You are on page 1of 22

Universidade Federal Rural de Pernambuco

Programa de Pós-graduação em Agronomia –
Melhoramento Genético de Plantas
Disciplina: Métodos de Melhoramento
Profº.: Gerson Quirino Bastos
Alunos: Ana Luisa R. de Araujo
Horace José Gimenez




Recife – PE
Maio, 2012
Seleção entre e dentro de famílias
endogâmicas S
1
ou S
2



Alógamas, PPGMGP
Introdução
Seleção entre e dentro de famílias endogâmicas S
1










ᴥ Método consiste em autofecundar plantas da população alógama,
avaliar suas progênies S
1
em ensaios de campo e recombinar com as
progênies que se mostram mais satisfatórias.


FERREIRA (2006).





Alógamas, PPGMGP


Ciclo de seleção envolve três etapas distintas

 Obtenção das progênies S
1
 Avaliação das progênies S
1
em ensaio de produção
 Recombinação de progênies S
1
mais satisfatórias.









1ª etapa: Obtenção das progênies S
1



 Período de florescimento normalmente são autofecundadas as plantas mais
vigorosas, afim de se obterem em torno de 200 a 500 progênies S1.

 Na colheita, as plantas são individualmente selecionadas e colhidas as espigas
portadoras de características desejáveis (BUENO ,2001) .

 As sementes de cada espiga são identificadas e guardadas na câmara de sementes.






Alógamas, PPGMGP




 Avalia-se as progênies S
1
quanto à capacidade produtiva;

 Utiliza-se o mesmo delineamento e o mesmo número de repetições do
método de seleção entre e dentro progênies de meios-irmãos;

 Cada progênie S
1
, será representada por uma fileira de quatro a cinco
metros de comprimento em cada repetição;

 No plantio das sementes utiliza-se uma parte das sementes de cada uma que
foram obtidas na etapa anterior (remanescentes)

2ª etapa:

Avaliação das progênies S
1
em ensaio de produção

Alógamas, PPGMGP






 Permanece a densidade de plantio e os tratos culturais empregado na primeira
etapa;

 Na época da colheita, colhe-se cada fileira individualmente e avalia-se a
capacidade de produção;

 Seleção das progênies S
1
mais produtivas, aplicando-se uma intensidade de
seleção de 10% a 20%. Essa etapa corresponde a seleção entre progênies S
1.












2ª etapa:

Avaliação das progênies S
1
em ensaio de produção

Alógamas, PPGMGP




 No florescimento, essas famílias S
1
serão cruzadas em todas as combinações
possíveis ou coletam-se os grãos de pólen de todas as plantas das progênies S
1
;

 Misturando-os e polinizando manualmente todas as plantas dessas progênies
ou deixando ocorrer intercruzamento de forma natural;

 No momento da colheita, seleciona-se em torno de 200 a 500 plantas;











3ª etapa: Recombinação de progênies S
1
mais satisfatórias

Alógamas, PPGMGP





 No milho, a seleção é feita nas fileiras femininas, cujas sementes são
misturadas para formar uma nova população usada para dar início a um
novo ciclo;
 A recombinação pode ser repetida por mais uma geração, após a
qual se inicia o ciclo seguinte com a autofecundação das melhores
plantas da população gerada no ciclo anterior (BUENO, 2001);










3ª etapa: Recombinação de progênies S
1
mais satisfatórias

Alógamas, PPGMGP


Alógamas, PPGMGP



 Quando aplicado nas espécies alógamas no qual o produto comercial
ocorre após o florescimento, como é o caso do milho, todos os ciclos
vai depender da resposta da população à seleção;
 Produto comercial ocorre antes do florescimento, como é o caso da
cenoura e da cebola, o método é reduzido em um ano por ciclo de
seleção.










Ressalta-se que:
Ressalta-se que:


Alógamas, PPGMGP


 Seleção utilizando famílias endogâmicas (progênies S
1
) tem sido
recomendada para os caracteres de baixa herdabilidade;

 Endogamia aumenta a variância entre progênies possibilitando assim o
aumento do ganho genético com a seleção;











Recomendações do método

(BUENO 2001)


Alógamas, PPGMGP
Limitações



ᴥ Seu uso pode parecer atrativo uma vez que a quantidade de variância
genética aditiva explorada, nesse caso, é muito alta quando comparada
às progênies de meios-irmãos e de irmãos germanos;

ᴥ A realização de polinizações controladas e o pequeno tamanho
efetivo populacional, que é o menor de todos, constituem as limitações
do método.













(SOUZA JR 2001)


Alógamas, PPGMGP
Considerações finais


Na prática procura-se obter populações com proporção de alelos
favoráveis cada vez maiores, enquanto se sucedem os ciclos seletivos. É um
método em que as progênies endogâmicas são obtidas pela autofecundação de
plantas da população.
Recomenda-se o método para caracteres de baixa herdabilidade, onde a
endogamia proporciona a liberação da variabilidade genética entre as
progênies, possibilitando assim o aumento do ganho genético com a seleção.
















Alógamas, PPGMGP
 Predizer os ganhos com seleção direta, indireta e com a utilização de índices
de seleção

 Selecionar as melhores famílias S
1
e S
2
para melhoramento
intrapopulacional.

Objetivos


Alógamas, PPGMGP
Materiais e Métodos
 Progênies S
1
e S
2
da variedade de milho pipoca Beija-flor, originaria do
Banco de Germoplasma da Universidade Federal de Viçosa;
 Realização de dois ensaios de avaliação no campo experimental.
Delineamento adotado foi látice;
 Um látice simples 15 x 15 foi usado para a avaliação de 225 famílias S
2
. Um
látice simples 10 x 10 foi empregado para o teste de 100 progênies S
1
;






Alógamas, PPGMGP
Materiais e Métodos
 Semearam-se 50 sementes por fileira e após o desbaste, foram deixadas
25 plantas, totalizando uma densidade de 55.555 plantas/ha;
 Seguintes variáveis foram avaliadas: altura da planta; altura da espiga;
proporção de plantas acamadas; proporção de plantas quebradas; estande
final; peso de 100 grãos; produção;proporção de espigas mal empalhadas;
proporção de espigas atacadas por pragas; proporção de espigas atacadas
por doenças; e capacidade de expansão;







Alógamas, PPGMGP
Materiais e Métodos
 As análises de variância foram feitas segundo o delineamento em
blocos casualizados, uma vez que a estrutura do látice foi perdida;

 Todas as análises estatístico-genéticas foram feitas utilizando-se o
programa computacional GENES;

 No cálculo dos ganhos preditos foi utilizada a herdabilidade em
sentido amplo, em nível de média de família, e foi considerada a seleção
de trinta famílias em cada ensaio;









Alógamas, PPGMGP
Resultados e Discussão
Variância genotípica S
1


Alógamas, PPGMGP
Resultados e Discussão
Variância genotípica S
2
0


Alógamas, PPGMGP
Resultados e Discussão
 Nada de concreto pode ser dito a esse respeito, em virtude da ausência de
uma testemunha comum aos dois ensaios;
>
S
1
S
2


Alógamas, PPGMGP
Conclusão
 Para seleção de 30 progênies S
1
no melhoramento intrapopulacional,
recomenda-se o uso de seleção direta para capacidade de expansão;

 Para seleção de 30 famílias S
2
no melhoramento intrapopulacional,
recomenda-se o índice de MULAMBA e MOCK (1978) com pesos 1
para produção e 3 para capacidade de expansão.




OBRIGADO! !!
Alógamas, PPGMGP