2º Reunião dos Serviços de Controle de Infecção Hospitalar dos Hospitais da cidade de São Paulo 2006

Equipe Técnica:
 Gladys I. Gonsales  Maria G. Valente  Milton S. Lapchik  Valquiria O. Carvalho  Vera Regina de P. Costa Tel: 3350 6673 E-mail: infeccaohospitalarsms@prefeitura.sp.gov.br
NÚCLEO MUNICIPAL DE CONTROLE DE INFECÇÃO HOSPITALAR GERÊNCIA DO CENTRO DE PREVENÇÃO E CONTROLE DE DOENÇAS /COVISA

Diretrizes para elaboração do PCIH
• Estabelecer diagnóstico situacional referente à prevalência das infecções hospitalares de acordo com:
Sítio de infecção; Gravidade relacionada à infecção; Unidade de internação:
•Terapia intensiva adulto, pediátrica e neonatal

Diretrizes para elaboração do PCIH
• Avaliar, com base na RDC Nº 48 da ANVISA se há atendimento aos itens:
IMPRESCINDÍVEIS NECESSÁRIOS RECOMENDÁVEIS

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Identificar oportunidades de melhorias das práticas de controle de infecção hospitalar, com atenção às especificidades de cada hospital. •Atenção às interfaces do SCIH com as áreas de apoio, buscando a discussão de aspectos educativos e assistenciais.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Elaboração das metas: CONSIDERAR
PREVALÊNCIA das infecções hospitalares em hospitais semelhantes (observar parâmetros locais, mediana dos indicadores de infecção). HISTÓRICO da performance do hospital no controle das infecções hospitalares e possibilidades de melhoria das práticas assistenciais, com redução da prevalência de IH.

Diretrizes para elaboração do PCIH
PLANEJAMENTO OPERACIONAL - Estabelecer: •METAS •OBJETIVOS •PLANO DE AÇÃO •PRAZO PARA EXECUÇÃO •RESPONSÁVEIS

Diretrizes para elaboração do PCIH
•METAS:
Ações a serem desenvolvidas:
•Protocolos •Treinamentos •Participação em Congressos e Eventos •Análise e Elaboração de relatório com Indicadores Epidemiológicos •Campanhas de Prevenção •Elaboração de manuais técnicos

Metas Treinamentos técnicos CIH

Objetivos Atualização e capacitação dos profissionais de saúde Desenvolver ações preventivas com destaque para uso de EPI, vacinação e biossegurança Sensibilizar os prof.saúde para prática correta

Plano de Ação Treinamento nas integrações, atendendo calendário de treinamentos Reuniões com Medicina e segurança do trabalho, CIPA

Prazo 1º e 2º semestre

Responsável

SCIH

Prevenção das infecções hospitalares ocupacionais

1º e 2º semestre

SCIH Medicina ocupacional

Campanha de higienização das mãos

Elaborar Maio campanha alusiva ao dia nacional de CIH

SCIH Educação Continuada

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Estabelecer prioridades com base nas ações de vigilância epidemiológica e identificação de problemas por risco à saúde. •Estabelecer metas a serem atingidas e prever ações preventivas e ações corretivas com base nos indicadores do sistema de vigilância epidemiológica.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•METAS:
Exemplos:
•Manter incidência de ITU rel SVD < 7/1000 sonda vesical de demora dia na UTI adulto. •Reduzir a incidência de infecção.em sítio de inserção de CVC em 50% em relação à taxa de 2005 •Reduzir a mortalidade por sépsis neonatal precoce em 40% quando comparado ao ano anterior •Reduzir a prevalência de infecção por rotavírus de origem hospitalar em até x%.

Diretrizes para elaboração do PCIH •Participação dos profissionais de cada setor envolvido, em busca da melhoria contínua de assistência. •Divulgação e discussão periódica dos indicadores de maneira setorizada, observando a qualidade dos processos inerentes à prevenção e controle de IH.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Ações Preventivas: tem por objetivo de minimizar o impacto ou mesmo reduzir a ocorrência de não conformidades, em um cenário onde não ultrapassamos a meta previamente estabelecida; •Ações Corretivas: Idem ao anterior, porém foi observada ultrapassagem de meta previamente estabelecida.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Avaliar o impacto das ações preventivas e corretivas:
Metodologia de treinamentos. Possibilidades de melhoria para a adesão às rotinas de CIH. Construir indicadores de processos e de resultados específicos.

Ações para prevenção e CIH Vig.Epidemiológica das IH Treinamento 1 Treinamento 2 Treinamento 3 Notificação das DNC à SUVIS Avaliação do processo de resistência microbiana com elaboração de relatório Avaliação do uso racional de antimicrobianos Atualização do Plano de gerenciamento de resíduos do hospital Participação em Congressos e Simpósios sobre CIH Participação na SIPAT Campanha de vacinação de profissionais de saúde p/ Influenza Vigilância de processo 1 relacionado ao controle de ITU H

janeiro fevereiro x x

março abril maio junho julho agosto setembro outubro novembro x
X

dezembro X

x
X

x
X

x

x x

x x x

x X x

x

x

x

x

x

x x

x

x

x x

x x x

x x

x X

x

x

x x

x X

x

x

x

x

x

x

x

X

X

x x x x

x

x

x

x

x

x

Diretrizes para elaboração do PCIH Análise Crítica para elaboração do novo PCIH
•Avaliar a presença de fatores de dificuldade para atingir a meta estabelecida ou mesmo para reduzir a meta; •Possibilidades de resolução dos fatores de dificuldade:
Melhoria do clima organizacional. Auditorias internas para a pesquisa de não conformidades. Interface do SCIH com: Comissão para análise de óbitos, Comissão para análise da qualidade de prontuários, Comissões de Ética, CIPA.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•Evidências de atuação do SCIH com os demais serviços do hospital. •Eficácia das ações do SCIH:
Treinamentos Campanhas de prevenção Uso racional de antimicrobianos Melhoria das práticas assistenciais

Melhoria do Clima Organizacional e o PCIH
•Atitude pró-ativa dos profissionais do hospital no CIH. •Melhoria do fluxo de informações entre os vários setores e o SCIH. •Envolvimento da administração: o SCIH como parceiro do gestor do hospital. •Busca de soluções em conjunto com os profissionais de cada setor para melhoria das práticas de prevenção e controle de IH.

Auditorias Internas e o PCIH
•Identificar situações não-conforme com a legislação sanitária atualizada. •Avaliar a prática do que é recomendado pelo SCIH no processo de atendimento (análise da adesão aos protocolos e rotinas do SCIH). •Avaliar a prática do que é recomendado pelo SCIH e a adesão pelo próprio SCIH (autoavaliação).

Interface do SCIH com: Comissão para análise de óbitos, Comissão para análise da qualidade de prontuários, Comissões de Ética, CIPA.
•Avaliar impacto da IH com óbito, registros de pistas de IH em prontuário, infrações ao código de ética e biossegurança. •Óbito por IH:
Diagnóstico e terapia apropriada. Condição de base dos pacientes.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•RELATÓRIO PERIÓDICO A SER ENVIADO AO NMCIH:
–RELATÓRIO PARCIAL –RELATÓRIO FINAL
•METAS ATINGIDAS E NÃO ATINGIDAS. •MOTIVOS/JUSTIFICATIVAS QUE LEVARAM A NÃO ATINGIR AS METAS. •AÇÕES TOMADAS PARA ATINGIR AS METAS PRÉESTABELECIDAS.

Diretrizes para elaboração do PCIH
•APROVAÇÃO DO PROGRAMA ANUAL PELA CCIH:
ATA DE REUNIÃO. APROVAÇÃO DA DIRETORIA.