REPARTIÇÃO CONSTITUCIONAL DE

COMPETÊNCIAS AMBIENTAIS
PROF. PAULO RÉGIS ROSA DA SILVA

Competência Privativa
Constituição Federal
Art. 22. Compete privativamente à União
legislar sobre:
I - direito civil, comercial, penal, processual,
eleitoral, agrário, marítimo, aeronáutico,
espacial e do trabalho;
IV - águas, energia, informática,
telecomunicações e radiodifusão;
Competência Concorrente
Constituição Federal
Art. 24. Compete à União, aos Estados e ao Distrito
Federal legislar concorrentemente sobre :
VI - florestas, caça, pesca, fauna, conservação da natureza,
defesa do solo e dos recursos naturais, proteção do meio
ambiente e controle da poluição;
VII - proteção do patrimônio histórico, cultural, artístico,
turístico e paisagístico;
VIII - responsabilidade por dano ao meio ambiente, e ao
consumidor, a bens e direitos de valor artístico, estético,
histórico, turístico e paisagístico;
Competência Concorrente
Constituição Federal
Art. 24 ( ...)
§ 1º No âmbito da legislação concorrente, a competência da
União, limitar-se-á a estabelecer normas gerais.
§ 2º A competência da União para legislar sobre normas
gerais não exclui a competência suplementar dos Estados.
§ 3º Inexistindo lei federal sobre normas gerais, os Estados
exercerão a competência legislativa plena, para atender a
suas peculiaridades.
§ 4º A superveniência de lei federal sobre normas gerais
suspende a eficácia da lei estadual, no que lhe for
contrário.
Competência Comum na CF-88
Art. 23. É competência comum da União, dos Estados, do Distrito Federal e
dos Municípios:
III - proteger os documentos, as obras e outros bens de valor histórico,
artístico e cultural, os monumentos, as paisagens naturais notáveis e
os sítios arqueológicos;
IV - impedir a evasão, a destruição e a descaracterização de obras de
arte e de outros bens de valor histórico, artístico ou cultural;
VI - proteger o meio ambiente e combater a poluição em qualquer de
suas formas;
VII - preservar as florestas, a fauna e a flora;
XI - registrar, acompanhar e fiscalizar as concessões de direitos de
pesquisa e exploração de recursos hídricos e minerais em seus
territórios;

Competência Municipal para o
licenciamento ambiental
Resolução CONSEMA 005/98, de 28.08.98
Art. 1º - Compete ao órgão ambiental municipal,
ouvidos os órgãos competentes da União e do
Estado, quando couber, o licenciamento
ambiental dos empreendimentos e atividades
relacionadas no Anexo Único, parte integrante
desta Resolução, onde, também, estão fixados os
respectivos portes, que lhes caracterizam como
de impacto local.

Código Estadual do Meio Ambiente
Lei nº 11.520, de 03.08.00
Art. 69 - Caberá aos municípios o licenciamento ambiental
dos empreendimentos e atividades consideradas como
de impacto local, bem como aquelas que lhe forem
delegadas pelo Estado por instrumento legal ou convênio.

Parágrafo único - O órgão ambiental competente proporá,
em razão da natureza, característica e complexidade, a
lista de tipologias dos empreendimentos ou atividades
consideradas como de impacto local, as quais deverão
ser aprovadas pelo Conselho Estadual do Meio Ambiente.
Constituição Federal
Competência legislativa do Município

Art. 30. Compete aos Municípios:

I - legislar sobre assuntos de interesse local;

II - suplementar a legislação federal e a
estadual no que couber;
Resolução CONAMA Nº 237/97, de 19.12.97
Licenciamento Ambiental
Competência do IBAMA
Art. 4º - Compete ao Instituto Brasileiro do
Meio Ambiente e dos Recursos Naturais
Renováveis - IBAMA, órgão executor do
SISNAMA, o licenciamento ambiental, a que
se refere o art. 10 da Lei nº 6.938, de 31 de
agosto de 1981, de empreendimentos e
atividades com significativo impacto
ambiental de âmbito nacional ou regional,
a saber:
Resolução CONAMA Nº 237/97, de 19.12.97
Licenciamento Ambiental
Competência do IBAMA
Art. 4º (...)
I - localizadas ou desenvolvidas conjuntamente no Brasil e em país
limítrofe; no mar territorial; na plataforma continental; na zona
econômica exclusiva; em terras indígenas ou em unidades de
conservação do domínio da União.
II - localizadas ou desenvolvidas em dois ou mais Estados.
III - cujos impactos ambientais diretos ultrapassem os limites
territoriais do País ou de um ou mais Estados;
IV - destinados a pesquisar, lavrar, produzir, beneficiar, transportar,
armazenar e dispor material radioativo, em qualquer estágio, ou que
utilizem energia nuclear em qualquer de suas formas e aplicações,
mediante parecer da Comissão Nacional de Energia Nuclear - CNEN;
V - bases ou empreendimentos militares, quando couber, observadas a
legislação específica.
Resolução CONAMA Nº 237/97, de 19.12.97
Licenciamento Ambiental
Competência do Estado e do DF
Art. 5º - Compete ao órgão ambiental estadual ou do Distrito Federal o
licenciamento ambiental dos empreendimentos e atividades:
I - localizados ou desenvolvidos em mais de um Município ou em
unidades de conservação de domínio estadual ou do Distrito Federal;
II - localizados ou desenvolvidos nas florestas e demais formas de
vegetação natural de preservação permanente relacionadas no art.
2º da Lei nº 4.771, de 15 de setembro de 1965, e em todas as que assim
forem consideradas por normas federais, estaduais e municipais;
III - cujos impactos ambientais diretor ultrapassem os limites
territoriais de um ou mais Municípios;
IV - delegados pela União aos Estados ou ao Distrito Federal, por
instrumento legal ou convênio.
Resolução CONAMA Nº 237/97, de 19.12.97
Licenciamento Ambiental
Competência do Município
Art. 6º - Compete ao órgão ambiental
municipal, ouvidos os órgãos competentes
da União, dos Estados e do Distrito Federal,
quando couber, o licenciamento ambiental
de empreendimentos e atividades de
impacto ambiental local e daquelas que
lhe forem delegadas pelo Estado por
instrumento legal ou convênio.
Competências Administrativas
Exercício do Poder de Polícia Ambiental

Ente político Competências Órgão
União 1. Internacional
2. Mais de uma
Unidade
Federativa
IBAMA
Estado/ DF Regional SEMA -
FEPAM
Município Local Secretarias
Municípais
Competência Ambiental
Quem administra o bem juridicamente
tutelado ?

A unidade de conservação é do domínio da
União, do Estado ou do Município ?