You are on page 1of 26

1

Classes de Produtos Químicos

 Commodities
prod. em larga escala;
baixo valor agregado;
comercialização: comp. quím., pureza, preço.
 Química Fina
prod. em pequena escala;
alto valor agregado;
comercialização: comp. quím., pureza, preço.
 Especialidades Químicas
prod. em pequena escala;
alto valor agregado;
comercialização: efeito ou função.
Processos Químicos II
2
Processo Químico

Aplicação dos princípios da química, da física e da físico-química para
a transformação da(s) matéria(s)-prima(s) em produtos.





 Operação


 Processo



Processos Químicos II
Processo
Matéria(s)-prima(s)
Produto(s)
funções a serem executadas
especificações
3

 Operações Unitárias







 Conversão Química ou Processo Unitário

Processos Químicos II
Bombeamento de
fluidos/transporte de sólidos
Redução de tamanho
Peneiração
Filtração
Mistura
Destilação
Troca térmica
Evaporação
Absorção de gás
Extração
Secagem
Processos de separação, etc...
Orgânicos:
Sulfonação
Alquilação
Esterificação
Polimerização,
etc...
Inorgânicos:
Tratamento de água
Petroquímica
Tintas
Detergentes e sabões
Corantes
Agroquímicos, etc...
4
Tipos de Processo – Modos de Operação

 Processo Contínuo
 Processo em Batelada
 Processo Semicontínuo
Processos Químicos II
Exemplo de um processo em batelada simplificado
fonte: Smith, R. (2005) Chemical Process Design
5
Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Conversão de mat. prima(s) em produto(s)
(nem sempre é realizada em uma única etapa)
etapas intermediárias:
reações, separações, mistura,
aquecimento/resfriamento,
alterações de pressão,
redução/aumento de tamanho de
partículas,
etc...
 Interconexão das etapas individuais
(representada esquematicamente por fluxogramas)
6
• Representação Gráfica de um Processo
Processos Químicos II
Diagrama de blocos do processo de produção de benzeno
 Diagrama de Blocos
fonte: Turton, R. et al. (2002) Analysis, Synthesis and Design of Chemical Processes
7
• Representação Gráfica de um Processo
Processos Químicos II
Fluxograma de processo para a produção de benzeno
 Fluxograma de Processo
fonte: Turton, R. et al. (2002) Analysis, Synthesis and Design of Chemical Processes
8
• Representação Gráfica de um Processo
Processos Químicos II
Fluxograma de Engenharia (P&I) de uma área do processo de produção do benzeno
 Fluxograma de Tubulação e Instrumentos (P&I) ou Fluxograma de Engenharia
fonte: Turton, R. et al. (2002) Analysis, Synthesis and Design of Chemical Processes
9
Hierarquia do Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Visão geral
• nem toda a mat. prima reage
• nem tudo o que reage se converta no prod. de interesse
fonte: Smith, R. (2005) Chemical Process Design
10
Hierarquia do Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Visão geral
• p/ um mesmo reator e sist. de separação há diversas alternativas p/ recuperação de calor
fonte: Smith, R. (2005) Chemical Process Design
11
Hierarquia do Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Visão geral
• alterações no reator geram impacto nas etapas subsequentes
fonte: Smith, R. (2005) Chemical Process Design
separação e reciclo
recuperação de calor
 Hierarquia do Desenvolvimento do Processo – Diagrama Cebola
12
Hierarquia do Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Planejamento básico para o projeto de um processo químico
• construção de uma estrutura irredutível
Abordagens:
Desvantagens
cada estágio pode gerar decisões diferentes
avaliar muitas opções não garante o melhor
projeto
Vantagens
controle das decisões
 Segue a lógica do diag. Cebola p/ a tomada de decisões
 Previsão das etapas posteriores não é contemplada
inclusão de estrut. indispensáveis
 Equipamentos (ou estruturas) redundantes não são considerados
13
Hierarquia do Desenvolvimento de um Processo Químico
Processos Químicos II
 Planejamento básico para o projeto de um processo químico
• criação e otimização de uma superestrutura
Desvantagens
falha p/ encontrar a estrut. ótima
geração de uma função objetiva muito irregular
Vantagens
exclusão de equipamentos (ou estrut.)
indispensáveis
 É criada uma estrutura inicial c/ todas as opções e interconexões p/
construção de um projeto “ótimo”
 É criado um modelo matemático que representa o problema
implementação de um algoritmo de otimização
(maximização ou minimização de uma função objetiva)
consideração de várias opções
administração de situações conflitantes
produção mais rápida e eficiente
14
Processos Químicos II
Superestrutura para a produção de benzeno a partir de tolueno e hidrogênio (Smith, R. 2005)
• criação e otimização de uma superestrutura
15
Processos Químicos II
Estrutura otimizada para a produção de benzeno a partir de tolueno e hidrogênio (Smith, R. 2005)
• criação e otimização de uma superestrutura
16
Escolha do Reator – Características de Desempenho
Processos Químicos II
 Rota Sintética
 alternativas de rota
• fatores para a escolha da rota:
mat.primas baratas e geração de
menos subprod.
geração de menor qdade de
subprod.
 comerciais
 técnicos
 uso de catalisadores
17
Processos Químicos II
É impossível prever todas as consequências da escolha da rota nos
estágios preliminares do desenvolvimento
Exemplo de critério: potencial econômico
Estudo de Caso – Produção de Cloreto de Vinila
Rotas:
Escolha do Reator – Características de Desempenho
1)
2)
3)
potencial econômico
(PE) = valor prod(s) – custo mat. prima(s)
1) PE = (62x0,46) – [(26x1)+(36x0,39)] = -11.52 $/kmol
2) PE = [(62x0,46) )+(36x0,39)] – [(28x0.58)+(71x0,23)]
= 9.99 $/kmol
PE = (62x0,46) – [(28x0.58)+(71x0,23)] = -4.05 $/kmol
3) PE = (62x0,46) – [(28x0.58)+(36x0,39)] = -1.76$/kmol
18
Processos Químicos II
Exemplo de critério: potencial econômico
Estudo de Caso – Produção de Cloreto de Vinila
(cont.)
A união das rotas 2 e 3 cria uma quarta
rota:
Escolha do Reator – Características de Desempenho
4)
potencial econômico
(PE) = valor prod(s) – custo mat. prima(s)
4) PE = (62x0,46) – [(28x0.58)+(1/2x71x0,23)]
= 4.12 $/kmol
ou
19
Processos Químicos II
 Classificação de Reações Químicas quanto à fase
 Reações Homogêneas (Fluido-Fluido miscíveis)
 Reações Heterogêneas
Escolha do Reator – Características de Desempenho
1) Liquido-Gás
Ex: absorção de CO
2
em meio alcalino
3) Gás-sólido
Ex: Combustão de carvão
4) Gás-Líquido-Sólido
Ex: liquefação do carvão
1) Fase gasosa
Exemplo: combustão de combustíveis gasosos
2) Fase líquida
Ex: reações de neutralização ácido-base
2) Liquido-Sólido
Ex: abrandamento de águas duras
20
Processos Químicos II
 Tipos de Sistema Reacional
Reações Simples
Exemplos:
Produção do álcool alílico a partir do óxido de propileno (Isomerização)





Síntese de acetona a partir de álcool isopropílico
CH
3
HC CH
2

O
CH
2
CHCH
2
OH
(CH
3
)
2
CHOH CH
3
COCH
3
+ H
2
Carga Produto
Carga Produto + Subproduto
ou
Escolha do Reator – Características de Desempenho
21
Processos Químicos II
 Tipos de Sistema Reacional
Múltiplas Reações em Paralelo
Carga Subproduto
Carga Produto
Exemplos:
Desidratação / desidrogenação do etanol
C
2
H
5
OH C
2
H
4
+ H
2
O
C
2
H
5
OH C
2
H
4
O + H
2


Nitração do nitrobenzeno
o- C
6
H
5
(NO
2
)
2
+ H
2
O

C
6
H
5
NO
2
+ HNO
3
m- C
6
H
5
(NO
2
)
2
+ H
2
O

p- C
6
H
5
(NO
2
)
2
+ H
2
O
k
1

k
2

Escolha do Reator – Características de Desempenho
22
Processos Químicos II
 Tipos de Sistema Reacional
Múltiplas Reações em Série
Produto Subproduto
Carga Produto
k
1

k
2

Escolha do Reator – Características de Desempenho
Exemplo:
Produção de formaldeído a partir de metanol
CH
3
OH + 1/2O
2
HCHO + H
2
O

HCHO CO
2
+ H
2



23
Processos Químicos II
 Tipos de Sistema Reacional
Reações Mistas ou Complexas (reações em série e em paralelo)
Carga Subproduto
Carga Produto
Produto Subproduto
Escolha do Reator – Características de Desempenho
Exemplo:
Reação do óxido de etileno c/ amônia (gerando mono, di e trietanolamina)


CH
2
CH
2

O
+ NH
3
HOCH
2
CH
2
NH
2
(HOCH
2
CH
2
)
2
NH
CH
2
CH
2

O
HOCH
2
CH
2
NH
2
(HOCH
2
CH
2
)
2
N
(HOCH
2
CH
2
)
2
NH
CH
2
CH
2

O
+
+
24
Processos Químicos II
 Tipos de Sistema Reacional
Reações de Polimerização
Escolha do Reator – Características de Desempenho
Reações Bioquímicas (Reações de Fermentação)
Exemplos:
Produção de ácido cítrico a partir de glicose
C
6
H
12
O
6
+ O
2
HOOCCH
2
COH(COOH)CH
2
COOH + 2H
2
O

Produção de frutose a partir de glicose
CH
2
OH(CHOH)
4
CHO CH
2
OHCO(CHOH)
3
CH
2
OH
Exemplo: Produção de PVC a partir do cloreto de vinila

enzima
n
25
Processos Químicos II
reagente consumido no reator
reagente alimentado no reator
Conversão =
produto desejado
reagente consumido no reator
Seletividade =
produto desejado
reagente alimentado no reator
Rendimento do Reator =
x fator estequiométrico
x fator estequiométrico
Escolha do Reator – Características de Desempenho
 Parâmetros importantes
(fator estequiométrico => mols de reag. requerido / mol de prod.)
26
Processos Químicos II
C
6
H
5
CH
3
+ H
2
C
6
H
6
+ CH
4

Escolha do Reator – Características de Desempenho
Exemplo: prod. de benzeno a partir de tolueno
2C
6
H
6
C
12
H
10
+ H
2

Em relação ao tolueno: Em relação ao hidrogênio:
tol. cons. 372 - 93
tol. alim. 372
Conv. = = =
0,75
benz. prod. 282 - 13
tol. cons. 372 - 93
Selet. = =
x 1 = 0,93 x fator
benz. prod. 282 - 13
tol. alim. 372
Rend. = =
x 1 = 0,72 x fator
H
2
. cons. 1852 - 583
H
2
. alim. 583
Conv. = = =
0,15
benz. prod. 282 - 13
H
2
. cons. 1858 - 583
Selet. = =
x 1 = 0,98 x fator
benz. prod. 282 - 13
H
2
. alim. 1858
Rend. = =
x 1 = 0,14 x fator