TRABALHO DE CONCLUSÃO DE CURSO

TEMA: FUNDAÇÕES EM SOLOS MOLES
ALUNO: RAFAEL COSTA NASCIMENTO
PROF. ORIENTADOR: MAURO CARREON
PACHAS
OBJETIVO GERAL
Geralmente encontrado em regiões costeiras ou litorâneas, o solo
mole que, em geral, é composto de material, geralmente saturado,
compressível, como argila mole ou areias argilosas fofas, apresenta
pouca resistência ao cisalhamento, com Nspt que varia de 0 a 4 golpes,
e baixa capacidade de carga. Além disso, o trabalho em terrenos com
solos moles encontram diversas dificuldades como por exemplo o
transporte de máquinas.
No passado, a presença desses materiais em uma área a tornava
imprópria para receber construções. Contudo, devido ao
desenvolvimento tecnológico da construção civil e da geotecnia, essa
história ficou para trás. Um dos métodos que tornam esses locais viáveis
para a construção é o estudo deste solo para uma certa escolha e
cálculo de uma fundação que seja eficaz para suportar a carga aplicada,
estabilizando a estrutura.
Este trabalho procurará identificar quais tipos de fundações mais
viáveis para este tipo de solo, lembrando que para cada caso
encontrado, terá uma pesquisa diferente e, sendo assim, resultados
específicos.

OBJETIVO PARTICULAR
Um engenheiro tem que se preparar para todo
o tipo de situação. Aprendemos na graduação de
engenharia civil os tipos de fundações e o cálculo
para dimensionamento das mesmas. Porém, como
em solos moles, tratar deste assunto se torna um
tema mais abrangente, que exige métodos de
pesquisa diferentes das ensinadas, com soluções
que dependem de cada tipo de situação e que no
mercado de trabalho não é difícil nos depararmos
com casos como este, escolhi este tema.
METODOLOGIA
Para a realização deste trabalho, serão feitas
análises de obras em solos moles já concluídas,
explicando como foram desenvolvidos os diferentes
métodos para estabilização do edifício, além de
vivência em uma obra com essa característica,
mostrando a dificuldade que apresenta o trabalho
de edificar nesta situação.
Para a viabilização da edificação, será
utilizado livros técnicos que contém informações
tanto do comportamento dos solos moles, quanto
dos métodos executivos de fundações.

CRONOGRAMA
SETEMBRO OUTUBRO NOVEMBRO DEZEMBRO JANEIRO FEVEREIRO MARÇO ABRIL MAIO JUNHO
Leitura sobre o Tema
Pesquisa sobre obras
já executadas

Obra - Sondagem e
obtenção de amostras

Obra - Investigação
geotécnica

Obra - Análise de
projeto

Obra - Concepção da
fundação

Obra - Execução da
fundação

BIBLIOGRAFIA
 Associação Brasileira de Normas Técnicas. NBR 6122:
projeto e execução de fundações: procedimento. Rio de
Janeiro, 1996;
 HACHICH, Waldemar et al. Fundações: teoria e prática.
2ª ed. Sao Paulo: PINI, 2012;
 RODRIGUEZ ALONSO, Urbano. Dimensionamento de
fundações profundas. São Paulo: Blucher, 2012;
 CAPUTO, Homero Pinto. Mecânica dos solos e suas
aplicações. 6ª edição. Rio de Janeiro: LTC, 2013;
 RODRIGUEZ ALONSO, Urbano. Previsão e controle
das fundações: uma introdução ao controle da
qualidade em fundações. São Paulo: Blucher, 2009;