Higienização

Processos pelo qual se reduz a contaminação
dos materiais e equipamentos:
Limpeza

Desinfecção

Esterilização

Classificação dos Artigos
Segundo o risco e potencial de contaminação
Artigos Críticos
Artigos Semi
Críticos
Artigos Não
Críticos
Artigos destinados aos procedimentos
invasivos em pele e mucosas adjacentes,
nos tecidos subepiteliais e no sistema
vascular. Ex: instrumental

Artigos que entram em contato com a pele
não íntegra, porém, restrito às camadas da
pele ou com mucosas íntegras. Ex:
inaladores

Artigos destinados ao contato com a pele
íntegra e também os que não entram em
contato direto com o paciente.
Ex: comadre

Esterilização
Limpeza
Desinfecção
Esterilização
O que é ???

– São meios utilizados por processo químico ou
físico, para destruição de todas as formas de vida
microbiana.

– Processo de remoção de todas as formas de vida
de um objeto ou material, através de transferência
de calor, aplicação de pressão ou por radiação UV.



Esterilização X Desinfecção
Processo destruição ou eliminação
• Esterilização – completa de todas as
formas de vida.

• Desinfecção – a maioria ou todos os
microorganismos patogênicos, exceto
esporos bacterianos.
Esterilização
Métodos de
esterilização
Alternativas
Métodos
físicos
Vapor saturado / Autoclaves
Calor seco
Raios Gama / Cobalto
Métodos
químicos
Glutaraldeído
Formaldeído
Ácido Peracético
Métodos
físico
químicos
Esterilizadoras a óxido de etileno (ETO)
Plasma de peróxido de hidrogênio
Plasma de gases (vapor de ácido peracético e peróxido de
hidrogênio; oxigênio, hidrogênio e gás argônio)
Vapor de Formaldeído
Completa eliminação ou
destruição de todas as formas
de microorganismos presentes.
VAPOR SATURADO SOB PRESSÃO
Esterilização por vapor

• 0 vapor sob pressão é o método mais usado
para esterilização de materiais médico-
hospitalares do tipo crítico.
• É não tóxico, de baixo custo e esporicida.
• 0 calor destrói por coagulação e desnaturação
de suas enzimas e proteínas.
• Este tipo de processo é realizado em
autoclaves.
Autoclave
É um aparelho utilizado para esterilizar artigos através do calor úmido sob pressão,
inventado pelo auxiliar de Louis Pasteur e inventor Charles Chamberland.
TIPOS DE AUTOCLAVES:

• Autoclave gravitacional: o ar é removido por
gravidade quando o vapor é admitido na câmara, o
ar no interior desta, que é mais frio (mais denso),
sai por uma válvula na superfície inferior da
câmara. Pode ocorrer a permanência de ar residual
neste processo.
• Autoclave pré-vácuo: o ar é removido pela
formação de vácuo, antes da entrada do vapor,
assim quando este é admitido, penetra
instantaneamente nos pacotes.

PARÂMETROS DO PROCESSO
• VAPOR: p/ destruir os esporos precisa : calor + umidade +
tempo.

• TEMPERATURA: 121 A 132°

• PRESSÃO: 1 A 1,80 atm

• TEMPO: 3 A 30 min. + secagem (DEPENDE DO TIPO DE ARTIGO)

• UMIDADE: 10%
Processo de Esterilização
pelo vapor

Compreende 5 etapas:
• Remoção do ar da câmara;
• Entrada do vapor;
• Exposição dos produtos ao vapor;
• Exaustão do vapor;
• Secagem da carga

Autoclave hospitalar
Autoclave de laboratório
Autoclave de salão de beleza
Autoclave industrial
Preparo dos pacotes
• Inspecionar as etapas de limpeza e secagem.
• Alguns instrumentos abertos e desconectados.
• Não pode ultrapassar tamanho e peso
(fabricante).
• Invólucro ser resistente ao calor.
• Montagem da carga de forma espaçosa.

Monitorizarão do ciclo

• Mecânicos – registros tempo, T°C e pressão.

• Químicos – fita teste, integrador e Teste
Bowie-Dick.

• Biológicos – Ampolas contendo esporos de
Bacilos Stearothermophilus

Cuidados durante o processo:
• colocar fita indicadora;
• verificar os indicadores de
temperatura e pressão durante a
esterilização;
• após a esterilização:
-> abrir a porta do aparelho lentamente
e deixá-la entreaberta de 5 a 10’;
-> não colocar os artigos em superfícies
metálicas.
Cuidados durante o processo:
• limpeza dos artigos;
• utilizar embalagens
adequadas;
• não encostar os artigos nas
paredes da câmara, deixar
espaço entre eles (facilitar a
drenagem do ar e penetração do
vapor);
Evitar falhas como:
• inadequada limpeza e embalagens;
• disposição inadequada dos materiais na câmara;
• abertura rápida da porta ao final do processo;
• tempo de esterilização insuficiente;
• utilização dos artigos que saíram úmidos da
autoclave;
• mistura de materiais esterilizados com os não;
• não identificação da data de esterilização;
• queimaduras: usar luvas de amianto para retirar
materiais;
• falta de manutenção preventiva.
Obrigado.