DISCENTE: CÉLIA, FRANCISCA NOGUEIRA e FABIOLA ARAÚJO

DOCENTE: RENATO



DISCIPLINA: RELAÇÃO INTERPESSOAL


PORTO VELHO 2014

INTRODUÇÃO
 Neste trabalho buscamos abordar de maneira objetiva a
importância da liderança nas organizações como meio de
produção e de valorização do capital humano, bem como o
importante papel do líder nas organizações como uma das
ferramentas utilizada para minimizar problemas ligados ao
grupo de trabalho.





CONTEXTO HISTÓRICO ADMINISTRATIVO


Nos primórdios da humanidade o homem já se organizava em
grupo conseguir, por meio do esforço conjunto, atingir
determinados objetivos;

Desse esforço conjunto surgiram as empresas rudimentares, que
remontam à época dos assírios, babilônios, fenícios e outros;

 A história da administração é recente, surgiu com o aparecimento
da grande empresa trazidas pelo fenômeno Revolução Industrial.
Iniciou no séc.XVIII até o linear de Século XX, na Inglaterra. Foi
divida em duas fases 1ª e 2ª (EL, Westinghouse, a Siemens...)

(CHIAVENATO,2006).

A Revolução Industrial: trouxe rápidas e profundas mudanças:
Econômicas, Sociais e políticas no processo de produção
provocando um surto de industrialização, se estendo rapidamente
a toda Europa e estados Unidos.

A moderna administração: surgiu em resposta a duas
consequências provocadas pela Revolução Industrial:

a) O crescimento acelerado e desorganizado das empresas que
passaram a exigir uma administração científica capaz de
substituir o empirismo e a improvisação;
b) Necessidade de maior eficiência e produtividade das empresas
para fazer face à intensa concorrência e competição no mercado.



CONCEITO DE LIDERANÇA
Liderança constitui-se na ação do líder. de origem inglesa
"leader", que significa chefe ou condutor de um grupo nesse
sentido, forma-se o verbo liderar na mesma acepção de dirigir,
conduzir e chefiar. (CHIAVENATO, 2006)
A comunicação humana determina o papel de liderança
nosentido de persuadir o indivíduo e provocar a motivação
necessária para colocar em prática o propósito determinado
pela estratégia e estruturado nas funções executivas.
(George Terry 1962)
ADMINISTRAÇÃO PARTICIPATIVA E O LÍDER

Vantagens: Maior diálogo,estimulo, aceleração da produtividade,
e mudanças positivas;

Há uma integração dos colaboradore, empresa e a liderança,
fazendo com que ela cresça juntamente com o conhecimento de
todos;

Interagem com facilidade, atende os clientes com mais
conhecimento e prazer.







O líder e o Administrador

Papel do lider: Visa o colaborador, estimular em cada funcionário
a vontade de trabalhar, cumprir metas e outras atividades que
beneficia a sua empresa, porém beneficia também o trabalhador.

Administrador: coloca os objetivos da empresa, e mostra para as
pessoas que isso é bom para empresa e, consequentemente, para
elas;

Líder: coloca os objetivos da empresa, e mostra para as pessoas
que isso é bom para elas e, consequentemente, para a empresa,
um líder assume responsabilidade, um gestor quer autoridade.

(CHIAVENATO, 2006).







Tipos de Líderes:

Indeciso- Não assume responsabilidade, não toma direção
efetiva das coisas, deixa como esta para ver como fica.

Consequência: desorganização, insegurança (barco sem leme),

Liberal: Participa o mínimo possível do processo administrativo
Conseqüência: O grupo, ficar perdido, sem coesão;

Situacional: Assume seu estilo de liderança dependendo mais da
situação do que da personalidade.

Conseqüência: Segurança e motivação para o grupo.





 Emergente : àquele que surge e assume o comando por reunir mais
qualidades e habilidades para conduzir o grupo aos objetivos diretamente
relacionados a uma situação especifica.;

 Conseqüência: O grupo reage bem, participa, colabora, sabendo que se
houver emergência o lider saberá o que fazer;

 Democrático: líder do povo, pelo povo, e para com o povo, preocupa-se
com participação do grupo, estimula e orienta, acata e ouve as opiniões do
grupo, pondera antes de agir;

 Conseqüência: A reação do grupo é de interação, participação, colaboração
e entusiasmo;

Autoritário: aquele que determina as idéias e o que será executado pelo
grupo, e isso implica na obediência por parte dos damais.


Liderança Autocrática:

O líder é focado apenas nas tarefas;
O líder toma decisões individuais, desconsiderando a opinião dos
liderados.
Só ele é quem ordena, impõe sua vontade, centraliza todas as
decisões;
Julga-se indispensável, mostra que só a sua maneira de fazer as
coisas é a correta;
feliz por notar que os outros dependem dele. Divide pouquíssimo
serviço, preferindo fazê-lo.
O líder autocrático nem sempre visa ao bem estar social,
psicológico e emocional dos seus liderados, seu foco esta
voltado para a mão de obra e seu objetivo principal é
alcançar a meta e o lucro planejado pela empresa.

Vantagem: Em situações críticas, o estilo coercitivo
tende a funcionar bem em situações de emergência,
onde mandar fazer é mais fácil que discutir soluções
com toda a base de colaboradores. (CHIAVENATO, 2008)
O líder não visa ao bem estar social, psicológico e
emocional dos seus liderados, seu foco esta para a mão de
obra e seu objetivo principal é alcançar a meta e o lucro
planejado pela empresa.

Vantagem: Em situações críticas, o estilo coercitivo tende
a funcionar bem em situações de emergência, onde
mandar fazer é mais fácil que discutir soluções com toda a
base de colaboradores. (CHIAVENATO, 2008)
 Desvantagem: Com esse estilo de liderança as pessoas não se
sentem livres para agir, pensar, criar e desenvolver senso crítico
e acabam „desistindo‟ de tentar colaborar com opiniões, muitos
acabam desistindo da empresa.
LIDERANÇA DEMOCRÁTICA

 O líder orienta o grupo a executar suas atividades,
fazendo-o participar da tomada de decisão;

 A responsabilidade do líder, é dirigir estas opiniões
para que, na prática, atinjam os objetivos esperadodos.

 O líder, com sua experiência, deve alertar sobre
pontos difíceis e ideias que já foram tentadas no
passado, mas sem sucesso.

 Vantagem: Por ter um interesse genuíno nas pessoas, ele cria
harmonia e proximidade na equipe, o trabalho flui de maneira
eficiente, maior tranquilidade.


 Desvantagem: A linha entre o chefe afetivo e o “paizão” é
tênue, por isso a importância de manter cada coisa em seu
lugar, mantendo o mesmo padrão de exigência sem proteger
ninguém.
Os reflexos de uma má liderança

 Falta de credibilidade por parte dos colaboradores diante do líder;

 Falta de condução da equipe que não consegue atingir o resultado esperado
pela empresa;

 Falta de identificação dele com os colaboradores. Devido a todos esses
conflitos, os funcionários não saberão definir o seu real papel dentro da
organização, o que pode causar desmotivação em massa;

 Um líder deve ser humildade e não arrogante;

 Deve admitir seus erros, deve manter uma postura firme, a fim de saber
como melhor utilizar o seu poder de decisão e ter consciência de que as
pessoas esperam essa postura dele
 CONCLUSÃO:
 Como podemos verificar, todos os estilos possuem
vantagens e desvantagens. Na liderança autocrática o líder
centraliza totalmente a autoridade e as decisões. Os
subordinados não têm nenhuma liberdade de escolha. O líder
autocrático é dominador, emite ordens e espera obediência cega
dos subordinados.
 ficou claro que o líder é extremamente comunicativo,
encoraja a participação das pessoas e se preocupa
igualmente com o trabalho e com o grupo.