You are on page 1of 17

MELHORAMENTO DA

MAMONA NO BRASIL
Desenvolvimento de
novas cultivares
Condições climáticas e de
produção distintas
Cultivares geneticamente
melhoradas
Mamona mais produtiva,
precoce, resistente à
doenças, resistente a
seca e com elevado teor
de óleo
MELHORAMENTO DA
MAMONA NO BRASIL
MAMONA - BRASIL
MAMONA IAC 226
Pindorama x cv Campinas
Produtividade e frutos
indescentes
Ciclo de 180 dias
Porte de 2 a 3 m
Frutos indescentes e com
espinhos
Produtividade: 1000 a 2600 kg/ha
Teor de óleo 46%
Colheita única, uniforme
MAMONA IAC 80
Seleçao massal e polinização
controlada
Porte alto
Ciclo de 240 dias
Porte de 2,5 a 3 m
Frutos deiscentes e com espinhos
Produtividade: 1000 a 4000 kg/ha
Teor de óleo 47% - 49%
Colheita manual e parcelada
MAMONA
IAC CAMPINAS
cv Campinas x cv Preta
Produtividade e adaptabilidade
Ciclo de 180 dias
Porte de 1,8 a 2 m
Frutos indescentes e com
espinhos
Produtividade: 1500 a 2800
kg/ha
Teor de óleo 47%
Colheita única, uniforme
MAMONA IAC 2028
L881 x H34
Adaptabilidade e estabilidade
Ciclo de 180 dias
Porte de 1,6 a 1,8 m
Frutos indescentes e com espinhos
Produtividade: 1500 a 2800 kg/ha
Teor de óleo 47%
Colheita única
MAMONA
EBDA MPA 34
Seleção massal – acesso BRA
006408
Adaptada a sistemas de
sequeiro
Ciclo de 162 dias
Porte alto
Frutos semidescentes
Produtividade: 1900 kg/ha
Teor de óleo 46%
Destinada à agricultura familiar
MAMONA
BRS 149
NORDESTINA

Desenvolvida pela
EMBRAPA/EBDA
Adaptada a sistemas de
sequeiro
Ciclo de 250 dias
Porte médio
Frutos semidescentes
Produtividade: 1500 kg/ha
Teor de óleo 49%
Plantio e colheita manual
MAMONA
BRS PARAGUAÇU

Desenvolvida pela
EMBRAPA/EBDA
Adaptada a sistemas de
sequeiro
Ciclo de 250 dias
Porte médio
Frutos semidescentes
Produtividade: 1500 kg/ha
Teor de óleo 48%
Plantio e colheita manual
MAMONA
BRS ENERGIA

Desenvolvida pela EMBRAPA/EBDA
Dirigida para sistemas mecanisados
Ciclo de 120 a 150 dias
Porte baixo
Frutos indescentes
Produtividade: 1500 kg/ha
Teor de óleo 48%
Colheita única
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA
MAMONA



Avaliações
regionais
Avaliações de
cultivares e
híbridos
Avaliações finais
Avanços de gerações com
seleção
Seleção de indíviduos para
compor progênies
Base genética ampla
Estudo Genético
Hibridação
Herdabilidade
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA
MAMONA
Porte baixo
Alta produtividade
Resistência às principais doenças
Frutos indescentes no campo
Altor teor de óleo
Maturação uniforme
Temanho médio de sementes uniforme
Resistência ao estresse hídrico
Características agronômicas desejáveis:
Seleção massal
 IAC-80 e IAC-38 (porte anão)
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA MAMONA
Seleção genealógica ou linhas puras
IAC-Guarani; IAC-226
A x B
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA MAMONA

Obteve-se sucesso com seleção
recorrente para redução da
altura de plantas de
mamona com a cv Guarani
(Oliveira e Zanotto, 2008).




MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA
MAMONA
OBTENÇÃO DE
PROGÊNIES
AVALIAÇÃO DE PROGÊNIES
RECOMBINAÇÕES
DE PROGÊNIES
• Seleção recorrente:
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA
MAMONA
• Seleção individual com teste de progênie:
Variedade
Baianita
L CNPA 90-
2010
BRS 149
Nordestina
MÉTODOS DE MELHORAMENDO DA
MAMONA

Produção de Híbridos
Características Esperadas
Porte baixo – precocida – 140 dias – frutos
indescentes, alto percentual de flores
femininas – produtividade elevada – 5000
kh/ha – colheita mecanizada
Genitor
Feminino
Genitor
Masculino
Produção de linhagens para
cruzamento