You are on page 1of 51

Amanda Souza; Giusaino Junio; João Victor; Pedro Henrique; Samuel Oliveira; Thiago Isaías; Bruno Coimbra.

Introdução.
 Países emergentes;  Latino-Americano: industrialização por substituição de importações;  Tigres Asiáticos: criaram plantaformas de exportações.

Introdução.
 Há diferenças entres eles:
 Modelos de industrialização;  Nível de econômico e tecnológico;  Disponibilidade de infraestrutura produtiva;  Indicadores de Desenvolvimento Humano.

 O gráfico a seguir mostra a evolução da participação das principais economias emergentes:

Figura1: Gráfico comparativo dos países emergentes.

América Latina: Substituição de importações.
 Argentina, Brasil e México.  As maiores e mais diversificadas economias da América Latina.  Observe o gráfico a seguir:

Brasil e México.Figura2: Gráfico comparativo dos países Argentina. .

 Crise de 1929 e a depressão econômica.América Latina: Substituição de importações.  Século XIX. os três países tornaram-se independentes.  As produções se intensificaram a partir da década de 1930. .

América Latina: Substituição de importações.  Os países industrializados compravam menos mercadorias vendidas pelos países exportadores de produtos minerais e agrícolas.  Os três países tiveram uma queda no nível de exportações. .  Ponto positivo: acelerou a industrialização voltada a substituir os bens → Europa.

grandes propriedades rurais) – Argentina: ganhava dinheiro com a exportação de carne e trigo.América Latina: Substituição de importações.  Aristocracia latifundiária: Primeiras fábricas que acumulava o capital de exportações.  Os estancieros (donos das estancias. .  Os fazendeiro de café – Brasil: o café era o principal alimento colhido com domínio dos barões de café.

 Proprietário das haciendas . .México: grandes extensões de terra controladas por representantes da elite para vender açúcar.  Grandes latifundiários com forte influência econômica e política em seus países.América Latina: Substituição de importações.

 A industrialização não foi acompanhado de políticos sociais econômicos. .  Aristocracia latifundiária == Burguesia Industrial e financeira.  Maior distribuição de renda e maior inserção da população pobre no mercado interno de consumo.América Latina: Substituição de importações.

mesmo improdutivos. .  Burguesia Industria modificou suas fontes de lucros.América Latina: Substituição de importações. continuavam nas mãos de seus antigos proprietários.  Muitos Latifúndios.

.  A acentuada desigualdades social. como ocorreu nos países desenvolvidos enquanto se industrializavam.América Latina: Substituição de importações.  Consequente fraqueza do mercado interno.  A inexistência de uma efetiva reforma agrária.  É um dos fatores que explicam:  A urbanização acelerada e desordenada.

América Latina: Substituição de importações.  Petrolífera e petroquímica. telecomunicações.  Principais empresas nos países emergentes: .  Infraestrutura – Transportes.  O Estado começa a investir em industrialização de bens intermediários:  Mineração e siderurgia. energia elétrica.

América Latina: Substituição de importações. .  Empresa de extração de Petróleo Mexicana – PEMEX (Petróleos Mexicanos – 1934).

.

 Empresa de extração de Petróleo Brasileira – Petrobras (1954). .América Latina: Substituição de importações.

.

América Latina: Substituição de importações.  Empresa de extração de Petróleo da Argentina – YPF (Yacimientos Petrolíferos Fiscales .1922). .

.

 Com exceção da YPF. comprada em 1999 pela espanhola Repsol. . as outras continuam sob o controle total ou parcial do Estado.América Latina: Substituição de importações.

América Latina: Substituição de importações. .  Limitações pelo método de substituição de importações:  Carência de maiores volumes de capitais.  Fragilidade de setores industriais.  Entrada de capital estrangeiro pelas multinacionais que se expandiram pelo mundo.

 Setores em crescimento: automobilístico.América Latina: Substituição de importações. alimentício e têxteis. de maquinas e equipamentos.  Tripé de capital: estatal. . eletroeletrônico. nacional e estrangeiro. químico-farmacêutico.  As empresas multinacionais juntava-se com as nacionais já existentes.

nos países latino-americanos.  Concentração maior:  Brasil: São Paulo.  Argentina: Buenos Aires e Rosário.  Esse modelo vigorou em menor grau de industrialização.América Latina: Substituição de importações. como o Chile a Colômbia e a Venezuela. Guadalajara e Monterrey. .  México: Cidade do México. Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

América Latina: Substituição de importações. Carros.  Modelo de substituição de importações ativou produções como:     Roupas. . Calçados. Eletrodomésticos.

e metade depositado nos bancos dos países desenvolvidos.  Crescimento dos três países estende-se até 1980. .  Crescimento econômico sustentou 860 milhões com exportações.  O crescimento econômico.Crises Financeiras e Baixo Crescimento econômico. é ofertado pelos recursos financeiro.

Juros Internacionais. .

 Crise de 1979.  Para manter a infração. .  Consequência de uma política do governo norte-americano. acarretou no aumento intensivo das taxas de juros.Dívida externa. atrair investimento e financiar seus deficit orçamentário e comercial.

.Dívida externa.

quando o México decretou a moratória de sua dívida externa.Dívida externa. consiste no ato unilateral de um Estado declarar a suspensão do pagamento dos serviços da sua dívida externa.  1982.  Concernente ao direito internacional público. .

 Visava busca de moeda forte. reduzindo a entrada de receita de moeda estrangeira. para o pagamento dos juros da dívida. sobretudo dólares.  Conclusão: Baixa dos preços dos produtos primários em suas exportações.  “Exportar é o que importa”. .Dívida externa.

ficaram conhecidos como a “década perdida”.  Elevadas inflações. .Dívida externa.  Fortes concentrações de renda.  Os anos de 1980.  A economia sofreu com baixos crescimento.  Baixo salários pagos aos trabalhadores.

 A década de 1990 foi marcada pela estabilização das economias dos países latinoamericanos.Dívida externa. .  Implantação de políticas econômicas neoliberais.

Dívida externa. Títulos da dívida publica. .  Privatização de empresas estatais.  A redução a inflação:  Gastos públicos.  Principais investimentos do mercado mundial:  Ações.  Abertura econômica para produtos e capitas.

.Dívida externa.  A crise afeta todos os países (desenvolvidos e emergentes).

 Os EUA compravam cerca de 80% da produção. .Dívida externa.  Iniciou-se a pandemia da Gripe A (causada pelo vírus H1N1).  O mais atingido foi o México dos países latino-americano.

Dívida externa. .

Taiwan. Hong Kong e Cingapura.  Coreia do Sul.  Tudo iniciou-se pela agricultura.  Características:      População pouco numerosa. Sem futuro econômico. Sem reservas minerais.Tigres Asiáticos: Plataforma de exportações. nos maiores países agrícola: Arroz. Território reduzidos. Sua maioria era analfabeta. .

.Tigres Asiáticos: Plataforma de exportações.  Possuem atualmente algumas das economias mais dinâmicas e modernas.

.

.Tigres Asiáticos: Plataforma de exportações.  Hong Kong era território chinês foi cedido ao Reino Unido pelo Tratado de Nanquim-1842.  Península da Coreia e a Ilha de Taiwan foi ocupada pelo Japão na guerra Sino-Japonesa.  Guerra do Ópio: acordo finalizado em 1984 promoveu a devolução do território.

.  Segunda Guerra → Divisão da Península da Coreia: Norte socialista e Sul capitalista.Tigres Asiáticos: Plataforma de exportações.

.  Implantação do regime político centralista.  Coreia e Taiwan eram governados por ditaduras militares.Tigres Asiáticos: Industrialização e crescimento acelerado.

.  Grandes investimentos para transporte e energia. Principais medidas adotadas para o Estado estimular a industrialização e as exportações.  Concedeu incentivo ás exportações.  Maciços investimentos em educação e bolsas para o exterior.  Restrições ao funcionamento dos sindicatos. como redução de impostos.  Manteve política de desvalorização cambial.  Medidas protecionistas contra estrangeiros.

 Mão de obra muito barata e relativamente qualificada e produtiva.  Consequência de um bom nível educacional.  Elevados saldos comerciais. .  Mercadorias dos Tigres barata e competitiva. que eram revestidos a fim de alcançar uma maior tecnologia.

principalmente básica. Investimento fundamental na educação. .  Coreia do Sul investia pesado na educação.  Modelo visinho bem-sucedido.