You are on page 1of 1

IDENTIFICAÇÃO DE PLASTIFICANTES EM

MOTORES-FOGUETE A PROPELENTE SÓLIDO


COMPÓSITO POR CROMATOGRAFIA A GÁS.
A. R. Cardoso(1); K. Iha(2);
1-Instituto de Aeronáutica e Espaço, Divisão de Química
2-Instituto Tecnológico de Aeronáutica

RESUMO
Plastificantes são adicionados aos polímeros para fornecer elasticidade e resistência mecânica para que estes
suportem as tensões geradas durante o processamento, transporte, ignição, queima e vôo de um foguete. A migração de
plastificantes em motores-foguete causa indesejáveis alterações nas matrizes poliméricas com a perda de propriedades mecânicas
balísticas, tais como, força de tração, dureza e velocidade de queima comprometendo sua integridade estrutural. Neste trabalho foi
desenvolvido um método de extração contínua, separação e identificação de plastificantes em propelente, adesivo e elastômero
usados nos motores-foguetes por meio de cromatografia a gás (GC) associada à espectrometria de massa (MS).
ENVELOPE MOTOR

TUBEIRA IGNITOR
INTRODUÇÃO
Um motor-foguete movido a propulsão química consiste de
uma câmara cilíndrica dentro da qual ocorre uma reação de
combustão, gerando grandes quantidades de gases com altas
temperaturas. Estes ao serem expelidos através de um
estreitamento denominado tubeira, provocam a propulsão do
foguete no sentido oposto. A mistura reagente, comumente é
denominada de propelente .
Figura 1 – Motor-foguete a propulsão sólida
Motor-foguete a combustível sólido é um sistema constituído por diversos materiais, além de seu invólucro cilíndrico conhecido como
envelope motor, que pode ser de aço, alumínio, ou compósito polimérico. Possui ainda como partes principais o propelente, o isolante
térmico que pode ser “liner”, borracha ou ambos, o ignitor e a tubeira por onde saem os gases de combustão. A Figura 1 mostra
esquematicamente um motor-foguete a propulsão sólida (MFPS).

EXPERIMENTAL
Propellant
Grain
O

Microscopic
Cross Section

HTPB Binder
Ammonium
Perchlorate Aluminum
(200 µ)
AP (20µ)

Corpo-de-prova Pesagem
Adesivo/isolante térmico Propelente

Extração 16h Evaporação Cromatograma dos plastificantes


Espectro do DOP

Plastificante Tempo de retenção


DBF 8,4 min.
RESULTADOS & DISCUSSÃO
DOA 10,4 min.
DOP 11,3 min.
DOZ 12,2 min.

CONCLUSÃO
A extração, separação e identificação dos plastificantes usados nos polímeros de mísseis e foguetes foi possível. Este desenvolvimento poderá ser
aplicado no controle de processo, qualidade, produto ou de novos estudos que envolvam estes aditivos em compósitos, adesivos, elastômeros e outros
materiais do setor aeroespacial
• MORAES, A.M.F.; PINTO, J.R.A.; HOLANDA, J.A.S. Optimization of bondline´s properties of solid rocket motor. In: INTERNATIONAL ANNUAL CONFERENCE
OF ICT, 37., 2006, Karlshure. Conference...Karlshure: ICT, 2006. p.90-98. .
REFERÊNCIAS 2. FUST, W. G.; KAYS, A. O. Adhesives for bonding of insulation in solid propellant rocket motors. Applied Polymer Symposia, New York, n. 3, p. 219-231, 1966.
3. PINTO, J.R.A. Determinação da Energia de Tack e da Melhor Condição de Adesão dos Revestimentos Poliuretânicos para Propelente Sólido Compósito Utilizado
em Motores-Foguete. 2007. 80f. Tese (Mestrado em Ciências) – Instituto Tecnológico de Aeronáutica, São José dos Campos.