You are on page 1of 22

Movimento

Uniformemente
Variado
i sa
a Lu
n
f . An
Pr o
Movimento retilíneo uniformemente
variado

 a velocidade escalar sofre variações


iguais em intervalos de tempo iguais.
Aceleração
 Unidade: m/s2
 2 m/s2
 10m/s2
Definição: É aquele onde a velocidade varia
uniformemente com o tempo e a aceleração é constante
e diferente de zero.

Resumo:

a → constante e diferente de
zero
v→ varia uniformemente com o
tempo
Classificação do movimento

 Quanto ao sentido da velocidade:

Progressivo Sentido positivo V>0

Sentido negativo V<0 Retrógrado


Classificação do movimento

 Quanto à variação da velocidade:

Acelerado Velocidade aumenta em módulo


Velocidade e aceleração sinais =

Retardado Velocidade diminui em módulo.


Velocidade e aceleração sinais ≠
1 – Funções Horárias:

a) da Posição S ( t ):

a 2
S = S0 + v 0 ⋅ t + ⋅ t
2
Atenção: como podemos
observar, essa é uma função
polinomial do segundo grau.
b) da Velocidade v ( t ):

v = v0 + a ⋅ t
Atenção: como podemos
observar, essa é uma função
polinomial do primeiro grau.
2 – Equação de Torricelli:

Essa equação não necessita


do tempo para relacionar as
grandezas do MUV.

v = v + 2 ⋅ a ⋅ ∆S
2 2
0
Atenção: a equação de
Torricelli não constitui uma
função horária.
3 – Gráficos:

a
S =S 0 +v 0 ⋅t + ⋅t 2
a) 2

a →+ a →–
S S
S0
acelerado v=0
retardado
tg tg
v →– v →+
v →+ v →–
tg tg
retardad acelerad
v=0 S
0 o o
t t
v = v0 + a ⋅t

b)
a →+ a →–
v v
v0
v=0 v=0

t t

v0
4 – Propriedades:
a) No gráfico v x
t:
∆v
v tgα ≅ = a ⇒ a ≅ tgα
∆t
v1

∆ A área é numericamente
v igual ao Deslocamento.
α∆
v0
S
∆ t
t
Representação gráfica da velocidade
em função do tempo
b) No gráfico a x
t:
a
A área é numericamente
a igual à variação da
velocidade.

v
t1 t2 t
Importante: O MUV é uma P.A

vm = ∆S
∆t
v
v

v v + v0
m vm =
v0 2
t
Propriedade do gráfico da aceleração
escalar em função do tempo

∆v
a= ⇒ ∆v = a ⋅ ∆t
∆t
" Área" = ∆v
Questão 1

Um carro trafegando a 56 Km/h está a


24 m de uma barreira quando o
motorista pisa com força nos freios. O
carro bate na barreira 2 s depois. (a)
Qual é a desaceleração constante do
carro antes do impacto? (b) Com que
velocidade o carro está se deslocando
quando sofre o impacto?
1º passo

Um carro trafegando a 56 Km/h está a 24 m de


uma barreira quando o motorista pisa com força
nos freios. O carro bate na barreira 2 s depois. (a)
Qual é a desaceleração constante do carro antes
do impacto? (b) Com que velocidade o carro está
se deslocando quando sofre o impacto?
Então temos:

56km/h = 56000m/ 3600s

56/3,6 = 15,5m/s
2º Passo
Outra maneira:

 V= v0 + at
 V = 15,5 -3,56*2
 V = 15,5 – 7,12
 V= 8,4m/s