Modelos e espaços pedagógicos

intelectual e social.Atividades de tempos livres -ATL • O ATL é um estabelecimento de ensino que acolhe um número igual ou superior a cinco crianças em simultâneo. afetiva. satisfazendo as suas necessidades de ordem física. . Estes centros devem proporcionar às crianças experiências que contribuam para o seu crescimento enquanto pessoa.

. afetiva e social.São objetivos específicos dos centros de atividades de tempos livres: a) Proporcionar às crianças experiências que concorram para o seu crescimento como pessoa. satisfazendo as suas necessidades de ordem física. intelectual.

aproveitamento e recuperação de todos os recursos do meio. . por forma a ser capaz de se situar e expressar num clima de compreensão. c) Favorecer a inter-relação famíliaescola/comunidade-estabelecimento. respeito e aceitação de cada um. em ordem a uma valorização.b) Criar um ambiente propício ao desenvolvimento da personalidade de cada criança.

muito mais que nas sociedades rurais tradicionais.Mas de onde vem este nome de "tempos livres"? • A noção de tempos livres surge no final dos anos 50. em que. se estabelece a distinção entre o tempo de trabalho definido por outrem e o tempo de lazer dedicado a atividades livremente escolhidas. . estando relacionada com o desenvolvimento das sociedades urbanas.

. desportivas.• A redução dos horários de trabalho aumentou o tempo que pode ser dedicado a estas atividades. em que se desenvolveram as chamadas "indústrias do lazer". recreativas. levando ao aparecimento e diversificação de ofertas e possibilidades organizadas de escolhas culturais.

apenas ditada por gostos e interesses pessoais.• Qualquer que seja o tipo de atividades a que os adultos se dedicam nos seus tempos livres ou de lazer é sua característica determinante corresponderem a uma grande liberdade de escolha. .

.• Com as crianças a situação de liberdade de escolha é diferente sobretudo porque as chamadas "atividades de tempos livres" são fundamentalmente organizadas como resposta às necessidades das famílias. que escolhem ou decidem frequentar as atividades de tempos livres. que embora um pouco mais velhas.º ciclo. ainda precisam de "ser guardadas". Não são. as crianças em idade préescolar ou as que já frequentam o 1. neste caso.

. são fundamentalmente uma forma social e institucional de apoio às famílias.• Este tipo de "atividades livres" tal como as que designamos de animação socioeducativa.

uma forma de organização.• Surgem assim designações tais como "atividades complementares" ou "clubes" (utilizada por outros graus de ensino para designar os grupos que se formam em torno de uma proposta). do tempo e do grupo. que fundamentada numa determinada conceção do espaço. . usando-se ainda a palavra "ateliers". tanto pode ser utilizada em tempo curricular como extracurricular.

para além do tempo letivo dos alunos e que. têm uma natureza eminentemente lúdica.• Para analisar a perspetiva das atividades de complemento curricular. predominantemente. . importa referir que são definidas no diploma que as institui como "um conjunto de atividades não curriculares que se desenvolvem. sendo de frequência facultativa. cultural e formativa".

• A natureza lúdica e criativa que carateriza as atividades de complemento curricular permite estabelecer algumas semelhanças com a animação socioeducativa. uma função social de apoio à família. embora haja uma diferença fundamental: enquanto que as atividades de complemento curricular desempenham sobretudo uma função formativa. predominantemente. . a animação socioeducativa. bem como as atividades de tempos livres referidas. têm.