You are on page 1of 19

EPÍSTOLA DE

PAULO AOS
TESSALONICENSES
Por: Bruno Santos
PROPÓSITO DA CARTA
 Fortalecer a fé dos cristãos tessalonicenses e
transmitir-lhes a certeza da volta de Cristo.
AUTOR DA CARTA
 Autor: Paulo

“Paulo, e Silvano, e Timóteo, à igreja dos tessalonicenses
em Deus, o Pai, e no Senhor Jesus Cristo: Graça e paz
tenhais de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo.”
(I Ts. 1:1)

DESTINATÁRIOS
 A Igreja de Tessalônica e os cristãos de todo o mundo.
DATA E LUGAR
 Dos cálculos baseados na inscrição de Gálio — uma
cópia pública de uma carta do imperador romano ao
procônsul de Acaia— Pode-se afirma que foi escrita
entre 50 a 54 d.C. em Corinto.



TEMA DA CARTA


“A Segunda Vinda de
Cristo”
TEXTOS CHAVES:
I Tessalonicenses
“E o Senhor vos aumente, e faça crescer em amor uns para com
os outros, e para com todos, como também o fazemos para
convosco;Para confirmar os vossos corações, para que sejais
irrepreensíveis em santidade diante de nosso Deus e Pai, na
vinda de nosso Senhor Jesus Cristo com todos os seus
santos.”
(I Ts. 3:12-13)


“Regozijai-vos sempre. Orai sem cessar. Em tudo dai graças,
porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para
convosco. Não extingais o Espírito. Não desprezeis as
profecias. Examinai tudo. Retende o bem. Abstende-vos de
toda a aparência do mal.”
(I Ts. 5:16-22)

CLASSIFICAÇÃO DA
CARTA


Escatologia (doutrina das últimas
coisas)

TESSALÔNICA
 A cidade atual é Saloniki, no norte da Grécia, situada na
extremidade norte do Golfo de Salônica.
 Nos dias de Paulo, era a maior cidade e o principal porto
da Macedônia com uma população de aproximadamente
200 mil habitantes.
 A cidade atraia comerciantes judeus em número
suficiente para justificar a presença de uma sinagoga
bem estabelecida.
 Paulo visitou Tessalônica depois de Filipos, e parece ter
trabalhado entre um grupo misto que incluía os judeus
da sinagoga e os prosélitos gregos.
A IGREJA DA TESSALÔNICA
 Paulo fundou a igreja de Tessalônica na segunda viagem
missionária (At. 17:1-9), parece que ele passou ali pouco
tempo.
 Existe a possibilidade de Paulo ter pregado três sábados
consecutivos, e depois disso, em algum outro local. Seja
como for, ele não ficou tempo suficiente para instruir a
igreja de modo satisfatório.
 É provável que existisse na igreja alguns judeus, visto
que foi na sinagoga que Paulo começou o seu ministério.
Entretanto, alguns membros da igreja eram gentios.
PANORAMA DA CARTA
 A igreja de Tessalônica era muito jovem, tendo sido
estabelecida apenas dois ou três anos antes de esta
carta ser escrita, e os cristãos tessalonicenses
precisavam amadurecer em sua fé.
 Também havia um mal-entendido com relação à
segunda vinda de Cristo, pois alguns pensavam que Ele
retornaria imediatamente, e deste modo ficaram
confusos quando seus entes queridos morreram.
 Os cristão desta igreja esperavam que Cristo retornasse
antes de eles morrerem, além dessa confusão toda, eles
também estavam sendo perseguidos.
CARACTERÍSTICAS
PARTICULARES
 Paulo recebeu de Timóteo um relatório favorável sobre
os tessalonicenses, porém, escreveu para corrigir as
concepções erradas dessa igreja sobre a ressurreição e a
segunda vinda de Cristo.
CARACTERÍSTICAS E
CONTEÚDO
 Escrita primeiro em um tom de alívio e gratidão, o livro é
marcado pelo agradecimento em relação ao crescimento da
igreja na ausência forçada de Paulo.
 A carta não contém um teologia elaborada como Romanos,
nenhuma repreensão ou heresia ameaçadora como Gálatas, nem
conselhos pastorais extensivos como em 1 Coríntios.
 Os caps. 1-3 ensaiam as lembranças de Paulo sobre seu
ministério entre eles, sua preocupação com o estado da fé que
eles tinham, a comissão de Timóteo para voltar a igreja, seu
deleite notável em saber da fé inabalável deles.
 Os caps. 4-5 contêm as exortações características sobre
assuntos como pureza sexual (4.1-8; 5.23), caridade responsável
( 4.9-12), estima e apoio aos líderes (5.12-13), paciência e
prestabilidade em relação à várias necessidades humanas (5.14-
15).
CARACTERÍSTICAS E
CONTEÚDO
 A resposta de Paulo encheu de esperança e, portanto, de
consolo, aqueles que choravam pela perda de pessoas
queridas. Os mortos em Cristo, na verdade, seriam os
primeiros a serem ressuscitados.
 Os cristãos vivos se uniriam a eles e seriam arrebatados para
encontrar o Senhor no ar este estar para sempre com ele, Um
grande Consolo!.
 Havia alegria e admiração com a chegada esplendorosa do
rei. Assim há de ser quando os vivos e os mortos forem para
cima, para encontrar o rei que vem do céu.
 O tema da volta de Cristo, embora concentrado em 4.13-18,
também é abordado em 5.1-11. Na verdade, a vinda de Cristo
acontece de um final de carta (1.10) ao outro (5.23).
Atos 17:1-9
- Paulo e Silas Pregam em Tessalônica (17:1-9)
 Paulo e seus companheiros passaram por Anfípolis e Apolônia
antes de chegarem em Tessalônica (17:1).
 Paulo começou a ensinar numa sinagoga sobre Jesus, sua
morte e ressurreição (17:1-3).
 Alguns judeus, muitos gregos e muitas mulheres foram
convencidos pela pregação de Paulo (17:4).
 Um grupo de judeus agitou o povo e tentou prender Paulo e
seus colegas (17:5).
 Quando não acharam estes homens, os judeus prenderam
Jasom e alguns outros irmãos, dizendo que eles:
Atos 17:1-9
 Tinham transtornado o mundo com sua doutrina (17:6).
 Violaram os decretos de César com as afirmações de que
Jesus era outro rei (17:7).
 Jasom e os outros foram soltos depois de pagar fiança, mas o
povo ficou agitado por causa das acusações feitas contra
estes discípulos (17:8-9).
 Esta reação do povo contra Paulo impediu a continuação de
seu trabalho em Tessalônica, e ele foi para outros lugares,
deixando que os recém-convertidos continuassem o trabalho
(1 Ts. 1:5-8)
DÚVIDAS???













FIM!