE VÍRUS DE RNA  Pirconavírus: São muito pequenos. Hepatovírus e Rhinovírus .

Possui a enzima transcriptase reversa (ex:HIV)  .VÍRUS DE RNA: Rabdovírus: São vírus de tamanho médio.  Retrovírus: São vírus envelopados. com duas cópias complexas de RNA+ .(ex: Raiva em seres humanos). envelopados e de RNA.

 São dependente das funções celulares para a sua replicação.  EX:Vírus da gripe. .AGENTES SUBVIRAIS VIRÓIDES:  São moléculas pequenas de RNA fs.  Não codificam nenhuma proteína.  Causam doenças por interferência no metabolismo.  Sem nenhuma forma de capsídeo.

.VIRÓIDES.

causadores de doenças neurodegenerativas.PRÍONS: São proteínas normais que se enrolam incorretamente por mutação.  Ex:Encefalopatia Espongiforme Bovina (BSE).  Constituídos por um tipo de proteína.  .  Não são destruídos por enzimas que digerem DNA ou RNA.

PRÍONS .

  TESTE DE TORCH .  VÍRUS DA RUBÉOLA.  CMV (CITOMEGALOVÍRUS).TERATOGÊNESE OU TERATOGENIA Vírus que contribuem para efeitos teratogênicos: VÍRUS DO HERPES SIMPLES (HSV) tipos 1 e 2.

.VÍRUS DOS HERPES SIMPLES. CITOMEGALOVÍRUS. VÍRUS DA RUBÉOLA.

 Tropismo celular e tecidual.  Replicação secundária.  Replicação primária.ATAQUE VIRAL  Penetração no hospedeiro.  Dano celular e tecidual.  Disseminação. .

REPLICAÇÃO VIRAL  Adsorção. .  Liberação.  Síntese.  Maturação.  Penetração.

.REPLICAÇÃO VIRAL.

CICLOS DA REPLICAÇÃO VIRAL  Ciclo Lítico: Termina com a lise e a morte da célula hospedeira. Ciclo Lisogênico: A célula hospedeira permanece viva.  .

CICLO LÍTICO E LISOGÊNICO .

INFECÇÕES VIRAIS Ocorrem através dos vários tipos de transmissão:  HORIZONTAL: Direta e Indireta.  VERTICAL: Congênita e Perinatal.  RESERVATÓRIO: Homem para o animal .

PORTA DE ENTRADA  Pele: INTACTA / LESIONADA.  Trato Genito-Urinário.  Trato Respiratório.  Trato Gastrointestinal.  Conjuntiva .

 Persistentes.  Identificação do vírus.  DIAGNÓSTICO LABORATORIAL  Realizado através da coleta de material (sangue. líquido cérebro-espinhal).TIPOS DE INFECÇÕES VIRAIS Agudas. Pode realizar uma sorologia (dentre outro métodos) .

Rubéola. Sarampo. Varíola. Febre Amarela. B e C . .H1N1: Grupos A. Dengue. * As doenças viróticas que mais acometem o organismo humano são as seguintes: Gripe. Hepatite. RUBÉOLA. Catapora ou Varicela. HEPATITE: Tipos A (VHA). B (VHB) e C (VCH).DOENÇAS VIRAIS      HIV. ONCOGÊNESE VIRAL. Herpes simples e Raiva. INFLUENZA. Caxumba.

HEPATITE. .HIV.RUBÉOLA.ONCOGENESE VIRAL.INFLUENZA.

htm .br/conteudos/Seresvi vos/Ciencias/biovirus.sobiologia.php http://www.ufpe.br/biolmol/aula8sequenciamento.REFERÊNCIAS: http://www.com.

.

OBRIGADA!!!!! .