You are on page 1of 31

 A Síndrome Metabólica (SM) é um

transtorno complexo representado por um conjunto de fatores de risco cardiovascular usualmente relacionados à deposição central de gordura e à resistência à insulina.

CIRCUNFERÊNCIA ABDOMINAL

HIPERTENSÃO

HDL - BAIXO

SÍNDROME METABÓLICA
TRIGLICERÍDEOS ALTO
GLICEMIA ALTA

* Federação Internacional de Diabetes

 . ESTATURA  Aferição da pressão arterial  Glicemia em jejum  HDL  TG  A presença de LDL elevado não faz parte do diagnóstico.PESO.

IMC= Peso (kg) / altura (m)/ altura (m) .

 DISLIPIDEMIAS.  HIPERTENSÃO ARTERIAL.SÍNDROME METABÓLICA E OBESIDADE.  ACANTHOSIS NIGRICANS.  DIABETES MELLITUS .  .  SÍNDROME DA APNÉIA OBSTRUTIVA DO SONO.

DESEQUILÍBRIO ENERGÉTICO .

 INGESTÃO ALIMENTAR    Hábitos dietéticos inadequados Oferta de alimentos Nº de refeições e porções Consumo de gordura saturada   GASTO ENERGÉTICO   Automação dos afazeres domésticos Atividade Física espontânea Atividade física de lazer Vida sedentária .

ANDRÓIDE GINECÓIDE .

.A medida da circunferência abdominal é feita na metade da distância entre a crista ilíaca e o rebordo costal inferior.

 ADIPOCITOQUINAS Substâncias mediadoras do desencadeamento do acúmulo de gordura visceral e abdominal. .

. As pessoas precisam saber que a obesidade é uma doença crônica que depende da reeducação alimentar e a prática regular da atividade física para ser controlada.

 .  70% dos pacientes são obesos.A síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono é caracterizada por episódios repetitivos de cessação da respiração durante o sono .

uma vez que as recorrentes interrupções na inspiração durante o sono levam a um estímulo do eixo hipotálamohipófise-adrenal. com o intuito de liberar adrenalina para que o indivíduo consiga inspirar adequadamente. . A Síndrome da Apneia Obstrutiva do Sono está presente na avaliação da Síndrome Metabólica.

 No tratamento da Síndrome Metabólica a busca pelo diagnóstico da Acanthosis Nigricans se faz necessário devido a alterações no metabolismo da insulina.  .Condição dermatológica caracterizada por espessamento. hiperpigmentação e acentuação das linhas da pele. gerando aspecto grosseiro e aveludado no local afetado.

.

obesidade. e outras causas.hipertensão arterial é caracterizada pelo aumento da pressão arterial. estresse e fumo. deve-se considerar o tratamento farmacológico da hipertensão arterial nela presente a partir de 140/90mmHg ou 130/85mmHg na presença de Diabetes Mellitus. alcoolismo.  Sendo Síndrome Metabólica constituída de inúmeros fatores de risco cardiovascular. tendo como causas a hereditariedade. sedentarismo.  .

Conforme a IV Diretrizes Brasileira de Hipertensão Arterial da Sociedade Brasileira de Cardiologia. compreende em estágios .

A glicemia de jejum deve ser o primeiro exame laboratorial na investigação da Síndrome Metabólica:  • Coleta de sangue no período matutino  • Dieta habitual no dia anterior  Jejum ideal de 8 horas  • Sem pratica de exercício físico  • Valores devem ser abaixo 100 mg/dL .

LDL após jejum de 12 a 14 horas. . e a pratica de exercício físico 72 e 24h antes da coleta de sangue. HDL. evitar a ingestão de álcool. O perfil lipídico é definido pelas determinações bioquímicas do colesterol total.

.

caminhadas de 10-12 km por semana. exercício físico regular e cessação do fumo. acompanhada da pratica de exercício físico -150 minutos por semana. como redução do peso.  .A grande maioria das anormalidades da Síndrome Metabólica responde positivamente as modificações no estilo de vida. dieta saudável.  Indica-se a redução de 7% a 10% do peso em seis a 12 meses.

 .  É recomendado estimular os alimentos com maior volume e poucas calorias.  A manutenção do peso é alcançada com a mudança comportamental : Reeducação alimentar + incorporação do hábito de atividade física.A base do tratamento dietético é a prescrição de uma dieta hipocalórica.

glicose e aumenta o HDL.7 mg colesterol/dl de sangue.  A substituição de parte da gordura saturada (sfa) da dieta por gordura monoinsaturada (mufa) diminui os níveis de colesterol. a 60% da ingestão de saturados em uma dieta. triglicérides.A gordura saturada relaciona-se com o aumento de colesterol. O ácido palmítico.presente na carne. corresponde em média.  .  1% de sfa na dieta 2.

Os ácidos graxos polinsaturados ( pufa) têm um importante efeito na proteção cardiovascular.  1% de pufa na dieta 1.4 mg colesterol  Recomenda-se uma dieta com até 35% de gordura. sendo: menos de 7% de sfa mais de 20% de mufa mais de 10% de pufa  .

As evidências sugerem que a recomendação para a ingestão de carboidratos deve manter-se na proporção de 50 a 60% do VET.  O índice glicêmico mede a resposta glicêmica pós prandial dos alimentos e permite a comparação entre os diferentes tipos de carboidratos.  A ingestão de fibras deve alcançar 20 a 30 g por dia.  .

 Recomendada de 10 a 15% do VET  Não menos que 0.8g/kg .

 Carnes defumadas: bacon. refrigerantes. presunto. batatas. bolos. chicletes.  Açucarados: balas.  . doces.  Produtos fritos: salgadinhos. biscoitos.ALIMENTOS A SEREM EVITADOS: Produtos com farinha refinada: massas. salsicha.

com o objetivo de normalização dos níveis pressóricos. A adoção de uma dieta balanceada é uma das principais medidas a ser preconizada em indivíduos com síndrome metabólica. da correção das dislipidemias e da hiperglicemia e consequentemente a redução do risco cardiovascular. .  A dieta deve estar direcionada para a perda de peso e da gordura visceral. individualizada para a necessidade de cada paciente .

Por esta razão. principalmente no que tange à mudança do estilo de vida. a atuação integrada de uma equipe multidisciplinar composta por médico. um grande passo para conquistas futuras . é altamente desejável. visando o tratamento do paciente. enfermeiro. professor de educação física. nutricionista. deve ser ressaltado que a grande dificuldade no tratamento continua sendo a adesão do paciente.Por fim. psicólogo. e sem dúvida.

Obrigada! E parabéns a todos os estudantes e graduados em NUTRIÇÃO!!! 31 de agosto DIA DO NUTRICIONISTA .