You are on page 1of 15

Workshop Formativo

“ Modelo de Auto-avaliação das
Bibliotecas Escolares”

2009/2010

1
 Contribuir para a afirmação e reconhecimento do papel da
BE;
 Aferir o impacto do trabalho da BE no processo ensino/
aprendizagem;
 Identificar as áreas de sucesso;
 Indicar os pontos fracos e que requerem melhorias ou
mudanças de práticas;
 Orientar na definição de objectivos e prioridades de
intervenção;
 Aferir o grau de eficiência dos serviços prestados;
 Aferir o grau de satisfação dos utilizadores da BE.

2
A
Avaliaçã
o
permite

Elaborar um plano de
Indicar novas desenvolvimento realista, baseado
estratégias em objectivos e prioridades

.para aprendizagens dos alunos;
Aferir o contributo da .para o sucesso educativo;
3
BE .para a promoção da
aprendizagem ao longo da vida
Preenchimento do documento referente ao Perfil da Biblioteca Escolar

Selecção do Domínio a avaliar

Recolha de Evidências

Identificação do perfil de Desempenho da BE para o domínio avaliado

Análise e registo da auto-
avaliação 4
 A- Apoio ao Desenvolvimento  B- Leitura e
Curricular Literacias

Domínios
 C- Projectos, a
parcerias e actividades avaliar  D- Gestão da
livres e de abertura à Biblioteca Escolar
comunidade

Estes domínios representam as áreas essenciais em que a
BE deve investir , para que tenha um impacto positivo no 5
processo Ensino/ Aprendizagem
Factore
Indicador Recolha Acções
s
Temático de para
críticos
evidências Melhoria
de
(exemplos)
sucesso
Co
nd

r
do
zu

a
Exemplos de:
à

nt
co

ri e
m

O

.situações
pr
e

a
en

.
ui
G

ocorrências
o

.acções
6
 Evidenciar os aspectos positivos;
 Mostrar os aspectos menos positivos de
forma a que sejam repensadas as
formas de gestão e funcionamento;
 Ser adequadas à tipologia da escola;
 Ser de diferentes tipos e relevantes em
relação aos indicadores;
 Ser recolhidos sistematicamente, ao
longo do ano lectivo e incidir sobre
vários níveis de escolaridade e fontes;

7
8
.Divulgar o Processo e seu Modus operandi
.Dinamizar o processo
Professor
. Dar formação e mobilizar a equipa
Bibliotecário
. Mobilizar a Comunidade escolar

Professores . Resposta a questionários e entrevistas Alunos
. Grelhas de observação

9
Enc. de Educação Resposta a questionários e entrevistas

Órgão de Gestão Acompanhar o Processo e apoiar a sua
implementação

A BE deve ser o elemento agregador, capaz de unir toda a Comunidade
Escolar com o fim único e comum de contribuir para a melhoria das
aprendizagens escolares dos alunos e do seu Sucesso Educativo. Essa
melhoria passa, efectivamente, pela melhoria de práticas da BE que
resultem em mais valias para os alunos.

10
11

A Avaliação realizada, irá permitir identificar o nível em
que a BE se encontra, em cada um dos Domínios.
Perfis de desempenho:
Nível Descrição

A BE é bastante forte neste domínio. O trabalho
4 desenvolvido é de grande qualidade e com um impacto
bastante positivo.
A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio
3 mas ainda é possível melhorar alguns aspectos.

A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio,
2 sendo necessário melhorar o desempenho para que o seu
impacto seja mais efectivo.
A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste
1 domínio, o seu impacto é bastante reduzido, sendo
necessário intervir com urgência.
OPORTUNIDADES CONSTRANGIMENTOS
 Identificar pontos fracos;  Níveis de participação da
comunidade escolar na aplicação
 Recolher informação para de instrumentos de recolha de
melhorar as práticas da BE; informação;

Centrar as acções nos  Articulação com
domínios mais problemáticos; Departamentos e professores na
planificação e desenvolvimento
 Perceber os benefícios que das actividades;
os utilizadores retiram da BE;
 Desenvolvimento de
 Recolher sistematicamente estratégias de Gestão e de
informação e desenvolver de integração da BE na escola e no
metodologias de controlo que desenvolvimento Curricular.
suportem decisões de
mudanças.

12
Acções a desenvolver:

13
14
•Gabinete da Rede de Bibliotecas Escolares - Modelo de Auto-
Avaliação das Bibliotecas Escolares [Em linha]. Actualizado em
03/03/2009. [Consult. 4 de Nov. 2009]. Disponível em URL:
http://www.rbe.min-edu.pt/np4/?newsId=31&fileName=Modelo_de_av

Eisenberg, Michael & Miller, Danielle (2002) “
This Man Wants to Change Your Job”, School Library Journal.
9/1/2002

Todd, Ross (2002) “School librarian as teachers: learning
outcomes and evidence-based practice”. 68th IFLA Council
and General Conference August.

Todd, Ross (2008) “The Evidence-Based Manifesto for School
Librarians”. School Library Journal. 4/1/2008. <
15