You are on page 1of 30

Educação Tecnológica

T6 - Materiais

Material = Matéria-prima
As chamadas matérias-primas de base extraem-se do solo e subsolo. Exemplos: - Carvão, - Algodão, - Petróleo, - Minérios metálicos. A indústria metalúrgica e a indústria química (industrias de base) extraem e transformam-nas em novos produtos acabados e semiacabados. Por fim, a indústria de bens de consumo fabrica os produtos com que contactamos diariamente partindo dos produtos anteriores. Estamos habituados a “pensar” nos materiais como matéria necessariamente no estado sólido. Contudo, podem encontrar-se noutro estado, líquido ou mesmo gasoso. Curiosidade: o vidro comum encontra-se no estado líquido. É, contudo, tão viscoso que parece estar no estado sólido.

José Afonso

Educação Tecnológica
T6 - Materiais

Seguir-se-á uma lista dos materiais comummente usados pelo Homem e que vai da madeira, utilizada desde a pré-história, aos materiais mais recentes como a Hidroxiapatite (um substituto cerâmico cuja estrutura é idêntica à dos “nossos” ossos).

Conhece-los? O que sabes sobre eles? Onde se aplicam e porquê? Como e quando se começaram a utilizar?

José Afonso

Educação Tecnológica
T6 - Materiais

É importante conhecer as suas características físicas (cor, densidade, fusibilidade, condutividade térmica, condutividade elétrica…) relativas à estrutura interna,

químicas (oxidação…) relativas à interação química do material com outros elementos que
possam entrar em contacto,

mecânicas (elasticidade, plasticidade, resistência à fadiga, resistência ao choque,
maleabilidade, ductilidade, tenacidade, dureza…) relativas ao comportamento do material face a esforços que lhe sejam aplicados,

tecnológicas (fusibilidade, maleabilidade, ductilidade…) relativas às fases de trabalho, comerciais (disponibilidade, custo de aquisição…) e ambientais (biodegradabilidade, toxicidade…).

José Afonso

Materiais Já.Educação Tecnológica T6 . agora. a pastilha elástica… é… elástica ou plástica? José Afonso .

pede-se que os classifiques e que concluas sobre o grupo a que. José Afonso .Materiais Os materiais podem ser agrupados em naturais e transformados.Educação Tecnológica T6 . pertence a maioria deles. hoje em dia. Ao longo da apresentação dos diferentes materiais que se segue.

José Afonso .Educação Tecnológica T6 . A pasta de eucalipto contém fibras de elevada resistência física e elevado índice de absorção.Materiais ∎ Papel (fibra celulósica de origem vegetal) Muito utilizado como suporte de escrita ou em guardanapos.

origem vegetal: o algodão e o linho. José Afonso . poliéster.Materiais ∎ Fibras têxteis (filamentos naturais ou sintéticos aplicados no fabrico de tecidos. Exemplos: . . nylon. poliamida. elastano. de rochas: amianto. de vidro e de carbono.origem mineral. .origem não natural ou sintética (polímeros): acrílico. .origem animal.Educação Tecnológica T6 . a lã e a seda.

Carvalho. José Afonso .Materiais Simples (Pinho. durabilidade. Tola. Bétula…) ∎ Madeira Folheados (folhas finas de madeira) Contraplacados (resultante da colagem de Derivados folhas de madeira umas sobre as outras) Aglomerados (partículas de madeira prensadas com resina sintética a 200℃) Cartão prensado (vulgo platex) Caracterizada essencialmente pela resistência. a madeira é aplicada na construção civil. Nogueira. Mogno. Plátano. Castanho. no fabrico de mobiliário. facilidade de extração e de ser trabalhada. Eucalipto. Faia. Cedro. Sobreiro. etc.Educação Tecnológica T6 .

Materiais ∎ Cortiça (casca do sobreiro. retirada de 9 em 9 anos.Educação Tecnológica T6 . cujos derivados mais conhecidos são a corticite – aglomerado de cortiça e o ANC – aglomerado negro de cortiça) José Afonso .

oxido ferroso e Manganês) ∎ Cerâmica (inorgânica e não metálica) Técnicos (alumina. nitrato de silício…) José Afonso .Materiais Tradicional – Argilas ou barros e porcelanas – (Sílica. Pode conter vestígios de matéria orgânica. alumina e água.Educação Tecnológica T6 . carbonato de silício.

Trata-se de um material cerâmico que vitrifica a dada temperatura e. no caso. de uma massa líquida à base de sílica.… Infelizmente. o vidro quebra-se com facilidade e é denso.Materiais ∎ Vidro (extraído do respetivo minério ou diretamente em estado natural) O vidro é uma substância aparentemente sólida (líquido muito viscoso) e amorfa (não cristalina).Educação Tecnológica T6 . Tem igualmente elevada aplicação dadas as suas propriedades únicas: translúcido. José Afonso . inerte e impermeável são garante de inúmeras aplicações tais como em janelas. como é comum em sólidos amorfos. muito duro. é obtido por arrefecimento rápido. garrafas.

ganhando assim resistência) É usado como aglomerante numa mistura com areia e/ou gravilha e água. em contacto com a água. produz uma reação de cristalização. José Afonso .Educação Tecnológica T6 . O seu consumo mundial e nacional serve de indicador económico. Em especial.Materiais ∎ Cimento (material cerâmico que. sendo então designado de betão armado. quando envolve uma armadura metálica responsável por resistir a esforços de tração. conhecida como betão ou concreto.

Alguns metais são utilizados na formação de ligas como o bronze. dureza.Materiais ∎ Metais (extraído do respetivo minério ou diretamente em estado natural) Caracterizados essencialmente pela opacidade. ductilidade (que permite ser esticado em arame fino) e maleabilidade (que permite a sua redução a lâminas delgadas.Educação Tecnológica T6 . José Afonso .

Policloreto de vinilo (PVC). Poliestireno (PS).Educação Tecnológica T6 . celulose. Exemplos: Polietileno (PE). São muitas e muito diversas as aplicações dos plásticos cuja resistência química é uma característica de muitos assim como a resistência física. carbono. Poliuretano (PU) e acrílico (PMMA).Materiais ∎ Plásticos (obtidos artificialmente com base sobretudo no petróleo. José Afonso . gás natural e seus derivados) Há dois grandes grupos: os termoplásticos e os termoendurecíveis. Alguns são também bons isolantes elétricos e/ou térmicos.

no fabrico de isolante elétrico de ferramentas. de esgoto e de produtos químicos. semirrígida (estofos de automóveis). telhas e caleiras. aplicados no fabrico de embalagens para produtos alimentares. ex. ex. gás natural e seus derivados) São. colchões. isolante de cabos telefónicos. caixas exteriores de rádios e televisores. no caso do PS.. sofás.Materiais ∎ Plásticos (obtidos artificialmente com base sobretudo no petróleo. ex. copos. p. tampas de e garrafas. espuma rígida (isolante térmico na construção cívil. no fabrico de espuma flexível (colchões e estofos). puxadores.…) . etc. p.. frigoríficos. vasilhames. carbono. no fabrico de tubos de água. celulose.. p. ex. napas e couros artificiais. José Afonso . peças de decoração. no caso do PE. p.. pentes. brinquedos. etc.. no caso do PU.. no caso do PMMA. p. no fabrico de vidro plástico.. no caso do PVC. ex.Educação Tecnológica T6 .

no caso da borracha natural.. José Afonso .Materiais ∎ Borracha (Extraída da coagulação do látex (sobretudo da seringueira). por isso mesmo associada quase de imediato ao fabrico de pneus. etc. luvas. e do petróleo.Educação Tecnológica T6 . Mas são também muitas as aplicações: borrachas de apagar. no caso da borracha sintética) Caracterizadas essencialmente pela elasticidade e elevado atrito com quase todos os materiais é. revestimento de cabos elétricos. fios de tecidos impermeáveis.

José Afonso .Materiais ∎ Peles (naturais. extraídas de animais) Como são constituídas por fibras naturais têm as mesmas características das referidas fibras e ainda outras como a impermeabilidade aumentada pelo processo de curtimento. O curtimento (tratamento) das peles permite um isolamento das fibras naturais contra fungos e bactérias que são as responsáveis pela degradação da pele "in natura".Educação Tecnológica T6 .

de Manganês. 2 José Afonso .Educação Tecnológica T6 . … ∎ Novos materiais 1 Possibilidade do recurso à impressão por jacto de tinta. – polímeros semicondutores. – fibra ótica. 3 Os quais terás oportunidade de observar durante a aula. – calcopirites. Do inglês Light Emiting Diode. – nanomateriais. – semicondutores líquidos1 (Dye-sensitized cells).Materiais Para condução de energia (e não só ) – silício cristalino. de Molibdénio…) em janelas de transmitância controlável. policristalino e amorfo. … – LED2 (díodo (semicondutor) emissor de luz) e OLED (LED orgânico) – na iluminação. Para conservação de energia (e não só) – (vidros) electrocrómicos3 (com oxido de Tungsténio.

– Teflon.Terúlio (efeito de Seebeck) – em módulos termoeléctricos. – Hidroxiapatite e o Quitosano (Refª à CERAMED/ALTAKITIN) Biomateriais (biocompatíveis…) “∞ ” (O desenvolvimento não para…) José Afonso . … – Titânio e ligas de Titânio.Educação Tecnológica T6 .Materiais ∎ Novos materiais Para a conversão de energia térmica em elétrica (aproveitamento de calor…) – semicondutor de Bismuto . – Aço inox.

Materiais Exemplo de um quadro de análise de materiais para execução de um ecoponto José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Materiais Normalização e armazenamento – tipos de papel José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Educação Tecnológica T6 .Materiais Normalização e armazenamento – medidas do papel José Afonso .

Materiais Normalização e armazenamento – medidas do papel José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Materiais Normalização e armazenamento – formas comerciais da madeira José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Materiais Normalização e armazenamento – empilhamento da madeira José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Materiais Normalização e armazenamento – formas e perfis dos metais José Afonso .Educação Tecnológica T6 .

Educação Tecnológica T6 .Materiais Normalização e armazenamento – outros materiais José Afonso .

desflorestação. … José Afonso .Educação Tecnológica T6 .Materiais Impacto ambiental da extração das matérias primas – minas a céu aberto.

Materiais Podemos diminuir o impacto? Sim… : Reduzir. ainda assim.Educação Tecnológica T6 . não achas? José Afonso . reutilizar e reciclar materiais… Como podes observar. muito melhor que colocar no lixo…. reciclar é a pior das 3 medidas mas.

T6. T6. exercícios: T6.8 José Afonso .4. T6. páginas 24 à 28.3.Educação Tecnológica T6 .1.2. T6.Materiais Exercícios: Caderno do aluno.7 e T6.