CIÊNCIAS SOCIAIS

PROF.GIVA 2012
COSTA, Cristina. Sociologia: introdução
à Ciência da Sociedade. São Paulo: 3ª.
Ed. São Paulo: Moderna, 2009
cap.1,2e3

A ILUSTRAÇÃO(séc XVIII)1701-1800
• Com a Ilustração as idéias de racionalidade e
liberdade se convertem em valores supremos.
• A racionalidade aqui é compreendida como a
capacidade humana de pensar e escolher.
• A liberdade significa que as relações entre os
homens deveriam ser pautadas na liberdade
contratual. Exemplo: Livre escolha dos
governantes por meio do voto faria parte do
CONTRATO SOCIAL.
Jean-Jacques Rousseau (1712-1778)
• Em sua obra O contrato social, afirma que a
base da sociedade estava no interesse comum
pela vida social, no consentimento unânime
dos homens em renunciar as suas vontades
em favor de toda a comunidade.
• Rousseau identificou na propriedade privada a
fonte das injustiças sociais
John Locke (1632-1704)
• Reconhecia entre os direitos individuais o
respeito à propriedade.
• Foi o primeiro autor a defender que os
princípios de organização social fossem
codificados em torna de uma Constituição.
• A filosofia de Locke foi a base do pensamento
político norte-americano.
CONCLUSÃO
• Concluímos que o pensamento social anterior
a formação da Sociologia como ciência, é
caracterizada por estudos sobre a vida social
que não tinham como preocupação central
conhecer a realidade como ela era, e sim
propor formas ideais de organização social.
Exercícios
• “A liberdade é um presente do céu e cada indivíduo tem o direito de
usar dela logo que goze da razão.” Diderot

• O fragmento acima fundamenta o seguinte princípio iluminista:
• A) A validação dos preceitos nobiliárquicos sobre os da burguesia.
Esta última era combatida por possuir grande poder político.
• B) A crença de que o homem pode pensar e passar a agir por si
mesmo
• C) A revelação da verdade através da fé.
• D) A contestação dos direitos naturais do homem.
• E) O desapreço pelo individualismo e ênfase ao coletivo.

• R: B

2 -O pensamento científico sobre
o Social
• Augusto Comte (1798-1857) foi o autor que
desenvolveu pela primeira vez, reflexões sobre
o mundo social sob bases científicas. Para este
autor, o papel da Sociologia seria conhecer as
leis sociais para poder prever os fenômenos e
agir com eficácia. (QUINTANEIRO. 2007 p. 19)
Augusto Comte (1798-1857)
• COMTE se inspirou no avanço dos
conhecimentos sobre o corpo humano para
traçar analogia entre o corpo humano e
uma corpo social.
• ORGANICISMO: Em sua análise compreendia a
sociedade como um grande organismo, em
que cada parte possui uma função específica
e o bom funcionamento do corpo social
depende da atuação de cada órgão.

Augusto Comte (1798-1857)
• Segundo Comte, ao longo da história a
sociedade teria passado por três fases: a
teológica, a metafísica e a científica.
• Conclusão: O conhecimento sociológico
permite ao homem transpor os limites de sua
condição particular para percebê-la como
parte de uma totalidade mais ampla, que é o
todo social
EXERCÍCIO
• O despontar da Sociologia no século XIX
significou o aparecimento da preocupação do
homem com o seu mundo e a sua vida em
grupo, numa nova expectativa, livre das
tradições morais e religiosas provocando assim,
uma preocupação com as regras que
organizavam a vida social que, se observadas e
apreendidas, poderiam dar a este homem
explicações razoáveis que tornassem possível
prever e controlar os fenômenos sociais.
Resultando assim:


• a-) na possibilidade de poder intervir conscientemente nos processos, tanto
para reforçá-los como para negá-los, dependendo dos interesses em jogo;

• b-) no tratamento das questões relativas à vida social, como temas do senso
comum e não de interesse do cientista;

• c-) na definição do objeto de estudo da Sociologia

• d-) na criação de um vocabulário próprio com conceitos que designam
aspectos precisos da vida social;

• e-) numa indagação a respeito de como as sociedades devem se organizar
para serem tão perfeitas quanto possível.

• Alternativa correta: A